Publicidade

Review Audi RS5 | Conforto de sedan e desempenho de esportivo

Por| Editado por Jones Oliveira | 24 de Setembro de 2023 às 09h30

Link copiado!

Review Audi RS5 | Conforto de sedan e desempenho de esportivo
Review Audi RS5 | Conforto de sedan e desempenho de esportivo

A expectativa para avaliar o Audi RS5 sempre foi grande e era um modelo que gostaríamos de trazer para o Canaltech. Esportivos são carros que atraem os entusiastas por velocidade e tecnologia, mas que possuem peculiaridades que lhes afastam de alguns clientes.

Utilizando o Audi RS5 no dia a dia, ficou mais do que provado que esse modelo possui facetas que vão além da sua performance. Feito com base no excelente Audi A5, a versão esportiva tem acertos específicos para quem busca um carro essencialmente esportivo, mas pode, sem exagero, ser o único carro de uma família com maior poder aquisitivo.

Continua após a publicidade

Os motivos que nos levaram a ter essa conclusão contaremos nesta análise.

Conectividade, Segurança e Tecnologia

O Audi RS5 vem bem equipado quando pensamos em segurança e tecnologia, mas nem tanto na conectividade. Essa é uma característica dos modelos atuais da Audi no Brasil e que já demandam uma atualização nesse sentido.

Continua após a publicidade

Sendo assim, não espere tanta comodidade em termos de conectividade e serviços de concierge, algo que já vimos em rivais premium. O Audi RS5 vai te oferecer um bom pacote de equipamentos para o uso diário, mas sempre voltados à experiência de uso e proteção dos passageiros.

De série, o sedan vem com um pacote ADAS razoável, munido do alerta de colisão frontal com frenagem automática de emergência, piloto automático adaptativo com função Stop & Go, alerta de saída de faixa com correção, alerta traseiro de colisão em manobras, detector de fadiga e comutador automático do farol alto.

Mesmo sendo um esportivo, sentimos falta de alguns itens, como o alerta de ponto cego e o sensor de tráfego cruzado traseiro, recursos que seriam importantes no uso, já que a visibilidade traseira é prejudicada por conta do formato do bólido. Além disso, não há câmeras 360º para manobras, tampouco auxiliares de estacionamento semiautônomos.

Continua após a publicidade

Em termos de segurança passiva, temos seis airbags de série, vetorização de torque, controles de estabilidade e tração, frenagem pós-colisão e freios especiais da Audi Sport.

A calibração de todos os sistemas segue o padrão da Audi, ou seja, não sentimos gargalos no funcionamento dos sistemas de auxílio ao motorista. Como citamos, faz falta o sensor de ponto cego, mas a obrigação do motorista ao guiar um bólido desses nas ruas das grandes cidades é de redobrar a atenção e tentar não deixar que o motor V6 te empolgue tanto.

No campo do infotenimento, há uma boa central multimídia de 10 polegadas, mas ela não faz espelhamento sem fio com o Android Auto e o Apple CarPlay, para compensar, há GPS nativo e carregador de celular por indução. O sistema de som é assinado pela Bang & Olufsen e tem extrema qualidade, sobretudo em músicas que privilegiam os agudos.

Continua após a publicidade

A experiência do ponto de vista tecnológico com o Audi RS5 não pode ser considerada ruim, mas está mais presente no comportamento do carro, que falaremos adiante. A cabine, porém, oferece um convívio high tech se considerarmos os recursos disponíveis, mesmo com a ausência de equipamentos.

Experiência de uso e Conforto

Como era de se esperar, é ao volante que o Audi RS5 brilha, mas as surpresas com o sedan esportivo ultrapassam os limites daquilo que consideramos óbvio, que é o seu ótimo desempenho e dirigibilidade.

Continua após a publicidade

O Audi RS5 pode ser o único carro da garagem devido aos seus sistema de condução bem pensados e acertados para um uso corriqueiro, fruto de um excelente aproveitamento da plataforma MLB Evo, a mesma do Audi Q5, por exemplo.

Nossa unidade, ainda no ano/modelo 2023 (geração desde 2018), estava equipada com o absurdo motor 2.9 V6 Biturbo de 450cv e 61,2 kgf/m de torque a 1.900rpm, sempre atuando com o câmbio automático de oito marchas e a tração Quatto integral e permanente.

Com esse motor, o Audi RS5 acelera de forma vigorosa e proporciona uma experiência visceral quando pisamos fundo. O 0 a 100 km/h é feito em 3,9 segundos e ao selecionar o modo de condução mais esportivo, sentimos tudo o que ele é capaz de oferecer.

Continua após a publicidade

O carro fica bem arisco, com uma direção espantosamente precisa e direta, aceleração brutal e o ronco do V6 invadindo a cabine na medida certa. A tração integral Quattro, grande joia da Audi, está presente e faz o trabalho de deixar o sedan bem estável, mesmo em alta velocidade. Curvas são feitas como se nem existissem, com extrema segurança. A plataforma é tão bem acertada que nem a força G despejada com as acelerações e frenagens incomoda.

Mas, então, voltando ao que nos surpreendeu, de fato. O Audi RS5 não tem modo Eco de direção, algo que, sinceramente, não fez falta alguma. Mas há uma seleção chamada de Comfort que realmente transforma a vida a bordo do carro.

A suspensão adaptativa do Audi RS5 fica, realmente, mais confortável e torna o uso diário com o sedan bem agradável. Carros esportivos são, na média, cansativos, mas aqui o RS5 pode ser transformado em algo muito próximo do que é o Audi A5.

Continua após a publicidade

Isso fica ainda mais evidenciado com o ótimo isolamento acústico e o espaço interno abundante, proporcionado pelas ótimas medidas do bólido. São 4,78m de comprimento, 1,86m de largura, 1,38m de altura e distância entre-eixos de 2,82m, que dão ao carro a possibilidade de ser utilizado por uma família. O único pormenor é o porta-malas de apenas 430 litros.

Para a comodidade e conforto, há um bom pacote de equipamentos no Audi RS5, como massagem para o motorista e passageiro dianteiro, sensores de chuva e crepuscular, ar condicionado digital de três zonas e automático, sensores de estacionamento, retrovisor interno eletrocrômico, retrovisores externos eletrocrômicos e com função antiembaçamento, porta-malas com abertura automática, função auto-hold, freio de mão eletrônico, chave presencial com partida por botão e luz de boas-vindas.

Continua após a publicidade

Design e Acabamento

O Audi RS5 é um verdadeiro tapa na cara de detratores da marca das quatro argolas quando o assunto é acabamento e design. O sedan esportivo é dos carros mais atraentes do Brasil e tem personalidade própria, se descolando um pouco de outros bólidos dentro da própria empresa.

A carroceria coupé faz a diferença em termos de desenho e o torna mais aerodinâmico, além de seduzir quem curte linhas mais arrojadas e ousadas, fugindo um pouco da sobriedade alemã. Nossa unidade, na cor verde, também chamava bastante atenção e ressalta essa qualidade visual.

Continua após a publicidade

As rodas em aro 20 têm acabamento dourado e as pinças de freio são bem visíveis, escancarando que se trata, de fato, de um esportivo.

No interior, há um bom convívio entre as telas do cockpit e o acabamento luxuoso. Há uso de camurça em partes da cabine, mas o couro, soft touch e aço escovado se fazem presentes.

Depois do Audi e-Tron, esse é o modelo mais bem acabado que já vimos da Audi.

Continua após a publicidade

Concorrentes

O principal concorrente do Audi RS5 no Brasil é o BMW M3, a versão esportiva do BMW Série 3. Com tração traseira e motor 3.0 biturbo com seis cilindros em linha, que despeja excelentes 510cv e 66,3 kgf/m de torque, a briga com o modelo da marca de quatro argolas é bem acirrada.

Audi RS5: Vale a pena?

O Audi RS5 é um carro espetacular e agrada não somente por sua esportividade visceral, mas também por ser um carro que pode, facilmente, ser usado no dia a dia sem maiores problemas.

Sua suspensão bem pensada se adapta ao que é necessário e transmite segurança para um track day ou para uma ida ao supermercado. Isso, é claro, sem falar no maravilhoso motor V6, que dispensa maiores comentários.

O Audi RS5 pode ser encomendado junto à Audi por a partir de R$ 758.990.

No Canaltech, o Audi RS5 foi avaliado graças a uma unidade gentilmente cedida pela Audi do Brasil.