Os melhores celulares para comprar em 2020

Por Diego Sousa | 08 de Agosto de 2020 às 09h00
Francielle Lima/Canaltech

Pode parecer simples, mas comprar um celular não é uma tarefa tão fácil. Com cada vez mais modelos disponíveis no mercado atualmente com configurações praticamente iguais, são alguns pequenos diferenciais e, principalmente, seu preço, que pode fazer toda diferença na sua decisão.

Felizmente, o mercado “facilita” o processo de decisão dividindo os smartphones em três setores: entrada, que engloba celulares até R$ 1.000; intermediário, com preços entre R$ 1.000 e R$ 2.500; e os topos de linha, que são os mais desejados do momento. Fazendo esse balanço entre “o que preciso em um celular” e “até quanto posso pagar em um”, a escolha pode se tornar um pouco mais simples.

Se você precisa comprar um celular novo, seja para trabalhar, navegar nas redes sociais ou apenas se divertir, o Canaltech preparou um resumo das principais características que um smartphone terá de acordo com sua faixa de preço. Dividiremos nossa lista dessa maneira:

  • Melhores celulares até R$ 1.000;
  • Melhores celulares até R$ 1.500;
  • Melhores celulares até R$ 2.000;
  • Melhores celulares até R$ 2.500;
  • Melhores celulares acima de R$ 3.000.

Melhores celulares até R$ 1.000

O segmento de entrada tem sido cada vez mais procurado no mercado brasileiro por consequência da pandemia do novo coronavírus, que tornou os smartphones intermediários e topos de linha muito mais caros do que já eram. Apesar de não serem tão completos quanto os modelos, não se engane: eles são uma boa pedida para redes sociais e jogos básicos e fotos.

Motorola E6 Plus oferece duas câmeras e traseira metálica (Foto: Reprodução/Notebook Check)

Muitos smartphones dessa categoria já possuem duas câmeras na parte traseira, com alguns chegando a até três, o que deve ser mais que suficiente para tirar fotos de paisagens e de momentos em família. Além disso, eles também seguem a tendência visual do mercado com tela quase sem bordas, oferecendo ainda mais imersão na hora de assistir a filmes e jogar.

Outra característica presente nos smartphones mais básicos é a sua bateria: devido aos recursos mais simples e o processamento menos avançado, a expectativa é que os celulares fiquem mais de um dia fora da tomada, ideal para viagens e longas horas distante de uma tomada. A tendência é que esse segmento continue ganhando cada vez mais recursos de modelos mais caros e fique ainda mais interessante.

Melhores celulares até R$ 1.500

Os smartphones até R$ 1.500 já se encaixam no segmento intermediário. Eles continuam inferiores quando comparados com os modelos topos de linha, trazendo uma construção mais modesta e configurações menos potentes, mas já são equipados com câmeras de qualidade satisfatória e potência para a maioria dos jogos e aplicações.

O LG K51s é um dos melhores modelos até R$ 1.500 (Foto: Reprodução/Technologist Expert)

Aqui, por exemplo, você verá alguns celulares com três ou quatro câmeras na parte traseira que produzem fotos com ângulo de visão maior ou o famoso modo retrato — aquele efeito que “borra” o fundo das imagens. Outra característica bem chamativa nesse segmento são as telas, que são em sua maioria grandes e de qualidade bastante superior em relação aos celulares básicos, sendo mais indicadas para jogos e filmes.

Os modelos desta categoria também começam a ganhar mais opções de memória RAM e armazenamento. Na dúvida, o Canaltech recomenda celulares de, no mínimo, 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno, pois essa combinação deverá suportar mais aplicações e jogos por mais alguns anos.

Melhores celulares até R$ 2.000

Felizmente, as fabricantes viram nos smartphones intermediários a chance de oferecer aos usuários recursos e tecnologias que, até pouco tempo atrás, só eram possíveis se gastássemos mais de R$ 3.000 em um dispositivo. O que temos nessa faixa de preço são modelos que bebem da fonte dos topos de linha, mas que ainda possuem alguns cortes pontuais para justificar o preço baixo.

Motorola One Fusion é o recém-lançado da marca (Foto: Divulgação/Motorola)

O conjunto de fotográfico é o que mais recebe melhorias, com possibilidade de tirar fotos no escuro com mais qualidade ou gravação em 4K. Os modelos dessa categoria também ganham suporte à tecnologia de carregamento rápido, uma forma de carregar seu smartphone mais rapidamente, além de uma bateria ainda maior.

O visual também é algo que pode surpreender, com alguns modelos apostando em tela quase sem bordas e câmera frontal pop-up. O benefício não é só estético e oferece uma experiência multimídia sem notch ou furos na tela atrapalhando a visualização. O desempenho também se mostra mais competente nas principais tarefas do dia a dia, como navegar nas redes sociais, jogar ou tirar fotos — tudo ao mesmo tempo, sem travar.

Melhores celulares até R$ 2.500

Apenas um degrau abaixo dos topos de linha, os celulares até R$ 2.500 representam um equilíbrio quase perfeito em construção, desempenho, conjunto de câmeras, tela e recursos, ideal para a maioria das pessoas em busca de um modelo para jogar, navegar nas redes sociais e trabalhar por alguns anos.

Galaxy A71 é o principal intermediário da Samsung (Foto: Divulgação/Samsung)

Assim como os melhores celulares até R$ 2.000, essa categoria tem grandes melhorias no conjunto de câmeras, com pós-processamento mais inteligente, gravação com estabilização de imagem, modo noturno mais eficiente, efeito ‘bokeh’ mais preciso e mais opções de fotos.

Outro diferencial que vale a pena ficar de olho é em tela com painel AMOLED, presente em alguns smartphones desta faixa de preço. A tecnologia oferece cores mais saturadas e um contraste mais intenso, o que deixa a experiência de ver filmes e séries no celular ainda mais imersiva.

Melhores celulares até R$ 3.000

Se você chegou até aqui, é porque procura um celular com alguns dos principais recursos e tecnologias do mercado, mas sem gastar acima de R$ 3.000. Sabemos que essa faixa de preço já está fora de cogitação para muitas pessoas, mas, no geral, os smartphones dessa categoria devem continuar relevantes no mercado por mais alguns anos.

iPhone SE 2020 é o iPhone mais acessível da Apple (Foto: Reprodução/Magazine Luiza)

Eles se destacam principalmente pelas configurações robustas, ideais para jogar qualquer título da Play Store ou da App Store sem engasgos ou travamentos. Esses celulares também são indicados para aplicações de inteligência artificial, realidade virtual e aumentada, além de aplicativos de redes sociais e outros mais básicos, claro.

É a partir dessa faixa de preço que você também encontrará os principais celulares com visual premium e construção robusta, com resistência contra água, poeira e impactos mais leves. Em relação à reprodução de conteúdos, há modelos com definição 2K, painel AMOLED e recursos que encontramos em salas de cinema, como Dolby Vision.

As câmeras também recebem recursos muito bem-vindos para criadores de conteúdo, como gravação em 4K a 60 fps, modo de câmera lenta, modo noturno e selfies com mais definição, ideal para redes sociais.

Melhores celulares acima de R$ 3.000

O melhor do mercado tem seu preço e, infelizmente, ainda é muito alto. No entanto, se você estiver disposto a investir em um celular topo de linha, a recomendação é abrir a carteira mente e analisar qual modelo mais atende suas necessidades.

O ROG Phone 2 é o melhor smartphone gamer disponível no Brasil (Foto: Divulgação/ASUS)

Unanimidade em smartphones desta faixa de preço é a qualidade da tela. Os lançamentos deste ano já são equipados com tela de 120 Hz de frequência, que promete deixar a visualização de conteúdos mais fluida — bem semelhante aos monitores gamer. Outra característica padrão da categoria é o desempenho, com configurações que chegam a ser até melhores que um notebook.

Na prática, não há nada que você não possa fazer com eles, seja criar conteúdos, trabalhar ou assistir filmes. Em relação às câmeras, há modelos com até 108 MP de resolução, o que é mais que suficiente para tirar fotos de muita qualidade em qualquer ambiente, além de gravação em resolução 8K — não, você não leu errado.

Essa categoria também engloba smartphones exclusivamente focados em games. Sendo assim, a experiência é basicamente de estar segurando um PC gamer na palma da mão, com LEDs RGB, botões de gatilho semelhantes aos controles dos consoles e potência de sobra para todos os jogos.

Melhores promoções de celulares

Está afim de receber os melhores preços de smartphones sem precisar gastar dias ou até semanas pesquisando por eles? Então chegou a hora de conhecer o Canaltech Ofertas, nossa área especial para quem quer economizar de verdade!

Além disso, também temos grupos no WhatsApp e Telegram para facilitar ainda mais a sua vida. Cadastre-se aqui para receber ofertas diretamente no celular!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.