Publicidade

Review Mercedes-AMG EQS 53 | Um carro astronômico em todos os sentidos

Por| Editado por Jones Oliveira | 29 de Julho de 2023 às 09h30

Link copiado!

Review Mercedes-AMG EQS 53 | Um carro astronômico em todos os sentidos
Review Mercedes-AMG EQS 53 | Um carro astronômico em todos os sentidos

Lançado em 2022, o Mercedes-AMG EQS 53 é o primeiro carro elétrico desenvolvido pela divisão esportiva da montadora alemã e, como modelo de estreia, precisava receber um tratamento especial. Suas principais concorrentes no mercado, como Porsche, Audi e BMW já caminhavam com mais maturidade nesse segmento e a Mercedes sabia que não podia errar.

O convívio com o Mercedes-AMG EQS 53 nos trouxe para uma realidade que poucas pessoas no Brasil poderão experimentar. O luxo do carro é extremo, o desempenho é capaz de mexer com todos os sentidos, a tecnologia te leva para o futuro e o preço atinge o órgão mais sensível do seu corpo: o bolso.

O Canaltech passou alguns dias com o sedan esportivo elétrico e vai te contar como foi a experiência e o convívio com este que, na nossa opinião, é o melhor carro elétrico à venda no Brasil.

Continua após a publicidade

Conectividade, Segurança e Tecnologia

O Mercedes-AMG EQS 53 é o topo da cadeia alimentar da Mercedes-Benz quando pensamos em tecnologia e equipamentos. Nem mesmo Classe S (sedan) ou o GLS (SUV) podem competir com esse modelo elétrico na lista de equipamentos ou em como esses recursos afetam o uso do carro.

Continua após a publicidade

Há muitas coisas absurdas dentro do EQS 53, a começar com o trio de telas que compõem o pacote de infotenimento do carro. São mais de 40 polegadas somadas e que possuem funções específicas dentro do ecossistema do bólido.

No caso do cluster digital, tudo é parecido com o que vimos no C300, já que os grafismos e interface possuem as mesmas funções. Podemos escolher entre os modos mais tradicionais de exposição ou àquele em que temos mais visualização do que o carro está fazendo em termos de segurança ativa, com o uso da gameficação para ilustrar.

A central, em si, é a mais completa que já vimos aqui no Canaltech e traz funções que fogem um pouco da caixinha. Além do som assinado pela Burmester, temos todos os comandos do carro podendo ser executados por ali, como a iluminação interna com cromoterapia, massagem dos bancos dianteiros e até mesmo a regulação automática do banco do motorista, feito por meio de inteligência artificial.

Continua após a publicidade

Mas o que mais nos impressiona é mesmo o sistema de navegação do EQS 53. Nele, há o uso de realidade aumentada para ajudar na locomoção e mudança de vias. Quando você se aproxima de uma alteração de rota, a imagem da seta indicando o que deve ser feito aparece bem claramente na tela, com a câmera mostrando exatamente o movimento a ser realizado. É surreal de bom.

A tela exclusiva para o passageiro da frente também impressiona pela qualidade e pelas funções permitidas. Podemos, por exemplo, acompanhar o que se passa no GPS ou até escolher a música que vai tocar no carro. Se você quiser espelhar um celular somente nessa tela e ouvir sua música ou vídeo somente daquele lado, também é possível.

Vale ressaltar que vários comandos podem ser realizados por meio da voz, já que a MBUX, a inteligência artificial da Mercedes, está disponível no EQS em sua melhor forma.

Continua após a publicidade

Auxílio ao motorista

É bom falar que o Mercedes-AMG EQS 53, além de todos esses mimos tecnológicos, está bem equipado quando pensamos na segurança. São 7 airbags, mais cintos de segurança com airbags próprios, alerta de colisão frontal com frenagem automática capaz de detectar até animais, sistema de manutenção em faixa, alerta de tráfego cruzado traseiro, alerta de ponto cego, piloto automático adaptativo com stop & go, centralizador de faixa ativo com esterçamento, sistema de estacionamento semiautônomo e alerta de mudança de faixa com frenagem lateral.

A maior parte desses equipamentos nós já vimos em outros carros, mas talvez em nenhum deles o funcionamento fosse tão preciso. Prova disso foi ver, in loco, como os radares e câmeras do EQS trabalham em tempo real, detectando caminhões na via e outros veículos em outras faixas.

Continua após a publicidade

Quando a situação estiver apertada e você quiser mudar de faixa, o EQS vai se certificar que essa mudança pode ser feita em segurança, já que o alerta de ponto cego é o mais ativo que já vimos e realmente funciona.

Com todos esses equipamentos, o EQS já mereceria elogios e, talvez, a alcunha de carro mais tecnológico do Brasil. Entretanto, isso fica ainda mais evidente pela maneira que a Mercedes tratou esses recursos. Todos eles funcionam de maneira muito simples e podem ser ativados sem maiores dificuldades, o que, certamente, diminui a curva de aprendizado.

Mas, ao entrar na cabine do EQS, você realmente é abraçado por esse futurismo. Alguns podem achar exagero, mas para o que nós estamos nos propondo fazer em termos de cobertura automotiva, é um prato cheio.

Até mesmo o fato de um carro desse não ter um sistema de concierge e mais conectividade à disposição, como um 4G nativo, pode soar natural, tamanha a eficiência dos demais recursos. Fazem falta? Sim. Mas quem comprar esse carro não vai ligar nem um pouco.

Continua após a publicidade

Experiência de Uso e Conforto

O Mercedes-AMG EQS 53 é um carro enorme. São 5,22m de comprimento, 1,92m de largura, 1,51m de altura e distância entre-eixos de 3,21m. O peso? Impressionantes 2.680kg, proporcionados pelo altíssimo nível de construção que temos aqui, mesmo com 80% do alumínio utilizado sendo reciclado. Como pode? explicação é simples: tecnologia.

E para levar esse corpanzil para cima e para baixo, a Mercedes não economizou e tratou de instalar um conjunto de motores absolutamente impressionante. São dois propulsores, um em cada eixo, que rendem, somados, 658cv e 96,8 kgf/m de torque. No entanto, a unidade avaliada pelo Canaltech estava com o pacote opcional AMG Dynamic Plus, que, por R$ 60 mil a mais, que leva o sedan para impressionantes 761cv e 104,01 kgf/m de torque, números semelhantes ao do seu principal rival no mercado brasileiro, o Porsche Taycan Turbo S.

Continua após a publicidade

Com esse conjunto a aceleração do EQS 53 é uma das mais impressionantes que já vimos em nossa cobertura. Lembrou, bastante, a experiência com esse mesmo Porsche, quando o aceleramos no Autódromo Velocittá. Isso fica ainda mais interessante quando utilizamos os sons desenvolvidos pela AMG para “acompanhar” a aceleração. Por mais que não se pareça com o ronco de um motor, traz uma sensação de futurismo bem interessante, como se estivéssemos em uma nave espacial.

Ao sair da inércia e pisar fundo, o seu corpo inteiro reage e sentimos até uma certa pressão na cabeça por conta dessa força toda, que é imediata. Mas, o nível de construção e os acertos realizados pela AMG são tão bem-feitos que a segurança reinou mesmo nesses pequenos tiros com o carro.

E por falar em acertos, a suspensão é adaptativa e pneumática, se ajustando conforme o seu modo de conduzir o carro e automaticamente. Se você estiver usando o GPS do próprio veículo, ele vai enviar ondas sonoras para a rua e adequar a altura dos amortecedores.

Continua após a publicidade

Essa simbiose entre os motores, o motorista e o equipamento de suspensão e segurança faz com que o EQS 53 seja praticamente único em sua categoria. O uso do carro e a maneira como ele deve se comportar está, literalmente, nas suas mãos.

O nosso uso com ele foi extremamente pacato a maior parte do tempo, e nem mesmo seu enorme tamanho atrapalhou. Devemos ressaltar, contudo, que o esterçamento das rodas traseiras em 10º é algo que ajuda nessa convivência, principalmente para manobrar em locais apertados. Com um pouco de aprendizado, tudo beira a perfeição.

Vale lembrar, é claro, que por ter um vão-livre do solo de apenas 13,9cm, você vai raspá-lo bastante no chão, mas é o ônus de se ter um carro esportivo no Brasil, não é mesmo?

Continua após a publicidade

E já que citamos o vão-livre, vale mencionar o espaço interno generoso que temos no EQS. O entre-eixos de picape ajuda, claro, mas tudo também tem a ver com o melhor aproveitamento de espaço de um carro elétrico, já que ele elimina a necessidade de várias peças e mecânicas. Três adultos viajam com conforto na fileira traseira.

Em termos de itens de comodidade e conforto, o EQS 53, obviamente, é um deleite. São quatro zonas de ar-condicionado, massagem para os passageiros da frente, bancos climatizados para todos os ocupantes, entradas USB-C para todos os presentes, câmera 360º para manobras, alerta de saída, maçanetas iluminadas, sensores de chuva e crepusculares, ajustes elétricos do volante, head up display em alta definição, ajuste do modo de condução pelo volante, comandos touch e carregador de celular por indução.

Autonomia também impressiona

Continua após a publicidade

O Mercedes-AMG EQS tem um pacote de baterias de 120 kWh e isso dá ao sedan elétrico esportivo uma das melhores autonomias do mercado nacional. Segundo dados da própria marca, o bólido pode rodar até 580km no ciclo WLTP. Entretanto, com o nosso uso, certamente passaríamos disso.

Com metade da bateria disponível, o marcador mostrava 350 km por rodar ainda. Claro que, na maior parte do tempo, utilizamos o sedan no modo conforto, mas, mesmo passando para o Sport+ e tendo toda a potência disponível, o nível de regeneração da energia trabalhava na mesma intensidade. Esse sistema foi o mais eficiente que já vimos em um carro elétrico, superando o Audi e-Tron, que também é excelente.

A potência máxima de carregamento rápido do EQS é de 200 kWh.

Design e Acabamento

O Mercedes-AMG EQS 53 é o equivalente ao Classe S a combustão, ou seja, temos aqui um nível de acabamento dos mais luxuosos e bem pensados da indústria automotiva.

A cabine, como citamos, exala tecnologia, mas todos os materiais necessários para compor o visual do carro são de extrema qualidade. Há o uso abundante do alcantara e do soft touch, porém sem exageros ou extravagâncias. As portas possuem detalhes que lembram fibra de carbono e os bancos são inteiramente em couro.

Já no design, a AMG tratou de distanciar o EQS do Classe S e deu uma aparência bem mais futurista ao sedan elétrico. As maçanetas, por exemplo, são iluminadas e retráteis, ajudando na aerodinâmica. O sedan, olhado de longe, lembra uma bolha, algo que, também, ajuda no coeficiente aerodinâmico.

As belas rodas aro 21 foram feitas para homenagear a equipe Mercedes de Fórmula 1. Não é demais lembrar que o garoto-propaganda do EQS na Europa foi ninguém mais, ninguém menos do que Lewis Hamilton.

O conjunto óptico, como é de se esperar, é totalmente em LED na dianteira e traseira, com o recurso de ser adaptativo quando necessário. A peça iluminada que liga uma lanterna à outra na parte de trás ajuda a dar uma sensação de tamanho maior ao carro — como se precisasse.

A grade dianteira do EQS é o que há de mais “normal” no carro em termos de design. Ela segue o padrão dos demais elétricos da marca e aplica linhas cromadas na frente, como os outros AMG. União de estilos que funcionou.

Concorrentes

Os principais concorrentes do Mercedes-AMG EQS 53 são o Porsche Taycan Turbo S e o Audi e-Tron GT, que podem custar entre R$ 700 mil e R$ 1,1 milhão.

Mercedes-AMG EQS 53: O super carro elétrico vale a pena?

O primeiro capítulo da história da AMG no mundo dos carros elétricos é, também, o melhor. Depois de conviver com o Mercedes-AMG EQS 53, chegamos à conclusão de que se trata do mais tecnológico e bem pensado veículo que temos à disposição no Brasil.

Entusiastas e puristas podem até torcer o nariz, mas a Mercedes e a AMG conseguiram transferir o que possuem de melhor em termos de equipamentos, segurança e dirigibilidade para esse carro, fazendo com que ele se aproximasse, e muito, de grandes esportivos já feitos pela marca. O único problema, talvez, seja o seu preço, e isso pode fazer com que eventuais compradores migrem para o Porsche Taycan, que custa um pouco menos e anda a mesma coisa que o Mercedes.

Mas se a ideia é entrar em um mundo automotivo distópico e totalmente futurista, com tecnologia de sobra e potência à vontade, esse é o carro.

O Mercedes-AMG EQS 53 sai por a partir de R$ 1.399.990.

No Canaltech, o Mercedes-AMG EQS 53 foi avaliado graças a uma unidade gentilmente cedida pela Mercedes-Benz Cars & Vans Brasil.