Google apresenta novos recursos de integração do Android com dispositivos

Google apresenta novos recursos de integração do Android com dispositivos

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 05 de Janeiro de 2022 às 15h05
Montagem/Canaltech

O Google apresentou várias novidades para facilitar a conexão entre o Android e aparelhos inteligentes durante a apresentação CES 2022, realizada nesta quarta-feira (5). A empresa revelou o recurso de Pareamento Rápido (Google Fast Pair), funcionalidades para bloqueio e desbloqueio remoto de dispositivos e adições voltadas para aprimorar a integração entre Android e PCs.

O Pareamento Rápido será estendido para Chromebooks, TVs e dispositivos domésticos para oferecer conexão instantânea via Bluetooth, além de passarem a ter suporte a televisores com Google TV ou Android TV. A ideia é possibilitar que os aparelhos sejam interconectados para criação de uma casa 100% inteligente. Hoje, essa tecnologia funciona em fones de ouvido, caixas de som, carros e acessórios vestíveis, como relógios inteligentes.

Integração do Android com Chromebooks e outros dispositivos é a palavra da vez para 2022 no Google (Imagem: Reprodução/Google)

A ideia a partir de agora é que um Chromebook consiga detectar automaticamente fones de ouvido compatíveis com o Pareamento Rápido de imediato, com emparelhamento em um único clique. Os celulares e tablets com Android instalado poderão configurar e controlar todos esses dispositivos rapidamente sem precisar mexer neles, apenas com as informações armazenadas no aparelho, como o login do Google e a senha Wi-Fi.

Esse sistema de pareamento deve oferecer integração com outros dispositivos, mesmo os que não tem vínculo com a gigante das buscas, o que deve proporcionar uma conexão mais efetiva e melhor controle via Google Home ou apps complementares.

Os Chromebooks devem receber novidades no Phone Hub para permitir melhor integração com tablets e celulares Android. Se alguém estiver trabalhando no seu computador e o telefone Android estiver fora de alcance — carregando a bateria em outro cômodo, por exemplo —, ele poderá acessar remotamente aplicativos de mensagem do smartphone.

Desbloqueio via telefone de aparelhos e carros

Aparelhos com Android instalado são capazes hoje de desbloquear Chromebooks e relógios inteligentes de forma remota, mas não era possível fazer o mesmo a a partir de um smartwatch. Nos próximos meses, o Google promete que o Wear OS será capaz de desbloquear e acessar instantaneamente os notebooks da companhia, smartphones ou tablets quando estiverem por perto.

Você poderá usar seu relógio inteligente para desbloquear o celular Android (Imagem: Reprodução/Google)

Funcionalidade similar será levada para alguns modelos de automóveis. Hoje, já existe a integração de telefones da Samsung e da linha Pixel para bloquear, desbloquear e ligar veículos da BMW habilitados com essa tecnologia. Até o fim de 2022, a Ultra Wideband (UWB) deve elevar esse patamar para facilitar isso ainda mais.

Não será necessário nem tirar o aparelho do bolso para acionar a chave digital: só de estar com o seu aparelho, o carro já será destrancado e poderá ser ligado. Se precisar emprestar o veículo para outra pessoa, será possível compartilhar, com segurança e remotamente, a chave digital exclusiva para alguém.

O Google promete levar esse recurso de chaves digitais para mais telefones e veículos equipados com Android ainda este ano, mas não estipulou uma previsão nem quais montadoras podem ser beneficiadas.

Troca automática de dispositivos

Ainda tirando proveito do Google Fast Pair, a companhia pretende criar um mecanismo que permite alterar automaticamente de um equipamento para o outro. Se você usar um headset Bluetooth em um tablet para ver um filme poderá alterar a conexão para o celular caso receba uma ligação.

A ideia é que o filme seja pausado e o áudio do fone seja redirecionado automaticamente para o smartphone. Quando a chamada de voz terminar, o áudio volta para o filme e a reprodução continua normalmente. A proposta de automatizar tudo isso seria uma baita evolução, já que a constante troca manual de aparelhos é uma das coisas mais chatas e complicadas de se fazer em dispositivos sem fio.

O Google pretende, ainda, facilitar a transferência de conteúdos entre dispositivos ao permitir que o Chromecast seja compatível com mais marcas de auto-falantes inteligentes e soundbars da Bose. A ideia é que o acessório sirva como uma ponte para compartilhar músicas e podcasts de aparelhos Android para esses dispositivos sonoros.

Integração do Android com o Windows

Quem migrou para o Windows 11 não vê a hora de rodar os arquivos APKs do Android no sistema, mas a novidade anunciada pelo Google tem um enfoque mais profundo. A ideia é usar o Pareamento Rápido para garantir uma conexão imediata do telefone a um PC com Windows, com a sincronização de mensagens de textos e até o compartilhamento de arquivos via Nearby Share.

Ainda não será algo nativo do sistema operacional da Microsoft, mas já está em fase de testes com algumas fabricantes. Segundo o Google, o trabalho é desenvolvido conjuntamente com Acer, AsusHP e Intel para trazer essas novas experiências para PCs selecionados ainda este ano.

Ufa, são muitas as novidades que o Google preparou para deixar o Android ainda mais integrado aos demais dispositivos inteligentes. A gigante das buscas não está de brincadeira e 2022 promete demais para quem é fã do robozinho verde!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.