Ericsson faz primeira ligação por dados em 5G com modem da Qualcomm

Por Wagner Wakka | 11 de Setembro de 2018 às 18h58
Tudo sobre

Qualcomm

Saiba tudo sobre Qualcomm

Ver mais

A corrida pela conexão 5G está a todo vapor. E recentemente, a Ericsson anunciou um novo passo rumo à tecnologia. Em parceria com a Qualcomm, ela realizou na semana passada a primeira ligação telefônica no novo padrão.

Os testes foram feitos durante o Mobile World Congress Americas (MWCA), evento do setor na Califórnia. A companhia fez a ligação por dados entre o dispositivo Radio System AIR 5331, da Ericsson, e o 5G Mobile Trial Platform, da Intel. Os testes foram realizados no padrão 5G NR (independente) voltado para uso comercial. Ainda, a empresa utilizou a frequência de 39 GHz, a qual deve ser a banda utilizada para alocação do 5G na América do Norte. Tais espectros pertencem atualmente à AT&T e à T-Mobile, as quais cederam a utilização para testes.

A conexão entre os dois aparelhos também foi mediada por um modem da Qualcomm Snapdragon X50 5G, já em testes para uso comercial. “Este feito mostra que o 5G está pronto para ser comercializado”, acredita Fredrik Jejdling, vice-presidente e diretor de redes da Ericsson.

O padrão 5G foi finalizado em junho deste ano, depois de reuniões recorrentes do 3GPP, grupo que engloba especialistas das telecomunicações. O novo padrão é totalmente desenvolvido do zero não somente para ser mais rápido, mas também por ser focado em dispositivos não somente móveis.

Além da T-Mobile e AT&T, a Verizon já fechou acordo com a Samsung para implementar a conexão de internet 5G nos Estados Unidos.

Internet

Além da ligação por dados, outras empresas já realizaram testes para transferência de informações via internet no novo padrão. A Samsung demonstrou a capacidade do 5G com o download de um vídeo em 8K e upload de um em 4K dentro de um trem bala a 200 km/h. Com isso, a empresa diz fornecer um pico de transferência de dados de 20 Gbps, com taxa utilizável pelo usuários de 100 Mbps. Ainda, a tecnologia poderia diminuir a latência em dez vezes e aumentar a capacidade de número de conexões em dez vezes também.

Smartphones

Fechado o padrão 5G, as fabricantes de smartphones começaram sua corrida para comercializar a tecnologia.

No último dia 3, o diretor de produtos da Xiaomi, Donovan Sung, mostrou um teste com 5G em um aparelho da empresa. Ele levantou a suspeita de que a chinesa estava já preparando o Xiaomi Mi Mix 3 com conexão no novo padrão.

Junto dela, rumores apontam que a Samsung deva preparar um device com capacidade 5G já para o início do ano que vem. Ele seria um device à parte da linha da Samsung, sendo que o Galaxy S10 não vai contar com a nova conectividade.

Entretanto, a única empresa que oficialmente ameaçou entrar neste mercado foi a Motorola. A companhia anunciou um Snap exclusivo para o novo Moto Z3, que tornará o aparelho compatível com o 5G. Este acessório utiliza o modem Snapdragon X50, da Qualcomm, testado pela Ericsson. Contudo, o dispositivo vai ser lançado somente no ano que vem, ainda sem data e preços específicos.

Fonte: Ericsson

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.