Os melhores celulares acima de R$ 3.000 de 2021

Os melhores celulares acima de R$ 3.000 de 2021

Por Felipe Junqueira | 26 de Fevereiro de 2021 às 16h05
Francielle Lima/Canaltech

Os celulares mais desejados do mundo são os topo de linha, que trazem tudo de melhor que cada companhia pode oferecer em um só conjunto. Infelizmente, o custo para para entregar tanta tecnologia e recursos é alto, e esses smartphones não são acessíveis.

Para quem tem orçamento liberado e quer investir tudo o que puder na melhor experiência possível, o Canaltech separou uma lista com os melhores celulares acima de R$ 3.000 para comprar no Brasil atualmente. São, de certa forma, os melhores smartphones que o dinheiro pode comprar hoje. E importante: todos eles já estão prontos para o 5G.

Alerta: fique atento à data de publicação desta matéria, pois todos os preços estão sujeitos à mudança sem aviso. Os produtos exibidos aqui são selecionados pela nossa equipe, logo, se você comprar algo, o Canaltech talvez receba alguma comissão de venda.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Motorola Edge/Edge+: primeiro do Brasil com 5G

Indicado para quem procura uma experiência definitiva da Motorola

Motorola Edge e Edge+ são os principais aparelhos da marca atualmente, e se destacam em muitas frentes. Logo no design, você dá de cara com uma tela OLED de 6,7 polegadas com laterais curvas. Além do benefício estético, as bordas possuem recursos bastante úteis, como controles de software e animações para informar quantidade de carga quando o aparelho está na tomada, por exemplo.

Além disso, ambos são equipados com uma taxa de atualização de 90 Hz, que promete deixar tanto a visualização quanto a jogatina ainda fluida. Por dentro, o Edge tradicional traz um chip intermediário premium, enquanto o Edge+ tem o chip Android mais potente disponível no Brasil. Apesar das diferenças, ambos são capazes de rodar todo tipo de jogo na Play Store.

Assim como o Galaxy S20 Ultra, o Edge+ se destaca pelo sensor de 108 MP, capaz de registrar ainda mais detalhes. Ele utiliza uma tecnologia própria da Motorola chamada Quad Pixel, que basicamente tira quatro fotos de 27 MP e as une para proporcionar quatro vezes mais sensibilidade em ambientes de baixa luminosidade. Ele também conta com os populares modos noturno, fundo desfocado e câmera lenta.

Outro destaque disponível apenas no Motorola Edge é o suporte à tecnologia 5G DSS, uma rede até 12x mais rápida que o 4G, segundo a operadora Claro. Na prática, você será capaz de baixar um jogo pesado em pouco tempo.

iPhone 12: a melhor experiência da Apple

indicado para quem procura o melhor celular com iOS

O iPhone 12 chegou em quatro versões, sendo uma inédita com tela pequena. Nessa geração, a Apple separou os celulares em dois segmentos: os iPhone 12 e iPhone 12 mini, para quem procura ter o "básico" da nova geração; e os iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max, para entusiastas da Maçã que buscam o que há de melhor no ecossistema iOS.

Os dois primeiros são praticamente o mesmo aparelho, com a diferença apenas no tamanho da tela: a versão mini tem 5,4 polegadas e a tradicional tem 6,1 polegadas. No mais, eles oferecem chipset A14 Bionic de 5 nanômetros, atualmente o mais potente do mundo, duas câmeras na traseira com suporte à gravação em Dolby Vision, e proteção Ceramic Shield, que promete ser o vidro mobile mais resistente hoje em dia.

Já as versões Pro e Pro Max do iPhone 12 oferecem uma câmera traseira extra, além de mais recursos fotográficos e mais bateria. A construção dos modelos mais potentes também são ligeiramente mais premium, com moldura em aço inoxidável.

ASUS ROG Phone 3: melhor opção para jogos

Indicado para quem procura um smartphone com recursos exclusivos para jogos

ROG Phone 3 segue o mesmo design do anterior, mas com novidades (Foto: Divulgação/ASUS)

O ROG Phone 3 é a melhor opção de celular gamer disponível no Brasil, apesar da chegada do Lenovo Legion Duel recentemente. E isso pelo simples fato de oferecer um pouco mais por um valor menor atualmente, já que tem bateria maior, de 6.000 mAh (contra 5.000 mAh do concorrente). Quando a carga acabar, é possível recarregá-lo com um carregador rápido de 30 W capaz levar o celular de 0% a 100% em pouco mais de 90 minutos.

Outra vantagem é a tela, que apesar de ser menor, com 6,59 polegadas, tem taxa de atualização de 144 Hz, a maior disponível em um celular no Brasil atualmente. O ROG Phone 3 ainda traz características robustas por fora: sua aparência é robusta, com cantos arredondados e um LED RGB customizável na parte traseira, trazendo praticamente a mesma sensação de quando você vê um setup gamer todo colorido.

Mas você perde um pouco em hardware, já que apesar de trazer o poderoso processador Snapdragon 865 Plus, também presente no Legion Duel, o ROG Phone 3 tem 8 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento. De qualquer forma, está de bom tamanho para jogar qualquer título da Play Store sem dificuldades, e o espaço é mais que suficiente para instalar bastante aplicativos.

Por ser um celular voltado para o público gamer, o aparelho ainda tem recursos específicos para ajudar a jogatina, como os Air Triggers, gatilhos que facilitam em jogos de tiro, como Free Fire e Call of Duty Mobile, e de corrida, como Asphalt 9 e Real Racing 3, principalmente. Outro detalhe é a interface, com uma central de controle que permite gerenciar todos os jogos instalados e verificar uma série de informações, como temperatura, uso do processador e armazenamento interno.

Galaxy S21 Ultra: poderoso e completo

Indicado para quem quer tudo de melhor que um celular pode oferecer

A série Galaxy S21 já está disponível no Brasil e o melhor smartphone da Samsung atualmente é o S21 Ultra. É o modelo mais avançado do trio, com algumas vantagens em bateria e câmeras, além de trazer suporte à caneta S Pen, que pode ser comprada separadamente e oferece o melhor da linha Galaxy Note agora na família Galaxy S.

O Galaxy S21 Ultra tem tela AMOLED Dinâmica 2X de 6,8 polegadas com laterais curvas, aceita resolução Quad HD e usa taxa de atualização variável de até 120 Hz. É um dos melhores displays disponíveis atualmente no mercado, com cores vivas, preto profundo e brilho alto, e tem como vantagem sobre os irmãos a possibilidade de adotar resolução maior.

Na parte de dentro ele traz o novo processador Exynos 2100, o melhor já feito pela Samsung até hoje e equiparável ao poderoso Snapdragon 875 da Qualcomm, também com suporte ao 5G. Você pode optar por uma versão com 12 GB de memória RAM e 256 GB de armazenamento ou uma com 16 GB de RAM e 512 de espaço interno. A bateria tem 5.000 mAh e o conjunto de câmeras tem uma principal de 108 MP, uma ultrawide e mais duas teleobjetivas, com possibilidade de aproximação de até 100 vezes.

E ainda tem um monte de recursos bacanas como recarga reversa sem fio, o já citado suporte à S Pen e o modo DeX para usar o celular como um computador em telas maiores. É um dos mais avançados celulares disponíveis atualmente no Brasil.

Xiaomi Mi 10T/10T Pro: melhores opções da chinesa no Brasil

Indicado para quem procura um smartphone premium com design diferente

Mi 10T mantém câmera de 108 MP do Mi 10 Pro (Foto: Divulgação/Xiaomi)

Para quem gosta de ótimos conjuntos e quer pagar um pouco menos, tem os topo de linha da Xiaomi, disponíveis tanto oficialmente, a preço bem elevado, como por meio de importadores, que vendem o produto trazido de fora a preço mais acessível no varejo nacional.

Bastante parecidos entre si, tanto o Mi 10T quanto o Mi 10T Pro contam com tela Full HD de 6,67 polegadas e taxa de atualização de 144 Hz, assim como o gamer ROG Phone 3. Na prática, isso promete animações ainda mais suaves e jogos mais fluidos. Eles também são equipados com o chipset Snapdragon 865 da Qualcomm, um dos melhores processadores Android disponíveis no mercado, com versões de 6 GB e 8 GB de RAM e até 256 GB de memória interna.

Com relação às câmeras, os dois trazem três câmeras traseiras, mas o Mi 10T conta com sensor principal de 64 MP, enquanto a versão mais potente, 108 MP. Ambos oferecem recursos premium de fotografia, como longa exposição automática, aplicação de efeitos de cor, gravação em resolução 8K e até o modo clone, que "cria" vários de você na mesma imagem.

Galaxy Z Fold 2: o dobrável poderoso

Indicado para quem gosta de novidades

O Galaxy Z Fold 2 é o celular para quem busca as mais recentes novidades no mundo da tecnologia, com tela dobrável e conjunto poderoso. Ele traz tudo de melhor que a Samsung podia oferecer em matéria de hardware no momento de seu lançamento, incluindo um ótimo conjunto de câmeras, e pode ser usado tanto como smartphone quanto como tablet.

No lado externo, ele tem tela de 6,23 polegadas, e pode se abrir para revelar um segundo display de 7,6 polegadas, com ainda mais espaço para realizar suas tarefas e taxa de atualização de 120 Hz para experiência mais fluida. Na parte de dentro, ele conta com o Snapdragon 865 Plus, 12 GB de memória RAM e opções de 256 GB ou 512 GB de armazenamento. A bateria de 4.500 mAh tem recarga de até 25 W com fio, 11 W sem fio e 4,5 W sem fio reverso.

O conjunto de câmeras também não deixa a desejar, com conjunto traseiro triplo de 12 MP na principal, ultrawide e teleobjetiva, esta última com zoom óptico de 2x. E cada tela tem uma frontal de 10 MP cada para você tirar selfies independente da maneira que optar por usar o aparelho.

Qual desses aparelhos é o seu favorito? Em qual deles você investiria uma pequena fortuna? Conte aí embaixo, nos comentários.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.