Do primeiro ao Note 20: a evolução da série Galaxy Note da Samsung

Por Matheus Bigogno Costa | 05 de Agosto de 2020 às 19h30
Tudo sobre

Samsung

Saiba tudo sobre Samsung

Ver mais

Desde 2011, a Samsung anuncia anualmente a sua linha de phablets conhecida como Galaxy Note. Apesar de severas críticas em seu lançamento, a linha de smartphones conseguiu se tornar uma das mais populares do mundo e chegou a bater recordes de vendas nos primeiros meses do lançamento.

Atualmente, a linha conta com mais de 10 modelos de celulares e, abaixo, você pode conferir um breve histórico com as características mais importantes e marcantes de cada um deles!

A evolução da linha Galaxy Note

Com a linha Galaxy Note, a Samsung pôde começar a atender uma nova demanda do mercado, lançando uma linha nova de phablets. Phablet, nada mais é, do que a junção das palavras “phone” e “tablet”.

Este termo foi criado para designar dispositivos com telas sensíveis ao toque que possuem um display com mais de 5,5 e menos de 7 polegadas. Estes dispositivos também são conhecidos por reunir recursos de um celular aos de um tablet, podendo, ou não, incluir uma caneta stylus.

Galaxy Note: uma aposta alta

Anunciado na IFA 2011, em Berlim, o Galaxy Note tinha um display maior do que os modelos anunciados naquele mesmo ano. Com 5,3 polegadas, o primeiro Note sofreu severas críticas por conta do seu tamanho considerado gigante para a época.

Apesar das críticas, o Galaxy Note foi um sucesso de vendas (Imagem: Divulgação/Samsung)

Por outro lado, o dispositivo recebeu inúmeros elogios devido à tecnologia Stylus de sua caneta intitulada S Pen.Mesmo dividindo opiniões, o phablet vendeu mais de milhão de unidades em apenas dois meses, de acordo com números da Samsung.

Galaxy Note 2: melhorias na S Pen

O segundo modelo da linha foi anunciado na IFA 2012, trazendo melhoras significativas no hardware e um aumento da tela para 5,5 polegadas. A S Pen foi revisada, trazendo novos gestos e maior precisão em comparação com a geração passada.

O grande sucesso da linha continuou com o Galaxy Note 2 (Imagem: Divulgação/Samsung)

O sucesso do phablet foi tanto que, em pouco mais de um mês, foram vendidas mais de três milhões de unidades, superando os números da versão anterior.

Galaxy Note 3: design mais premium

O Galaxy Note 3 foi anunciado na IFA 2013, trazendo um visual mais consistente, tela de 5,7 polegadas e revestimento em plástico que imitava couro na parte traseira, o que não agradou muitos fãs da série.

Além do sucesso de vendas, o celular também foi um dos primeiros a ter um aumento generoso na capacidade da memória RAM.

Galaxy Note 4: câmera 2K

O Note 4 foi anunciado na IFA 2014 e não trouxe muitas mudanças em relação ao modelo anterior. O tamanho da tela continuou sendo 5,7 polegadas e, na parte traseira, o modelo continha uma nova versão do plástico que imitava couro.

A S Pen, no entanto, passou por melhorias, se tornando mais sensível e aumentando sua precisão. Já o celular passou a vir equipado com um leitor de impressão digital e foi o primeiro smartphone da Samsung a introduzir a resolução 2K na sua câmera.

Galaxy Note Edge: a chegada do conceito Edge

Ainda em 2014, a Samsung surpreendeu a todos com o anúncio do Note Edge. O celular vinha com uma tela AMOLED de 5,6 polegadas e resolução QHD. O design do aparelho trouxe uma borda lateral curva que trazia novas funcionalidades à linha.

Na parte curva da tela, era possível encontrar uma barra de tarefas e atalhos, que tinha foco em melhorar a produtividade dos usuários. No entanto, o alto valor cobrado pelo dispositivo fez com que ele não tivesse um número alto nas vendas, como era esperado pela Samsung. O ponto positivo desse modelo foi a tendência Edge que foi explorada exaustivamente nos anos seguintes em vários modelos premium da fabricante.

  • Review do Samsung Galaxy Note Edge

Galaxy Note 5: notas com a tela desligada

Em vez de anunciar o Galaxy Note 5 na IFA 2015 como era previsto, a Samsung resolveu antecipar o anúncio do seu topo de linha em um evento separado. Além disso, a empresa também optou por restringir as vendas ao mercado europeu.

O Note 5 permitia que os usuários fizessem anotações com a tela desligada (Imagem: Divulgação/Samsung)

De novos recursos, o celular apresentou o “Screen off memo”, que permitia os usuários escreverem por cima da tela desligada com a S Pen. Já o app de câmera fazia transmissão ao vivo diretamente para o YouTube.

Galaxy Note 7: o grande fracasso

Em 2016, novamente a Samsung optou por não anunciar o Galaxy Note 7 na IFA. Além de voltar com a série para o mercado europeu, a empresa também optou estrategicamente por pular o Note 6 e ir direto para o Note 7.

O design deste phablet trazia duas bordas curvas, o novo leitor de íris e a S Pen renovada e com proteção à prova d’água. No entanto, o dispositivo apresentou inúmeras falhas técnicas em sua bateria, causando superaquecimentos e explosões em diversos modelos ao redor do mundo.

Falhas técnicas fizeram com que o Galaxy Note 7 fosse descontinuado (Imagem: Reprodução/Canaltech)

Os modelos foram recolhidos e substituídos, mas, ainda assim, os novos sofreram incidentes semelhantes. Mediante isso, o Note 7 foi oficialmente descontinuado e os aparelhos foram novamente recolhidos.

Galaxy Note 8: o Display Infinito

O Note 8 foi anunciado em 2017 em um evento próprio chamado Samsung Galaxy Unpacked. A tela do celular era AMOLED, de 6,3 polegadas e tinha um formato chamado Display Infinito, visto pela primeira vez no Galaxy S8.

O Galaxy Note 8 incorporou o Display Infinito visto no Galaxy S8 (Imagem: Divulgação/Samsung)

O smartphone apresentou uma nova configuração de câmera com lente dupla (telefoto), vinha equipado com o leitor de íris e ainda possuía resistência à água e poeira, .

Galaxy Note 9: melhorias na inteligência artificial

Em 2018, a Samsung anunciou o Note 9 em seu evento Galaxy Unpacked. O dispositivo trouxe significativas melhorias no assistente Bixby e também passou a vir equipado com um software de IA que melhorava a experiência dos usuários ao tirar fotos.

O Galaxy Note 9 trouxe muitas inovações de inteligência artificial (Imagem: Divulgação/Samsung)

A partir deste modelo, a S Pen podia ser conectada por Bluetooth e ser usada para acessar a câmera e controlar apps e softwares, como o YouTube ou o PowerPoint remotamente.

Galaxy Note 10: versão Plus e Lite

O Galaxy Note 10 foi anunciado em 2019 no segundo Samsung Galaxy Unpacked do ano. Esta linha marca a primeira vez que a empresa oferece um modelo Plus na linha Note, com o modelo padrão tendo uma tela de 6,3 polegadas, enquanto o Note 10+ oferecia uma tela de 6,8 polegadas.

Em janeiro de 2020, a Samsung anunciou a versão Lite do modelo, também com uma tela de 6,3 polegadas, mas especificações inferiores aos outros modelos. Todos os dispositivos possuem câmera tripla, seguindo os modelos da linha Galaxy S10.

Galaxy Note 20: foco em produtividade

Durante o Galaxy Unpacked de 2020, a Samsung anunciou Galaxy Note 20 com uma tela de 6,7 polegadas e o Note 20 Ultra com uma tela de 6,9 polegadas, ambos com tela AMOLED. Além disso, os modelos possuem foco em conectividade e são compatíveis com redes 5G.

O Galaxy Note 20 tem um enorme foco na produtividade de seus usuários (Imagem: Divulgação/Samsung)

A S Pen recebeu melhorias significativas em relação a versões anteriores e também recebeu novos gestos para facilitar a navegação, como chacoalhar a caneta para fazer uma captura da tela. Com este lançamento, a Samsung visa um maior foco na produtividade dos seus usuários, com melhorias em inúmeros apps de organização.

E para você, qual o seu Galaxy Note favorito? Deixe nos comentários a sua opinião sobre essa linha premium da Samsung.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.