Publicidade

Esta é a lista de bebidas que mais hidratam — água é a 10ª!

Por| Editado por Luciana Zaramela | 13 de Maio de 2023 às 10h00

Link copiado!

SergioPhotone/Envato Elements
SergioPhotone/Envato Elements

Cientistas se puseram a investigar uma pergunta que, aparentemente, não precisava ser respondida, mas que nos levou a uma revelação muito curiosa — qual líquido hidrata mais o nosso corpo, ou, em outras palavras, mata mais a sede? Caso sua resposta tenha sido “água”, surpresa: você errou!

A água continua sendo, é claro, um líquido saudável e cujo consumo é altamente recomendado. Pesquisadores da St. Andrews University, no entanto, compararam a bebida a outras comumente consumidas e notaram que a resposta do corpo a elas era diferente. Com gás ou sem gás, o H20 hidrata bem o corpo, mas a presença de açúcar, gordura ou proteína faz com que outros consumíveis se saiam melhor do que o líquido natural.

Continua após a publicidade

O que influencia na hidratação?

Mais do que o próprio líquido, é preciso entender como nosso corpo responde às bebidas. Um dos fatores importantes é o volume consumido, já que, quanto mais bebemos, mais rápido a bebida é levada para fora do nosso estômago e é absorvida pela corrente sanguínea, onde consegue diluir os fluidos corporais e nos hidratar.

Outro fator importante é a composição nutricional da bebida. No leite, que demonstrou hidratar mais do que a água, há a lactose, um tipo de glicose ou açúcar, proteínas e um pouco de gordura. Com estas substâncias, a eliminação de fluidos do estômago é mais lenta, mantendo o processo de hidratação mais longo, ou seja, nos saciando mais a sede. O leite também traz sódio, que age como uma esponja, “segurando” a água do corpo, gerando menos urina.

Soluções de hidratação oral — conhecidas popularmente como soro —, utilizadas no tratamento de diarreia, por exemplo, também fazem o mesmo, já que contêm pequenas quantidades de açúcar, além de sódio e potássio, que levam à retenção de água no corpo.

Continua após a publicidade

Açúcar, mas nem tanto

O estudo revelou coisas que já sabíamos — eletrólitos como sódio e potássio contribuem para uma melhor hidratação, enquanto calorias desaceleram o esvaziamento gástrico e deixam a liberação de urina mais devagar — mas também trouxe novidades. Bebidas com mais açúcar concentrado, como sucos de fruta e refrigerantes, não hidratam tanto quanto bebidas com menos açúcares.

Bebidas com muito açúcar até ficam mais tempo no estômago, mas uma vez que entram no intestino delgado, sua alta concentração de glicose é diluída por um processo fisiológico chamado osmose. Nele, a água do corpo acaba sendo puxada para o intestino delgado, para que possa diluir os açúcares altos das bebidas. Algo que está no intestino fica, tecnicamente, fora do corpo.

Continua após a publicidade

Além de acabarem sendo menos hidratantes, então, refrigerantes e sucos trazem açúcares e calorias extras, que não conseguem nos saciar tanto quanto alimentos sólidos. Entre essas bebidas e água, prefira sempre a água — nossos rins precisam dela para se livrar das toxinas corporais, e o líquido também é importante para manter nossa pele bem nutrida e elástica. É o melhor hidratante de todos.

Estar bem hidratado é importante para manter as juntas lubrificadas, evitar infecções e levar nutrientes às células, só para citar algumas funções. Normalmente, não é preciso se preocupar com isso, já que o corpo informa quando precisamos de mais água, mas para atletas que suam muito ou pessoas que ficam muito tempo trabalhando sem pausas para beber, o problema pode se tornar sério.

E álcool ou café?

Continua após a publicidade

Bebidas alcoólicas são diuréticas, ou seja, elas fazem com que mais urina seja eliminada, então sua hidratação dependerá do volume total do líquido. Cerveja causa menos perda de água do que whiskey, já que mais fluido está sendo ingerido. Bebidas fortes irão desidratar, enquanto bebidas diluídas não farão isso.

Já o café dependerá da quantidade de cafeína consumida — 80 miligramas da substância, mais ou menos o que contém uma xícara de 350 ml, hidratará tanto quanto água. Mais do que 300 mg, ou seja, de 2 a 4 xícaras, e o fluido em excesso pode acabar sendo perdido, já que o café tem efeito diurético leve e de curto prazo. Isso costuma acontecer com quem não está acostumado com a substância, e pode ser resolvido ao adicionar uma ou duas colheres de leite à bebida.

Qual bebida mais hidrata?

Então, qual bebida mais hidrata? E a que menos hidrata? Confira a lista:

Continua após a publicidade
  1. Leite desnatado;
  2. Soluções de reidratação oral (soro);
  3. Leite integral;
  4. Suco de laranja;
  5. Refrigerantes de cola;
  6. Refrigerantes zero açúcar;
  7. Chás gelados;
  8. Chás quentes;
  9. Energéticos;
  10. Água sem gás;
  11. Água com gás;
  12. Cerveja (lager);
  13. Café.

Fonte: The American Journal of Clinical Nutrition