Intel Core i9 12900 surge em primeiro teste com nova placa-mãe Z690 da ASUS

Intel Core i9 12900 surge em primeiro teste com nova placa-mãe Z690 da ASUS

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 29 de Setembro de 2021 às 10h21
Divulgação/Intel

Estrela da próxima geração de processadores da Intel, o Core i9 12900K foi vazado por múltiplas vezes nas últimas semanas, indicando um cenário animador para a nova família Alder Lake. A maior parte dos testes em que foi encontrado revela que a aposta da empresa em uma abordagem híbrida pode trazer bons resultados, com saltos marcantes de desempenho mesmo em comparação aos robustos Ryzen 5000 da AMD.

Nesta quarta (29), foi a vez do Core i9 12900, sem suporte a overclocking, exibir suas características em testes vazados. A novidade é interessante por se tratar do primeiro benchmark de um modelo não K registrado até o momento, indicando assim as possíveis diferenças que podem existir em comparação à série K.

Core i9 12900 sem overclocking surge em primeiro teste

Possível cortesia de um dos engenheiros da Asus, considerando que o processador estava equipado em uma placa-mãe ROG Maximus Z690 Extreme, o registro foi realizado no site UserBenchmark, cujos testes avaliam o conjunto de hardware da máquina por completo. Segundo a listagem, o Core i9 12900 deve manter as especificações vistas na variante K, mas com clocks mais baixos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A novidade terá 16 núcleos e 24 threads, sendo 8 P-Cores de alto desempenho com Hyper-Threading e 8 E-Cores de baixo consumo, com clock base de 2,4 GHz e boost de 4,25 GHz em média, velocidades que coincidem com o consumo de 65 W aguardado para a série sem overclocking.

Segundo registro do UserBenchmark, o Core i9 12900 deve trazer as especificações da variante K com clocks mais baixos, mantendo o bom ganho de desempenho (Imagem: Reprodução/UserBenchmark)

Acompanhavam a solução 16 GB de RAM DDR5 a 4.800 MHz, curiosamente configurados em single-channel, pelo menos de acordo com a listagem, o que pode ter limitado em parte o desempenho da CPU.

Mesmo assim, os resultados mostram boa evolução em comparação ao Core i9 11900K: o novo processador atingiu os 214 pontos no teste Normal (1-Core) e os 2.510 pontos no teste Server (64-Core), resultados 13% e 36% maiores que o topo de linha da geração passada, respectivamente. Vale destacar que o novo Core i9 12900 traz clocks mais baixos, estava acompanhado de RAM em single-channel e operava no Windows 10, não otimizado para a arquitetura híbrida.

Linha Alder Lake estreia em outubro com ganho respeitável de desempenho

Segundo os rumores, a 12ª geração Intel Alder Lake deve ser anunciada no final de outubro, com início das vendas em novembro. Essa janela de lançamento foi reforçada nesta semana pela MSI, que revelou uma ação promocional pela qual atualizará os encaixes de alguns de seus coolers para o novo soquete LGA1700, munido de espaçamento e furações diferentes, a partir de 4 de novembro.

Recente ação promocional da MSI sugere que a família Intel Alder Lake pode chegar ao mercado no início de novembro (Imagem: Reprodução/VideoCardz)

Ainda de acordo com os vazamentos, a nova família de processadores deve entregar saltos significativos de desempenho graças à combinação do design híbrido com uma nova microarquitetura — as soluções podem se estabelecer em um novo patamar em virtude do aumento de performance, com o Core i9 12900K concorrendo com o Ryzen 9 5950X, e o Core i7 12700K enfrentando o Ryzen 9 5900X, por exemplo.

Fonte: UserBenchmark, WCCFTech, Tom's Hardware

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.