MIUI 13: o que esperar da nova versão do Android da Xiaomi?

MIUI 13: o que esperar da nova versão do Android da Xiaomi?

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 25 de Setembro de 2021 às 13h00
Ivo/Canaltech

Se o Android 12 realmente estrear em 4 de outubro, já dá quase para vê-lo no horizonte. Nesse mesmo barco, as versões personalizadas do sistema, desenvolvidas por fabricantes de celulares parceiras do Google, viajam como passageiras e devem chegar mais ou menos no mesmo período em que o sistema do Google. Sendo assim, portanto, também estariam bem perto de serem apresentadas.

Uma das principais nesse bolo é a MIUI 13, interface customizada pela Xiaomi e que tem lançamento praticamente garantido para o fim de 2021. Para colocar em dia tudo que pode sair nessa nova versão do sistema operacional, o Canaltech apresenta agora os principais rumores sobre a MIUI 13.

MIUI 13: data de lançamento

Ainda não dá para apontar um dia específico para o lançamento da MIUI 13, uma vez que nem a própria Xiaomi garante uma data certa para a estreia. Contudo, o CEO da fabricante, Lei Jun, anunciou em uma palestra que o sistema operacional será lançado no final de 2021 — ou seja, do ano novo não passa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

É uma janela de oportunidade bem espaçosa para a novidade, mas não deve demorar muito para o sistema aparecer disponível em testes abertos para usuários mais curiosos. Fato é que o CT conta sobre a chegada da MIUI 13 em período experimental em primeira mão, então fique ligado.

MIUI 13: novo visual

A interface da Xiaomi não deve jogar fora os excelentes pontos das edições anteriores da MIUI, então os usuários da marca podem esperar um visual bem diferente daquele projetado pelo Google, recheado de retoques e com o conhecido capricho da fabricante chinesa.

Novos widgets da MIUI 13 seriam elementos importantes da nova interface e estão em testes na MIUI 12.5 (Imagem: Reprodução/Gizmochina)

O que se espera dessa atualização é a renovação de ícones padrões, os ajustes na área de notificações e um retrabalho dos elementos mais presentes na interface. Ademais, animações, menus, efeitos e outros detalhes menores também devem mudar bastante, assim como acontece em toda grande atualização.

Por enquanto é cedo para dar palpites sobre a influência do Material You no design do SO. A Xiaomi sempre optou por um visual bem distinto do Android puro e dificilmente isso mudaria na MIUI 13. Porém, ainda dá para torcer para que o tema dinâmico se manifeste de alguma forma, já que ele é um recurso bem aguardado do Sistema do Robozinho.

MIUI 13: novos recursos

Mais widgets

Um grande destaque da MIUI 13 herdado do Android 12 deve ser a renovação dos widgets. Supostamente, os complementos de apps estarão totalmente refeitos na nova versão da interface, agora com cantos arredondados, visual uniformizado e com muita semelhança com o iOS, como dá para notar no print abaixo.

(Imagem: Reprodução/Gizmochina)

RAM virtual

Colocando de vez a novidade na mesa, a memória RAM "expansível" pode ser um dos recursos da MIUI 13. A ferramenta apareceu primeiro em testes na MIUI 12.5 e, basicamente, toma um pouco do armazenamento interno do celular para usar como memória de trabalho. A funcionalidade nada mais é que um quebra galho, então não espere que ela faça milagre em um aparelho mais velho.

Privacidade

Uma das novidades mais importantes do Android 12 é o Painel de Privacidade, um centro de informações relacionadas ao acesso a câmera e localização, por exemplo, aplicativos. No sistema base, a ferramenta permite visualizar permissões concedidas, horário em que elas foram utilizadas e revogar autorizações rapidamente.

(Imagem: Renato Santino/Canaltech)

Janelas flutuantes renovadas

Recurso antigo da MIUI, as janelas flutuantes são excelentes componentes para incrementar a capacidade de multitarefa da tela grande do celular. O recurso já é excelente na MIUI 12 e, na edição nova, tende a ficar ainda melhor, permitindo que usuários naveguem em diferentes apps, mesmo se eles não forem compatíveis com o modo de tela dividida.

É tudo rumor, mas por pouco tempo

Quando o Android 12 finalmente aparecer, será iniciada a corrida das fabricantes para ver quem atualiza os próprios dispositivos primeiro — e a Xiaomi costuma fazer um bom trabalho no suporte de atualizações. Outubro vai ser um mês movimentado em software para smartphones, então dá para esperar que a companhia ao menos entregue uma data para a abertura de um programa de testes destinado ao público geral.

É bem provável, porém, que o primeiro momento do período de experimentação seja exclusivo para o mercado chinês. A Xiaomi costuma priorizar seu país natal para as recentes atualizações, já que ele é uma das suas mais importantes bases de usuários.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.