SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

10 melhores live-actions de anime

Por| Editado por Jones Oliveira | 28 de Abril de 2023 às 21h00

Link copiado!

Toho, Netflix, Warner Bros
Toho, Netflix, Warner Bros

Ainda que tenha alguns clássicos inquestionáveis, os animes nunca se deram muito bem com o cinema, principalmente no Ocidente. Filmes como Dragon Ball Evolution e a própria versão da Netflix de Death Note mostram que a estética das animações pode não funcionar tão bem assim na grande tela.

Só que isso não quer dizer que um anime não deve ter sua versão em live-action. E há alguns bons exemplos que provam que essa diferença de linguagem não é tão impeditiva assim e que basta um cuidado e um carinho na produção para que a adaptação funcione com atores de carne e osso.

Mais do que visuais perfeitos, é preciso respeito com a história e a ação que caracteriza as animações japonesas. E essas apostas recentes do cinema oriental e até mesmo de Hollywood mostram que o cinema está no caminho certo na hora de dar forma a essas tramas.

Continua após a publicidade

Pensando nisso, o Canaltech listou 10 dos melhores filmes live-actions de anime.

10. Attack on Titan

Um dos animes de maior sucesso dos últimos anos, Attack on Titan não demorou nada para ganhar uma versão em live-action. A história dos sobreviventes desse mundo pós-apocalíptico tomado por titãs devoradores de gente foi dividida em duas partes, ambas lançadas em 2015.

Continua após a publicidade

A trama é centrada no herói Eren Yeger (Haruma Miura), um jovem que entra para o exército para combater os terríveis titãs após um ataque desses monstros matar sua mãe no passado. E, à medida que ele e seus amigos mergulham nessa luta, alguns segredos sobre o mundo à sua volta começam a ser revelados — assim como alguns sobre sua própria natureza.

Não é exatamente idêntico ao anime e, por isso mesmo, recebeu algumas críticas bastante mistas em todo o mundo. Ainda assim, para os fãs de Attack on Titan, é um prato cheio.

Attack on Titan está disponível para compra e locação no iTunes e Google Play. Já a segunda parte, Attack on TItan: Fim do Mundo, também está disponível nas lojas do Google e da Apple.

9. Alita: Anjo de Combate

Continua após a publicidade

Talvez a grande aposta recente de Hollywood em adaptar um anime tenha sido Alita: Anjo de Combate. O filme de 2019 dirigido por Robert Rodriguez (Um Drink no Inferno) tem roteiro e produção de James Cameron — o que já traz um belo pedigree para o longa — e conseguiu agradar bastante o público, mesmo não tendo sido o fenômeno que muitos esperavam.

Até porque a história da ciborgue sem memória é bem interessante, assim como sua jornada para descobrir seu passado enquanto recuperar muitas de suas habilidades — e tudo isso em um mundo cheio de personalidade.

O grande trunfo de Alita: Anjo de Combate é que o material original não é tão carregado da estética anime e o máximo que o filme fez foi dar à protagonista um visual mais exagerado, mas ainda condizente com sua origem cibernética.

Continua após a publicidade

Alita: Anjo de Combate está disponível no Star+.

8. Speed Racer

Quando Speed Racer chegou aos cinemas, em 2008, todo mundo torceu o nariz. Todo mundo estava curioso para ver como as Irmãs Wachowski iriam adaptar um dos animes mais clássicos do Japão, ainda mais levando em conta o quanto elas já haviam referenciado (e reverenciado) esse tipo de animação em toda trilogia Matrix. Só que o resultado não foi bem o que o pessoal esperava.

Continua após a publicidade

O tempo passou e já parece consenso que as críticas ao live-action de Speed Racer foram exageradas naquela época e que todo o tom quase lisérgico que as diretoras deram é algo que está bem presente no material original. O próprio anime é cheio de cores e com algumas soluções bem malucas e o que as cineastas fizeram foi resgatar essa essência.

Por isso mesmo, o longa vem se tornando um cult ao longo dos últimos anos à medida que o pessoal vai tendo um olhar mais amistoso para essa viagem de ácido a bordo do Mach 5.

Speed Racer está disponível na HBO Max. Go, Speed Racer, go!

7. Fullmetal Alchemist

Continua após a publicidade

Fullmetal Alchemist é um excelente anime — um dos melhores dos últimos anos com certa folga. A saga dos Irmãos Elric para recuperar seus corpos após um experimento alquímico fracassado dosa muito bem ação, drama, comédia e conspiração política e militar que faz com que a trama seja incrível. E boa parte disso foi levada para o cinema em uma adaptação japonesa do clássico.

Na verdade, são três filmes que englobam boa parte da trama do anime. Lançados entre 2017 e 2022, eles trazem uma excelente caracterização dos personagens e constroem muito bem esse mundo tão dependente da alquimia. Além disso, o fato de dividir toda a saga em três partes faz com que o roteiro não fique apressado e conte essa história na velocidade que ela merece.

O primeiro longa live-action se chama apenas Fullmetal Alchemist. Já as sequências são, nessa ordem, A Vingança de Scar e A Alquimia Final — e todas elas estão disponíveis na Netflix.

Continua após a publicidade

6. Death Note

Enquanto a adaptação da Netflix de Death Note é uma afronta ao mangá e anime de sucesso, a adaptação japonesa da série é bastante competente ao levar o embate de Yagami Light (Tatsuya Fujiwara) e L (Kenichi Matsuyama) para as telas. Mesmo com algumas liberdades criativas no rumo da história, toda a essência da história está lá, assim como momentos marcantes e reviravoltas incríveis.

Portanto, espere encontrar a saga do brilhante estudante que encontrou um caderno capaz de matar qualquer pessoa cujo nome é escrito em suas páginas e como isso o leva a bater de frente com um genial e excêntrico detetive. É um duelo bem ao estilo gato e rato que envelheceu muito bem.

Continua após a publicidade

Talvez o maior ponto negativo da adaptação sejam seus efeitos visuais, que já eram bem ruinzinhos no início dos anos 2000. Assim, toda vez que o shinigami Ryuk aparece, você leva um susto pelas razões erradas.

Death Note: O Primeiro Nome e Death Note II: O Último Nome estão disponíveis na Netflix.

5. A Lâmina do Imortal

Continua após a publicidade

Histórias de samurais são sempre muito legais — ainda mais quando o protagonista é basicamente um Wolverine medieval. Em A Lâmina do Imortal, conhecemos um guerreiro que é amaldiçoado com a vida eterna até que consiga matar cem inimigos em combate. Assim, cansado de viver, Manji (Takuya Kimura) parte em jornada ao lado de Rin (Hana Sakaguchi), uma garota em busca de vingança contra uma organização criminosa.

Essa mistura de vendetta com redenção pode não ser a coisa mais criativa do mundo, mas o grande atrativo do filme é como ele consegue aproveitar a condição única de seu herói para criar cenas de ação incríveis. Equipado com um arsenal invejável e incapaz de morrer, Manji é uma máquina de matar que não se importa em ser mutilado no processo — contanto que consiga acabar com todos os inimigos em seu caminho.

Ainda que a ação e a violência se destaquem, não há como negar que essa história à la Lobo Solitário (ou The Last of Us, se preferir) tem seu charme também na relação entre os dois protagonistas.

A Lâmina do Imortal está disponível no Prime Video e Paramount+.

Continua após a publicidade

4. Bleach

Ao lado de Naruto, Bleach foi um dos grandes fenômenos dos animes no início dos anos 2000. A história do jovem de cabelo laranja capaz de se comunicar com espíritos que, por acaso, se transforma em um shinigami é bastante divertida, principalmente pela personalidade de cada um de seus personagens e pelas excelentes sequências de ação. E o longa em live-action conseguiu traduzir isso muito bem.

O grande acerto do filme está na consciência de que uma hora e meia é muito pouco e, por isso, ele não tenta adaptar os arcos principais de forma acelerada ou coisa do tipo. Assim, ele prefere contar apenas a história básica, com Ichigo Kurosaki (Sota Fukushi) conhecendo a shinigami Rukia (Hana Sugisaki) e roubando seus poderes por acaso — levando-o a enfrentar a fúria dessa organização espiritual dos deuses da morte.

O live-action de Bleach está disponível na Netflix.

3. Alice in Borderland

Nem só de filmes vivem os live-action de animes mangás. A Netflix decidiu transformar Alice in Borderland em série e a decisão não poderia ser mais acertada. O ritmo episódico encaixou muito bem com a ideia de jogos mortais e isso foi fundamental para fazer do seriado um sucesso.

A história é bem simples e lembra bastante o jogo The World Ends With You, embora as comparações com Round 6 sejam inevitáveis. Afinal, a ideia de um grupo de pessoas lutarem até a morte em jogos para escapar com vida é algo que a gente realmente viu em vários lugares.

O ponto é que a premissa de Alice in Borderland é desenvolver seus personagens muito mais do que focar nos desafios em si e é nesse aspecto que a série ganha muito tanto com o tempo extra quanto na diferença com outras produções semelhantes.

Alice in Borderland está disponível na Netflix.

2. Nana

A quase totalidade dos live-actions que citamos aqui são de shounens, os famosos animes de meninos. Só que nem só de lutinha e poder especial vivem essas adaptações. Vários shoujos — mangás e animes para meninas — ganharam versão de carne e osso, sendo Nana um dos mais emblemáticos dentro do estilo.

Isso porque ele traz uma história muito humana e longe dos exageros que estamos acostumados a ver. São duas garotas que compartilham o mesmo nome — Nana —, mas que têm estilos de vida bem diferentes. A menina sonhadora e a rebelde desiludida com a vida se encontram e logo percebem que há uma enorme conexão entre elas para além da coincidência.

E os dois filmes abordam os desdobramentos desse encontro e os caminhos tortuosos que a vida leva cada uma das protagonistas. E tudo isso com uma excelente trilha sonora e um roteiro perfeito para deixar o coração quentinho — mas não sem antes pisar nele um pouquinho.

Tanto o primeiro Nana quanto sua sequência estão disponíveis no Viki.

1. Samurai X

Pouquíssimas adaptações em live-action conseguem levar para a tela todo o maneirismo dos animes sem soar ridículo. Dos cabelos coloridos e espadas gigantescas às poses e reações exageradas, é um desafio enorme se manter fiel ao original sem ficar caricato. E Samurai X consegue acertar o tom como ninguém.

Os cinco filmes que narram a jornada do samurai que jurou nunca mais matar são excelentes adaptações por levarem tanto a história quanto o clima do anime para o cinema sem perder nada no processo. Tudo aquilo que você viu na animação vai estar no live-action e muito bem representado.

Só que essa fidelidade não é a única qualidade da pentalogia. A trama é realmente muito boa. Ignorando as polêmicas envolvendo o autor — o mangaká Nobuhiro Watsuki foi preso em 2017 por posse de pornografia infantil —, a saga de Kenshin Himura (Takeru Satoh) na tentativa de pagar seus pecados ao mesmo tempo em que o passado o persegue é incrível.

Além disso, o filme traz uma ótima ambientação deste Japão no início da Era Meiji, mostrando a decadência dos samurais, o início da abertura do país para outras nações e todas as tensões políticas com aqueles que defendiam a manutenção do antigo sistema ligado ao Xogunato.

  • Samurai X: O Filme está disponível na Netflix, Prime Video, Looke, RunTime e PlutoTV.
  • Samurai X: O Inferno de Kyoto está disponível na Netflix, Prime Video, Looke, PlutoTV e RunTime.
  • Samurai X: O Fim de Uma Lenda está disponível na Netflix, Prime VIdeo, Looke, PlutoTV e RunTime.
  • Samurai X: A Origem está disponível na Netflix.
  • Samurai X: O Final está disponível na Netflix.