Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Doogee S98 Pro | O celular brutalmente aventureiro

Por| Editado por Léo Müller | 13 de Julho de 2022 às 09h40

Link copiado!

Review Doogee S98 Pro | O celular brutalmente aventureiro
Review Doogee S98 Pro | O celular brutalmente aventureiro
Doogee S98 Pro

O Doogee S98 Pro é um celular que causa estranheza desde o primeiro contato, mas o foco desse produto não é ser bonito, mas sim um parceiro do usuário em suas aventuras que botariam modelos mais “frágeis” em risco.

Isso porque a Doogee desenvolveu o smartphone para ser resistente a diferentes situações, principalmente em lugares ermos. Para quem acampa ou faz trilha, as ferramentas embutidas, como bússola, câmera com visão noturna e térmica são apenas alguns elementos complementares para a usabilidade.

Mas será que o Doogee S98 Pro oferece algo além de alta resistência em seu aspecto bruto? Confira a minha opinião na análise completa.

Continua após a publicidade

Confira o preço atual do Doogee S98 Pro

Design robusto do Doogee S98 Pro

Como eu já disse no início da análise, o corpo do Doogee S98 Pro é muito pesado e robusto, mas isso tem uma série de justificativas plausíveis. Entre elas está a mescla entre o plástico, o metal e o emborrachado que são os materiais usados na estrutura do produto com o intuito de dar a firmeza equivalente à promessa da marca.

As laterais do celular possuem um plástico mais espesso que permite uma proteção maior a ele em caso de queda. À direita, estão os botões de controle do volume, o leitor de digitais e uma tecla para ligar ou desligar o celular.

Em uma geração de smartphones com sensores embutidos no power para tornar o uso do botão híbrido e reduzir o trabalho com a administração do espaço interno do aparelho, não faz muito sentido o S98 Pro ter duas teclas com funções diferentes que poderiam ser mescladas.

Continua após a publicidade

À esquerda, está a gaveta tripla para o uso de dois chips de operadora em conjunto com o cartão de memória microSD, todos em slots independentes. Além disso, há um botão com funções configuráveis e é um dos mais úteis em locais ermos, pois traz as seguintes opções implementáveis:

  • SOS
  • Bússola
  • GPS
  • Rádio FM
  • Lanterna
  • Contato de emergência

Além do celular, a fabricante chinesa fornece uma chave na embalagem do produto. Esse acessório serve para abrir a gaveta de chips e o compartimento com a entrada USB-C para recarga.

Apesar de parecer algo desnecessário, essa trava excessiva é para evitar que a água entre no smartphone quando ele estiver submerso, pois ele tem certificação IP68. Isso também explica a ausência de uma entrada para fones de ouvido.

Continua após a publicidade

Algo que eu achei estranho foi a Doogee enviar uma capa protetora para o verso do celular. Isso é meio controverso, porque o S98 Pro é fabricado para ter uma alta resistência física, e isso faz com que o uso de uma case nele não faça sentido.

Além do mais, esse acessório não garante nenhuma camada adicional de segurança para o produto, pois não tem uma película de acrílico que poderia criar um “escudo” contra arranhões nas lentes e sensores do equipamento. Logo, considero essa capinha desnecessária.

Tela

Continua após a publicidade

O painel utilizado no Doogee S98 Pro é LCD, mas a visibilidade das informações é bem agradável por existir um recurso de melhoria da saturação nas configurações. Obviamente, não dá para comparar com displays mais avançados, mas a tela é boa o suficiente para quem deseja ver o conteúdo sob a forte luz solar.

Em relação ao tamanho, são 6,3 polegadas em resolução Full HD+ e não possui taxa de atualização superior a 60 Hz. Isso é um ponto negativo para um produto que poderia competir com dispositivos que possuem outras propostas de uso e tela com frequências superiores, com 90 Hz e 120 Hz.

O notch em gota ajuda a cortar um pouco do espaço que poderia ser aproveitado com outro tipo de entalhe, e o excesso de bordas pode desagradar quem está acostumado com modelos que possuem o formato Max Vision.

Continua após a publicidade

Configurações e desempenho

A respeito da velocidade, o S98 Pro tem o chipset MediaTek Helio G96 como “comandante” da performance. Essa é a plataforma mobile 4G mais poderosa da empresa, pois os outros modelos de hardware — da linha Dimensity — já estão prontos para a conexão 5G.

O MediaTek Helio G96 é um chip de 2021 e chega a ser surpreendente ver uma empresa que está investindo em celulares com foco no público aventureiro se preocupar em manter o aparelho com uma plataforma atualizada, mesmo sem ter a tecnologia mais recente de rede móvel.

Continua após a publicidade

Apesar de o Doogee S98 Pro ter entrada para cartão de memória, será difícil o usuário se preocupar com espaço, pois são 256 GB de armazenamento interno, bem como 8 GB de memória RAM para garantir a potência necessária na navegação entre os recursos diferenciados do produto.

No uso geral, eu gostei bastante do aparelho. Entretanto, não dá para criar expectativas de estar usufruindo da performance de um modelo topo de linha, mas sim de um bom intermediário premium.

Por ele ter uma interface menos customizada do que as versões de smartphones chineses presentes no mercado, o S98 Pro dá uma experiência de uso próxima da alcançada nos modelos Moto G mais avançados.

Continua após a publicidade

Uma informação simples, mas importante, é que o celular já vem atualizado com o Android 12, e isso é mais um indício de que a Doogee se preocupa em proporcionar uma experiência de qualidade ao público — por mais que não se saiba quando ou mesmo se o aparelho será atualizado para futuras versões da plataforma.

A longo dos testes padrão de benchmark, o aplicativo 3D Mark mostrou que o Doogee S98 Pro fez 1.153 pontos no Wild Life e 325 pontos no Wild Life Extreme. Já no Geekbench, os registros foram de 497 pontos em single-core e 1.729 pontos em multi-core no modo CPU e 1.414 pontos na versão Compute. Na prática, isso o coloca em um patamar de desempenho bem próximo do visto no Moto G71 e Moto G52.

Câmera

Continua após a publicidade

O Doogee S98 Pro possui duas câmeras traseiras, sendo a principal de 48 MP e a secundária de 20 MP. No sensor maior temos uma qualidade de foto equilibrada para um modelo intermediário, mas não surpreende e vai demandar um cuidado do usuário na hora de fotografar, pois, dependendo do ângulo da iluminação, pode ser que o céu fique um pouco estourado.

Já a secundária permite que imagens e vídeos sejam executados em um formato diferente do usual, no qual dá para ter elementos que se camuflam facilmente na escuridão, como animais selvagens. Ela funciona muito bem, porque consegue compensar perfeitamente a falta de luz no ambiente e ter uma dinâmica de captura parecida com câmeras de segurança.

O módulo traseiro tem apenas duas câmeras, mas existe também um sensor focado em fazer a análise térmica do ambiente pelo app InfiRay. O mais legal é que dá para combinar a câmera com visão noturna esse sensor térmico em algumas situações.

Continua após a publicidade

Por exemplo, caso você esteja na floresta realizando uma caça ou até mesmo curtindo um dia atípico om os amigos e consiga captar um animal deitado, o sensor térmico permite saber se ele está apenas dormindo ou foi abatido.

Selfie

A câmera frontal do S98 Pro é de 16 MP, mas existem grandes problemas nesse sensor. As fotos não possuem uma constância na iluminação e definição de cores, pois algumas imagens saem com as colorações próximas da realidade e outras mais azuladas.

Continua após a publicidade

Já a respeito da nitidez, não existe. Muitas informações são adicionadas nas fotos pelo pós-processamento e isso dá um aspecto de “pintura” para a imagem. O modo retrato é acionado via software, e erra pouco.

Sistema de som

O sistema de som do Doogee S98 Pro conta com apenas um alto-falante em sua parte inferior. A reprodução do áudio é abaixo do esperado e não apresenta nenhum destaque em comparação com outros celulares.

Os médios estão mais marcantes, mas o agudo e o grave fazem um pouco de falta para darem sentido ao som.

Bateria e carregamento

Quando o assunto é bateria, o Doogee S98 Pro tem uma bateria de 6.000 mAh. Essa capacidade pode ser a melhor opção para quem deseja ficar com o celular longe das tomadas, pelo menos essa é a promessa teórica.

Na prática, o teste de reprodução de conteúdo na Netflix ao longo de 3 horas — com o brilho da tela em 50% —, mostrou que o celular conseguiu um consumo de 14% da sua carga. Isso significa que a drenagem completa da bateria pode demorar até 21 horas para acontecer.

Esse gasto é apenas uma estimativa, mas é impossível não se questionar a respeito do uso em aventuras reais. Afinal, é muito costumeiro se passar mais de 2 dias acampando ou efetuando outras atividades no campo.

Será mesmo que o Doogee S98 Pro com o consumo energético de celular intermediário premium vai conseguir segurar dois dias de uso, mesmo sem as distrações fornecidas pelo acesso à internet, como mensageiros e aplicativos de vídeos verticais?

Na minha opinião, não. E para quem depende de um smartphone robusto como esse rotineiramente, seria melhor se a bateria seguisse o ritmo do corpo do aparelho e proporcionasse o dobro dessa quantidade de energia presente no dispositivo. Afinal, é melhor sobrar do que faltar!

Concorrentes diretos

O fato de o Doogee S98 Pro pertencer à uma categoria focada em celulares resistentes faz com que as opções que competem diretamente com ele no mercado mobile sejam poucas. Atualmente, o principal concorrente desse smartphone é o Ulefone Power Armor 14 Pro.

Esse celular possui o seu desempenho um pouco abaixo do S98 Pro, mas ele consegue ser superior em características pontuais, como é o caso da bateria de 10.000 mAh. Como eu disse anteriormente, uma capacidade igual ou superior a isso pode significar a liberdade energética que o usuário precisa para ficar dias sem se preocupar com tomadas.

A tela dele é maior — 6,5 polegadas —, tem entrada para fone de ouvido e o botão power tem o funcionamento híbrido focado em biometria. Entretanto, a falta de uma visão noturna e o sensor de temperatura criam uma barreira para quem precisa desse tipo de funcionalidade continuamente.

Entretanto, o preço próximo de R$ 1.200 pode fazer sentido para quem só está em busca de um smartphone com boa resistência física, mesmo considerando as taxas alfandegárias.

Conclusão

O Doogee S98 Pro é um celular que só faz sentido para o usuário que está interessado em ter um produto que alinha a robustez do design aventureiro com as funcionalidades embutidas nos sensores complementares.

A visão noturna é realmente uma opção atrativa e útil para ambientes escuros, e, alinhada com a câmera térmica, dá para alcançar uma usabilidade muito interessante, mas só tem serventia real para quem trabalha em lugares ermos ou curte passar dias no campo em busca de aventuras em acampamentos ou trilhas.

Porém, tirando esses poucos pontos positivos, ele está presente em um mercado extremamente competitivo, e a falta de inovação faz com que o smartphone fique muito abaixo de outros modelos da mesma categoria de configuração de hardware.

Considerando o preço médio de R$ 2.300 e o fato de a sua compra só poder ser feita via importação, talvez a aquisição desse produto não faça sentido. Além disso, é preciso somar o valor da taxa, que pode variar entre um preço aproximado de R$ 300, ou, se a Receita Federal quiser, aplicar a regra dos 60% sobre o valor do produto.

Assim, seu preço pode se equiparar a modelos melhores, mas que não possuem alta resistência nem outras funções exclusivas do Doogee S98 Pro, como é o caso de qualquer intermediário premium comercializado no Brasil, ou, para ser mais exata, o Poco X3 Pro.

Gostou do Doogee S98 Pro? Então veja o melhor preço dele no momento pelo link abaixo!