Publicidade

Samsung revela Exynos 2400 com "CPU 70% melhor" e GPU AMD RDNA 3

Por| Editado por Wallace Moté | 06 de Outubro de 2023 às 09h27

Link copiado!

Samsung
Samsung
Tudo sobre Samsung

Em paralelo ao seu evento anual para desenvolvedores, em que anunciou a One UI 6 com Android 14, a Samsung apresentou de forma tímida nesta quinta-feira (5) o Exynos 2400, próximo chipset da gigante sul-coreana para smartphones premium. A plataforma, que deve chegar em alguns modelos do Galaxy S24, promete avanços massivos sobre o Exynos 2200 usado no Galaxy S22, incluindo CPU "70% mais veloz" e GPU Xclipse 940 com arquitetura RDNA 3 da AMD.

Durante o Samsung System LSI Tech Day 2023, conferência anual em que a System LSI — divisão de desenvolvimento de chips da Samsung — anuncia os projetos em que está trabalhando, a marca confirmou os inúmeros rumores que circularam nos últimos meses ao revelar que está produzindo o Exynos 2400. O anúncio foi feito de forma tímida, não se tratando de um lançamento, que deve ocorrer mais próximo à estreia da linha Galaxy S24, mas contou com os primeiros detalhes técnicos da solução.

O destaque vai para as promessas de desempenho da plataforma, que segundo a fabricante entregaria "CPU 70% melhor e 14,7 vezes maior performance de Inteligência Artificial" quando comparada ao Exynos 2200. Outra grande novidade é a GPU Xclipse 940, que diferente do esperado, é baseada na microarquitetura RDNA 3 da AMD, mesma usada nas placas Radeon RX 7000. No passado, acreditava-se que a companhia manteria a microarquitetura RDNA 2, já usada na geração anterior.

Continua após a publicidade

Com a modificação, o Exynos 2400 ofereceria um enorme salto na aplicação de Ray Tracing, a técnica avançada que simula em tempo real o comportamento da luz, prometendo "mais realismo e imersão nos games". Alguns dos efeitos baseados na técnica que serão suportados pelo processador incluem iluminação global (a projeção de tons de objetos pelo ambiente), reflexos e sombras.

O processamento de IA também é um dos principais focos do chip, que estrelou em uma placa de referência a demonstração de uma nova ferramenta da Samsung para geração de imagens com texto usando IA generativa. Conforme revelado pela gigante ao Android Authority, o modelo em questão roda localmente, sem acesso à internet, o que dá indícios da alta capacidade da novidade para esse tipo de tarefa.

Como a apresentação foi apenas um preview, detalhes mais específicos do novo Exynos não foram divulgados, mas já temos uma noção do que esperar graças aos rumores e vazamentos recentes de testes. Ao que tudo indica, o componente deve ser o primeiro chipset mobile em anos a apostar em uma CPU de 10 núcleos, organizados em quatro grupos, distribuídos na configuração de 1 + 2 + 3 + 4.

Continua após a publicidade

A divisão contaria com um Cortex-X4 de máxima performance rodando a até 3,1 GHz, dois Cortex-A720 de alto desempenho trabalhando a 2,9 GHz, mais três Cortex-A720 para tarefas mais leves operando a 2,6 GHz, e quatro Cortex-A520 de alta eficiência a 1,8 GHz. Por sua vez, a Xclipse 940 seria duas vezes maior que a antecessora, embarcando 12 Unidades Computacionais (CUs), ou 768 núcleos, praticamente se igualando aos gráficos integrados de processadores Ryzen para notebooks.

Apesar da similaridade, as limitações de energia e resfriamento manteriam a GPU longe das soluções vistas em computadores. Na realidade, testes vazados indicam que, mesmo com todos os avanços, o Exynos 2400 teria problemas para competir com rivais do mesmo período, como o aguardado Snapdragon 8 Gen 3, conseguindo apenas se igualar à performance gráfica do agora antigo Snapdragon 8 Gen 2. Dito isso, os números são de apenas um benchmark, e diversas otimizações devem ser feitas até a estreia do novo chip.

Continua após a publicidade

Seja como for, vai ser preciso aguardar pelo anúncio oficial para sabermos todos os detalhes do Exynos 2400, bem como esperar o lançamento de um smartphone equipado com o componente para termos a real dimensão da sua capacidade. Se os rumores estiverem corretos, não deve demorar muito para que isso aconteça — o Exynos 2400 deve ser usado no Galaxy S24 e no Galaxy S24 Plus em algumas regiões do mundo.

Samsung mostra "zoom sem perdas" de 4x

Junto ao processador, a Samsung System LSI demonstrou mais algumas novidades que possivelmente podem estar presentes no Galaxy S24. Uma das mais chamativas foi o "Zoom Anyplace", tecnologia que combina algoritmos robustos de IA com a alta resolução dos sensores de 200 MP da marca para oferecer "zoom sem qualquer perda de qualidade" de até 4x. O aspecto mais interessante é que há rastreamento de movimento integrado, e captura simultânea sem zoom, registrando o momento por completo.

Continua após a publicidade

Além disso, a próxima geração do modem de redes móveis da empresa foi demonstrado, trazendo não apenas a tecnologia de Narrowband IoT (NB-IoT), padrão para dispositivos inteligentes com banda mais limitada para otimizar o consumo, como ainda suporte às redes 5G NTN (Non-Terrestrial Network, ou Rede Não Terrestre, em tradução livre), cujo diferencial é a comunicação bidirecional via satélite.

A infraestrutura será baseada em uma parceria com a Skylo, mesma companhia que oferece os serviços de rede NTN para a Motorola e MediaTek. Considerando que os rumores já apontavam para a adição do recurso no Galaxy S24, o anúncio é um reforço para essa possibilidade. Mais detalhes devem ser divulgados até o lançamento da nova geração de topos de linha da Samsung, que pode acontecer antes do esperado, em janeiro de 2024.