Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Novos Google Pixel 8 trazem carregamento de maior velocidade

Por| Editado por Wallace Moté | 05 de Outubro de 2023 às 10h51

Link copiado!

(Imagem: Reprodução/Google)
(Imagem: Reprodução/Google)

Anunciados nesta quarta-feira (4), os novos Google Pixel 8 e Pixel 8 Pro trazem um número significativo de melhorias, do processamento às câmeras. Outra novidade bem-vinda que pode ter passado despercebido pela maioria dos usuários é o carregamento, que chegou com potência maior que a geração anterior. Apesar de se tratar de um upgrade modesto, com aumento máximo de 7 W, a modificação pode indicar que os tempos de recarga dos lançamentos deve ser reduzidos de forma perceptível.

Desde a chegada da família Pixel 6 em 2021, o Google iniciou as vendas de um adaptador oficial de 30 W — nenhum dos smartphones da marca traz carregador na caixa. Apesar disso, tanto a linha Pixel 6, quanto os mais recentes Pixel 7 não tiravam máximo proveito do acessório. Os modelos mais simples das duas gerações estavam limitados aos 21 W, enquanto as variantes Pro chegavam um pouco além, atingindo os 23 W.

Com a estreia dos novos Pixel 8, esse cenário finalmente foi aprimorado, ainda que não da forma que muitos esperavam. Ao utilizar um carregador de alta potência, o Pixel 8 pode carregar em 27 W, enquanto o Pixel 8 Pro pode aproveitar o limite de 30 W. Dito isso, é importante lembrar que ambos não manterão a velocidade máxima durante todo o carregamento: haverá reduções quando os dispositivos atingirem 50%, com o objetivo de proteger a bateria.

Continua após a publicidade

Outro ponto válido de se considerar é que essas capacidades são muito menos robustas que as vistas em outros smartphones Android de categoria similar, com telefones da Xiaomi, Realme e até Motorola e Samsung ultrapassando com facilidade os 45 W, 68 W ou mesmo assustadores 200 W. Mesmo assim, os picos mais elevados sugerem que o tempo total de recarga deve ser perceptivelmente menor que o das gerações anteriores, aprimoramento sempre bem-vindo.

Além disso, os flagships do Google são compatíveis com a especificação USB Power Delivery 3.0 (PD 3.0), podendo chegar à potência máxima em qualquer adaptador compatível com o protocolo, não apenas o oficial. Mais interessante é que as velocidades permanecem as mesmas com o carregamento sem fio, algo raro de se ver — boa parte dos celulares avançados chega a apenas 15 W, apesar de haver algumas exceções.

Trazendo novo processador Tensor G3, câmeras aprimoradas e telas AMOLED de brilho mais intenso, de até 2.400 nits no modelo mais avançado, a linha Pixel 8 promete ser a realização da visão de Inteligência Artificial do Google. As novidades focam fortemente no software, embarcando um número considerado de funções alimentadas por IA generativa. Os aparelhos já estão em pré-venda no exterior por preços que partem de US$ 699 (~R$ 3.610), e infelizmente não devem ser trazidos ao Brasil.

Fonte: via Android Headlines