iPhone 6: veja imagens 3D baseadas no suposto modelo do novo aparelho

Por Redação | 08.04.2014 às 14:42 - atualizado em 08.04.2014 às 17:23

A sexta geração de smartphones da Apple será anunciada no segundo semestre. E os novos aparelhos da companhia não devem receber um upgrade apenas no poder de processamento, mas também podem marcar uma grande mudança no design dos futuros iPhones, que devem ficar maiores e ainda mais finos. Um dos últimos rumores, divulgado pelo site japonês Mac Otakara, mostra uma possível renderização dos novos dispositivos, indicando que eles podem vir em tamanhos de 4,7 e 5,7 polegadas.

Com base nesses desenhos técnicos, o pessoal do MacRumors pediu que o designer Ferry Passchier criasse imagens 3D realísticas para saber como poderá ser a versão final do iPhone 6. De acordo com a proposta de Passchier, o iPhone 6 teria várias diferenças em comparação com o iPhone 5S. O botão de ligar/desligar localizado no lado direito foi movido para o lado esquerdo do dispositivo, enquanto a câmera traseira seria um pouco maior que a do modelo atual, assim como seu flash.

O resultado você vê na figura abaixo:

iPhone 6

Os iPhones 6 de 4,7 e 5,7 polegadas, respectivamente (Imagem: Ferry Passchier/MacRumors)

Passchier ainda comparou os supostos novos iPhones (ao centro) com telas de 4,7 e 5,7 polegadas com o iPhone 5S (à esquerda) e o iPad mini (à direita), na imagem abaixo:

iPhone 6

iPhone 5 ao lado das renderizações dos iPhones 6 e do iPad mini (Imagem: Ferry Passchier/MacRumors)

Em todo o caso, vale lembrar que a renderização revelada pelo Mac Otakara não foi confirmada pela Apple, ou seja, não é oficial. Na semana passada, a rede social chinesa Weibo publicou na internet uma outra imagem que mostra o suposto iPhone 6 na linha de produção da Foxconn. Segundo o vazamento, o futuro aparelho poderá ter uma carcaça com as bordas um pouco mais arredondadas que o iPhone 5S. Alem disso, a imagem é semelhante a supostos desenhos técnicos dos novos smartphones da Apple divulgados recentemente pelo site Nowhereelse.

E iPhones com telas maiores definitivamente podem estar nos planos da Maçã para o futuro. Em alguns documentos apresentados pela companhia durante a batalha judicial contra a Samsung, a empresa de Cupertino reconheceu que, atualmente, "não tem o produto que os consumidores querem". A corporação se referiu a modelos de smartphones com telas gigantes e preços competitivos, abaixo dos US$ 300, uma fatia de mercado que, na opinião da Apple, continua crescendo sem parar.

Fato é que a nova geração do iPhone promete mudanças significativas para a história da Apple. Além de telas maiores, o aparelho deve um foco especial na área da saúde com a chegada do aplicativo Healthbook, previsto para ser lançado com a nova versão do sistema operacional iOS, e também funcionar em conjunto com o aguardado relógio inteligente iWatch. A expectativa é que todos esses produtos sejam anunciados no segundo semestre deste ano.