Saiba tudo o que a Apple anunciou no evento desta terça (12)

Por Patrícia Gnipper | 12 de Setembro de 2017 às 14h00

O evento anual de lançamentos de produtos da Maçã acaba de começar, e se você é usuário do navegador Safari, ou se usa o Edge no Windows 10, pode assistir aos anúncios ao vivo pelo streaming da Apple. Já se esse não for o seu caso, ainda assim você pode dar um jeitinho e não perder nenhuma novidade em tempo real. É só instalar o VLC e seguir as instruções deste link.

De qualquer forma, estamos acompanhando as novidades ao vivo e aqui está tudo o que foi anunciado.

O evento começou com Tim Cook subindo ao palco e fazendo uma homenagem a Steve Jobs, para, em seguida, falar um pouco sobre o novo campus da Apple, incluindo o Steve Jobs Theater, cuja inauguração está sendo marcada pelo evento desta terça-feira (12). O destaque quanto ao teatro é que as instalações funcionam 100% com energia renovável!

Apple Watch Series 3

E a primeira novidade anunciada pelo CEO da Maçã com relação a produtos foi o Apple Watch Series 3, que roda o novo watchOS 4.

A terceira geração do gadget tem um foco ainda maior em práticas fitness e de health care, com apps para praticantes de esportes e também aplicativos que monitoram a saúde do usuário, mesclando o melhor de dois mundos: o relógio inteligente e uma pulseira fitness. Quando o usuário estiver apresentando uma taxa elevada de batimentos cardíacos, sem que esteja se exercitando, o Apple Watch exibirá um alerta na tela para que a pessoa saiba o que está acontecendo.

A Maçã também decidiu criar um centro de estudos sobre o coração humano usando dados obtidos pelo Watch, e as pesquisas serão disponibilizadas para a população, além de servirem como base de estudo para o desenvolvimento de inovações tecnológicas. 

Confirmando rumores, o novo Apple Watch tem conexão celular embutida, mantendo o mesmo número de seu iPhone, sendo capaz de receber ligações e mensagens sem que o usuário esteja usando seu smartphone. Graças ao Apple Music, agora é possível ouvir até 400 milhões de músicas diretamente do relógio, também contando com a Siri para escolher a música mais adequada para o momento.

Por dentro, o gadget tem um processador de dois núcleos que tem 70% mais performance, e, pela primeira vez na história do Apple Watch, agora a Siri também fala, e não somente responde com textos. Ainda, mesmo com um processador mais potente, antena para celular e outras novidades de hardware, o relógio mantém as mesmas dimensões da geração anterior, não sendo nem maior, nem mais pesado.

Quanto às opções de acabamento, o relógio aparece nas cores dourada, prateada e “space gray”, e traz pulseiras de materiais e cores variadas para todos os gostos. O preço? O novo Apple Watch custará US$ 399 na versão com celular, ou US$ 329 na versão sem dados celulares. O novo relógio será disponibilizado no mercado a partir do dia 22 de setembro.

Apple TV

Na sequência, veio o anúncio da nova Apple TV, que chega com suporte a vídeos 4K. Duas tecnologias-chave garantem a qualidade da experiência: HDR 10 e Dolby Vision.

No telão, a Apple mostrou a diferença entre um vídeo 4K e um 4K com HDR 10

O produto traz um processador A10, o mesmo que equipa o novo iPad Pro, sendo duas vezes mais rápido do que a geração atual da Apple TV. E no iTunes, os conteúdos 4k para Apple TV custarão o mesmo preço das outras versões!

A nova Apple TV também trará games para a diversão do usuário. Um jogo chamado Sky foi demonstrado no palco, e o game pode ser jogado usando somente um dedo, com o auxílio da Siri. Multiplayer, o game pode ser jogado por até seis players ao mesmo tempo, estando eles em qualquer lugar do mundo. O Sky estará disponível exclusivamente para Apple TV, iPhone e iPad, e será lançado até o final do ano.

A última geração da Apple TV custará US$ 179, com a pré-venda começando no dia 15 de setembro, e envios a partir do dia 22.

iPhone 8 e 8 Plus

Depois de uma breve retrospectiva que nos levou ao lançamento do primeiro iPhone, há dez anos, Tim Cook falou sobre as inovações que a Apple lançou, transformando para sempre o jeito que as pessoas se comunicam por meio de dispositivos móveis, e, enfim, o primeiro novo iPhone de 2017 foi revelado.

O iPhone 8 traz câmera única em sua face traseira, enquanto o 8 Plus conta com o sistema duplo, tendência do mercado. Quanto ao design, apesar de a “carinha” do aparelho não ser lá muito diferente, ele vem construído em alumínio e vidro e tem três opções de cores: prata, “space gray” e dourado.

Enquanto o 8 tem display de 4,7 polegadas, o 8 Plus traz uma tela de 5,5 polegadas e, por dentro, ambos contam com um novo chip chamado A11 Bionic, o processador mais inteligente já usado em um smartphone, segundo a companhia. O CPU tem seis núcleos, com duas vezes mais performance e 70% mais velocidade do que o A10.

Os alto-falantes do iPhone 8 também foram aprimorados, sendo 25% mais altos e com graves mais profundos. Quanto às câmeras, os sensores são de 12 megapixels, com ângulos ainda mais amplos e maior capacidade de registrar imagens em condições de baixa iluminação. 

Quanto às câmeras, os sensores são de 12 megapixels, com ângulos ainda mais amplos e maior capacidade de registrar imagens em condições de baixa iluminação.

A câmera do iPhone 8 Plus traz um recurso chamado Portrait Lighting, que não é um filtro, mas um sistema que usa machine learning em tempo real para avaliar as condições locais de iluminação e tirar a melhor foto possível com o toque de um dedo. A captura de vídeo também é incrível, sendo que o novo iPhone analisa 2 milhões de quadros por segundo para prever os próximos movimentos, melhorando da qualidade do resultado final. É possível filmar a 240 fps, e as câmeras foram calibradas também para a realidade aumentada.

Sobre o ARKit, a Maçã exibiu ao vivo um jogo interativo em tempo real que funciona completamente no ambiente da realidade aumentada, mostrando todo o poder de sua nova tecnologia. O game estará disponível exclusivamente para o iOS 11 ainda neste mês.

Já quanto às conectividades do novo iPhone 8, além de LTE avançada e Bluetooth 5.0, o smartphone conta em sua traseira de vidro uma novidade sensacional: é possível carregar a bateria do aparelho sem fios, usando uma base própria para tal. Basta apoiar o aparelho nessa base e pronto, sua bateria será alimentada.

O novo iPhone 8 terá no mínimo 64 GB de espaço, e no máximo 256 GB, custando US$ 699. Já o 8 Plus custará a partir de US$ 799, e o novo iOS 11 estará disponível para todos os usuários no dia 22 de setembro.

iPhone X

E o aguardado iPhone X foi oficialmente anunciado, confirmando a pronúncia como “iPhone Ten” (ou “iPhone Dez”). Ele chega com o display OLED Super Retina de 5,8 polegadas de ponta-a-ponta, e o aparelho tem acabamento de vidro nas faces frontal e traseira, enquanto seu corpo foi construído em aço.

O aparelho também conta com as tecnologias Dolby Vision e HDR 10, e o botão Home físico foi oficialmente aposentado. Para desbloquear o aparelho, o usuário precisa apenas dar um toque na tela, e o acesso à tela inicial também foi alterado, bastando deslizar o dedo de baixo para cima para que a home do aparelho seja exibida.

A Siri pode ser acionada por comando de voz, como sempre, e também ganhou um botão físico na lateral do aparelho, que, agora, usa reconhecimento facial para autenticar o usuário. O FaceID conta com sensores especiais acoplados à câmera frontal do iPhone X, e o aparelho reconhece o rosto do usuário mesmo no escuro. Para quem achar a ideia estranha, aqui vai uma estatística que comprova a eficácia do FaceID: enquanto o TouchID tem uma chance de 1 em 500 mil de permitir que outra pessoa desbloqueie seu aparelho, o FaceID tem uma chance de 1 em 1 milhão disso acontecer.

Outra novidade são os Animojis, emojis que podem ser animados de acordo com os movimentos de seu rosto. São pelo menos doze emojis que podem ser animados de acordo com as expressões faciais do usuário, controlando mais de 50 movimentos.

Quanto às câmeras do iPhone X, ele traz o sistema duplo de câmeras traseiras com 12 megapixels cada, e conta com novos filtros para cores, estabilizador duplo de imagens, e o mesmo sistema de melhorias de imagens do iPhone 8, obtendo fotos mais claras e nítidas mesmo em ambientes escuros. Já a câmera frontal foi chamada de TrueDepth Camera, pois traz uma profundidade de campo ainda maior.

Por dentro, o Iphone X conta também com o novo processador A11 Bionic, bateria que dura duas horas a mais do que o iPhone 7, e também pode ser carregado sem fio, usando a mesma tecnologia de carregamento wireless do iPhone 8.

E um novo produto foi anunciado nesse momento: o novo AirPower é uma base de carregamento wireless que consegue alimentar a bateria dos novos iPhones, ao mesmo tempo emq ue carrega o novo Apple Watch e os fones AirPod. A novidade chegará ao mercado no ano que vem, e seu preço ainda não foi anunciado.

O histórico iPhone X custará a partir de US$ 999, dependendo do armazenamento interno, que pode ser de 64 GB ou de 256 GB. As pré-vendas começam no dia 27 de outubro, com envios a partir do dia 3 de novembro.

E isso é tudo, pessoal

Ficamos na expectativa de mais revelações, como novidades para o Apple Music e iTunes, por exemplo, ou ainda detalhes sobre o iOS 11 e o macOS High Sierra, que foram apresentados na WWDC. No entanto, o evento de hoje foi focado, mesmo, em produtos. Esperava-se, ainda, a revelação de um novo iPod Touch, um headset de realidade aumentada e mais detalhes sobre o HomePod, mas isso ficou de fora da apresentação.

O que você achou dos novos iPhones? E quanto ao novo Apple Watch e a Apple TV? Compartilhe sua opinião conosco no campo de comentários abaixo!