Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Stellantis promete eletrificar Rampage, Toro, Compass e Commander

Por| Editado por Jones Oliveira | 20 de Fevereiro de 2024 às 07h00

Link copiado!

Divulgação/Stellantis
Divulgação/Stellantis

A Stellantis já havia deixado escapar os planos de lançar uma versão eletrificada da Fiat Strada no Brasil. O modelo produzido em Betim, porém, não será o único do futuro portfólio “verde” da marca, segundo nossos colegas do Auto+.

A ideia do grupo é expandir a eletrificação para outras marcas que têm carros fabricados em Goiana (Pernambuco). Com isso, RAM, Jeep e a própria Fiat, que também tem uma linha na planta, passariam a contar com versões eletrificadas no Brasil.

De acordo com o pessoal do Auto+, ao menos a princípio nenhum dos modelos da Stellantis sairia das linhas de fabricação de Goiana com motorização 100% elétrica. Todos utilizariam o sistema Bio-Hybrid e-DCT, que também é chamado de semi-híbrido, ou o Bio-Hybrid Plug-in, evolução do já existente 4xe.

Continua após a publicidade

Quais serão os eletrificados da Stellantis?

Em um primeiro momento, a Stellantis deverá eletrificar, por meio do semi-híbrido ou por meio do plug-in, um modelo da RAM, um da linha Fiat e dois da Jeep, incluindo uma nova versão do Compass.

A marca deve incorporar o sistema semi-híbrido aos motores T270, 1.3 turbo de 4 cilindros, e ao T200, 1.0 turbo da marca, hoje utilizados por Jeep Compass, Jeep Commander e Fiat Toro.

O motor 2.0 Hurricane é outro propulsor que receberá o sistema híbrido e, assim, será oferecido nas versões do Jeep Commander e da RAM Rampage que hoje têm somente variantes a combustão.

Renegade fora?

O Jeep Renegade, a princípio, não fará parte da eletrificação da Stellantis, mas isso não significa que o modelo foi esquecido. Segundo os colegas do Auto+, a produção do SUV será transferida para Betim, em Minas Gerais e, lá, será fabricado sobre a plataforma do Peugeot 208.

Continua após a publicidade

Essa alteração abrirá o leque para que, futuramente, o Renegade possa receber não apenas um sistema híbrido, mas ser totalmente eletrificado para o mercado verde-amarelo, inaugurando uma nova página da Stellantis no Brasil.

Fonte: Auto+