Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Review Alienware Aurora R15 | PC gamer premium feito no Brasil

Por| Editado por Léo Müller | 30 de Maio de 2023 às 12h56

Link copiado!

Review Alienware Aurora R15 | PC gamer premium feito no Brasil
Review Alienware Aurora R15 | PC gamer premium feito no Brasil

Como prometido durante a BGS 2022, a Dell lançou no Brasil seus computadores gamer premium da linha Alienware. Os PCs Alienware Aurora R15 estão disponíveis em quatro combos pré-montados e com valores fixos até o dia 30 de maio. Posteriormente, a empresa vai permitir a personalização dessas configurações no ato da compra.

O Alienware Aurora R15 possui variantes com gabinete com lateral transparente (clear) e sólida. São duas configurações para cada tipo de gabinete. Os dois PCs mais simples acompanham um mouse e um teclado. Já os dois PCs mais potentes vêm com um monitor de 360 Hz. Todos os periféricos são da Alienware.

Eu testei o modelo mais parrudo do Alienware Aurora R15, equipado com um Intel Core i9-13900K e uma Nvidia GeForce RTX 4070 Ti. Se você quiser saber tudo sobre o PC gamer da Alienware, confira os detalhes sobre essa super máquina no decorrer do texto.

Continua após a publicidade

🛒 Você encontra PCs e notebooks gamer com o melhor preço no Canaltech Ofertas!

Design, construção e conectividade

O Alienware Aurora R15 que eu testei é equipado com o gabinete com lateral transparente, que tem tampa em acrílico, assim como a tela frontal. Esse gabinete tem um design exclusivo da marca, com linhas arredondadas e sistema de iluminação RGB. A iluminação RGB se concentra na frente do gabinete, e também internamente.

Continua após a publicidade

Há uma fita de LEDs dentro do case e mais luzes sobre a bomba do watercooler, na ventoinha traseira, na lateral da placa de vídeo e no logotipo interno da Alienware, que fica voltada para o lado de fora.

As entradas de ar são bem amplas, e ficam localizadas na frente e na lateral do gabinete. Elas são essenciais para a eficiência do sistema de refrigeração da máquina. Já as saídas de ar ficam concentradas na parte traseira – e traseira superior – do gabinete e funcionam muito bem. O problema é que não há filtros de poeira nas entradas de ar, e isso deve impactar negativamente na manutenção do PC a longo prazo.

Continua após a publicidade

No entanto, a Alienware optou por uma estratégia diferente em relação à abertura do gabinete. Ao invés de lacrar o case para evitar danos aos componentes, ela criou um sistema de abertura muito simples, que depende da soltura de apenas um parafuso.

Com relação ao material do gabinete, ele possui chassi externo todo feito em plástico, na cor grafite, que parece de alta qualidade. Esteticamente falando, o design chama muito a atenção e passa a sensação de bom gosto. O gabinete não possui pés, sendo que toda a sua base serve de apoio sobre a mesa.

Continua após a publicidade

Sobre conectividade, o Aurora R15 oferece uma boa gama de portas físicas bem distribuídas sobre o gabinete, além de conexão sem fio de alta velocidade. Confira a lista completa de conexões da máquina:

Na frente:

  • 1 saída para fones de ouvido do tipo P2 (3,5 mm);
  • 3 USB-A 3.2 1ª gen (uma delas é energizada);
  • 1 USB-C 3.2 2ª gen (energizada).
Continua após a publicidade

Atrás:

  • 1 RJ45 para rede cabeada;
  • Áudio de 7.1 canais com entrada digital SPDIF (TOSLINK) e SPDIF (coaxial);
  • 2 USB-C 3.2 2ª gen;
  • 4 USB-A 2.0;
  • 2 USB-A 3.2 1ª gen;
  • 3 portas DisplayPort e 1 porta HDMI (em todos os modelos de placas de vídeo);
  • Wi-Fi dual-band (2,4 e 5 GHz) / Wi-Fi 6E AX1675, 2x2, 802.11ax, MU-MIMO;
  • Bluetooth.

Monitor Alienware AW2523HF

Continua após a publicidade

Duas das configurações padrão do Aurora R15 acompanham o monitor Alienware AW2523HF. A empresa optou por um modelo com resolução Full HD com taxa de atualização de 360 Hz, que deve fazer a alegria dos jogadores mais aficionados por games competitivos.

  • Tecnologia do painel: Fast IPS;
  • Tamanho: 25 polegadas;
  • Relação de aspecto: 16:9;
  • Resolução: Full HD (1920 x 1080 pixels);
  • Brilho: 400 nits;
  • Taxa de atualização: 360 Hz;
  • Tempo de resposta: 0,5 ms (GtG);
  • Recursos extras: VESA Adaptive-Sync, AMD FreeSync Premium e gama de cores de 99% (sRGB);
  • Conectividade: 2 HDMI, DisplayPort 1.4, USB 3.2 gen 1 downstream com carregamento de bateria, 3 USB 3.2 gen 1, USB 3.2 gen 1, saída P2 para fones de ouvido, saída de linha de áudio e trava de segurança (padrão Kensington).

Com gama de cores de 99% no padrão sRGB, taxa de atualização de 360 Hz, sistema de mira e tempo de resposta de apenas 0,5 ms, o Alienware AW2523HF é uma das melhores opções de monitores gamer para combinar com um PC tão potente.

Continua após a publicidade

O painel Fast IPS tem ótima fidelidade de cores e ótimos níveis de brilho e contraste. Além disso, o ângulo de visão é excelente. Isso significa que a imagem possui boa qualidade, com cores fiéis e vibrantes, mesmo quando a tela é observada de lado ou inclinada. Sendo assim, se o usuário quiser aproveitar o monitor para assistir a filmes e séries, terá uma ótima experiência visual.

Outro destaque do Alienware AW2523HF é sua alta capacidade de conexões. É o monitor mais completo nesse departamento que eu já testei. Adicionalmente, o modelo oferece boa ergonomia, com ajustes de altura, inclinação e rotação, além da compatibilidade com furação VESA para montagem na parede ou em um suporte personalizado. O monitor ainda conta com um suporte retrátil para acomodar o headset.

A construção do monitor Alienware AW2523HF é de boa qualidade e seu design é bem minimalista na parte da frente, o que ajuda o usuário a focar no conteúdo exibido na tela. A base com formato hexagonal não toma muito espaço na mesa, ao passo em que mantém o monitor bem estável.

Continua após a publicidade

O monitor Alienware AW2523HF é a “menina dos olhos” de muitos jogadores devido à sua altíssima taxa de atualização e recursos avançados, como os perfis pré-configurados para consumo de conteúdo especializado.

No meu caso, apesar de ter gostado muito desse monitor, senti falta de uma opção com resolução 4K. Acredito que há outros usuários – mesmo gamers – que já fazem questão de uma tela com densidade de pixels acima de 1080p.

Teclado Alienware AW510K

Continua após a publicidade

A Dell também nos enviou o teclado Alienware AW510K, que acompanha – juntamente com o mouse AW320M – duas das configurações pré-montadas do Aurora R15.

  • Formato: 100% (com pad numérico);
  • Layout de teclas: americano;
  • Switches: Cherry MX Red;
  • Perfil: baixo com teclas flutuantes;
  • Teclas especiais: multimídia e botão de volume;
  • Conectividade: cabo USB-A;
  • Dimensões: 2,94 x 46,7 x 15,6 cm (AxLxP);
  • Peso: 910 gramas;
  • Recursos extras: antighosting, memória integrada, funciona como hub USB.

O Alienware AW510K é um teclado mecânico de perfil baixo, equipado com switches Cherry MX Red. O modelo do tipo 100% também possui design exclusivo da linha Alienware, que foge do convencional ao apresentar um visual robusto, mas sem ser grandalhão demais.

Continua após a publicidade

O teclado é facilmente reconhecível, já que tem laterais semipontiagudas e uma barra com o logotipo da Alienware próxima à barra de espaço. A iluminação RGB está presente e é personalizável, assim como outros atributos do acessório, como a programação de macros e atribuições de teclas.

Há ainda outros recursos avançados, como antighosting, memória interna para o armazenamento de configurações e uma entrada USB-A, pois ele funciona como um hub USB, além de teclas multimídia dedicadas e um botão rolável para ajuste de volume.

A Dell também pensou em alta durabilidade quando desenvolveu o teclado Alienware AW510K. O cabo do dispositivo possui revestimento reforçado com uma malha de tecido muito bem construída. Além disso, os switches Cherry MX garantem até 50 milhões de cliques sem perda de qualidade e precisão.

O teclado Alienware AW510K oferece alto desempenho para os jogadores mais exigentes, mas é possível que alguns tenham dificuldade para se acostumar com o layout das teclas, que é americano, e não ABNT2.

De resto, eu curti muito o teclado, que é bonito e muito confortável. Quem precisa de agilidade para jogar vai curtir muito os switches vermelhos que equipam o dispositivo.

Mouse Alienware AW720M

O mouse Alienware AW720M possui resolução máxima de 26.000 DPI e sensores com aceleração máxima de 50 G. O modelo é focado no alto desempenho e possui conexão tripla, podendo ser usado via dongle wireless USB-C de 2,4 GHz, Bluetooth 5.1 ou cabo USB com encaixe magnético.

  • DPI: máximo de 26.000;
  • IPS: Até 650 polegadas por segundo;
  • Aceleração: 50 G;
  • Conectividade: Cabo USB, wireless 2.4 GHz (dongle USB-C) e Bluetooth 5.1;
  • Botões: 8, todos personalizáveis;
  • Comprimento do cabo: 2 m;
  • Dimensões: 3,81 x 6,1 x 12,4 cm (AxLxP);
  • Autonomia da bateria: até 140 horas via Wi-Fi de 2,4 GHz e até 420 horas via Bluetooth;
  • Peso: 89 gramas.

O usuário decide como utilizar o mouse, podendo alternar entre em uma conexão de altíssima velocidade e baixa latência, uma conexão sem fio de baixo consumo energético – para tarefas gerais – ou uma conexão cabeada, para máximo desempenho (ou caso a bateria esteja descarregada).

O mouse possui design clássico, ambidestro, com quatro botões nas laterais, sendo dois de cada lado. Ao todo, são oito botões programáveis, sendo que o scroll também é ajustável. O desenho do mouse permite que qualquer usuário consiga utilizar todos os seus recursos sem prejuízo devido à troca de mão.

Apesar de ter um mecanismo avançado, com tecnologia de detecção óptica de movimentação e switches de precisão aprimorada, o mouse Alienware AW720M é extremamente leve e confortável. O acessório pesa menos de 100 gramas e possui laterais com superfície texturizada para aumentar a aderência na pegada. O dispositivo também esbanja durabilidade ao oferecer vida útil de até 70 milhões de cliques.

Esteticamente, o mouse é bem estiloso. Na parte superior, bem na área de encaixe com a palma da mão, fica localizada a logomarca da Alienware. O dispositivo também possui iluminação RGB, que pode ser personalizada por meio do software.

Eu curti muito pelo fato de ele ser leve, mas confesso que um sistema de pesos extras faria sentido, já que nem todo jogador curte mouses tão leves.

Outro destaque desse modelo é em relação à conectividade. Ter três opções de conexão para usar o mouse é simplesmente libertador. Sem falar que até a conexão via cabo é uma alternativa prática, já que o encaixe é magnético. E com uma carga de apenas 5 minutos temos autonomia de 20 horas para usá-lo sem fio.

Configuração e desempenho

O modelo do Alienware Aurora R15 que eu testei é equipado com o processador Intel Core i9-13900K e uma placa de vídeo GeForce RTX 4070 Ti. Essa combinação oferece poder de fogo suficiente para rodar qualquer jogo da atualidade, ainda mais em Full HD, que é a resolução do monitor que acompanha o pacote.

  • Processador: Intel Core i9-13900K (24 núcleos e 32 threads);
  • Memória RAM: 32 GB DDR5 4800 MHz;
  • Armazenamento: SSD NVMe M.2 de 1 TB PCIe 4.0 x4;
  • Placa de vídeo: GeForce RTX 4070 Ti 12 GB GDDR6X;
  • Sistema operacional: Windows 11 Home.

Eu já testei o i9-13900K em outra oportunidade e o processador está entre os melhores modelos do mercado na atualidade, seja para jogos ou trabalho, incluindo a execução de tarefas pesadas. É claro que, para tirar total proveito do desempenho da CPU, o usuário precisará ter um sistema de refrigeração de alto nível.

Fora o processador, o Alienware Aurora R15 é equipado com peças personalizadas pela marca. Um exemplo disso é a placa-mãe do PC. A Dell afirma que a peça possui um sistema de regulagem de tensão com 12 fases, o que permite que o usuário extraia ainda mais desempenho por meio de overclocking.

Eu não cheguei a fazer overclocking na máquina para testá-la quanto ao desempenho extra, mas pude reparar que o sistema de refrigeração montado sobre os VRMs é bem simples, ao menos quando comparado aos de placas-mãe superavançadas, geralmente indicadas para um chip do nível do i9-13900K.

A placa-mãe, assim como os módulos de memória RAM, possui uma estética datada, como a que víamos em computadores mais antigos. Os pentes de memória não possuem dissipadores, muito menos iluminação RGB.

E a placa-mãe não conta com chapas de alumínio para esconder ou proteger os circuitos mais críticos. Outro detalhe é que há apenas dois slots para memória RAM.

Já a RTX 4070 Ti também possui um visual simples, com o logotipo do modelo em LEDs luminosos, que fica na lateral da placa. Ela não aparece muito, já que a furação do painel de acrílico (entradas de ar) esconde parte do componente.

Para falar especificamente do desempenho do Alienware Aurora R15, eu vou apresentar os dados de alguns benchmarks sintéticos – e também com jogos, – que eu realizei com a máquina. Mais adiante, eu comento sobre a relação entre desempenho atingido do hardware em relação ao sistema de refrigeração do PC.

Note que nos testes que realizam benchmarking de gráficos acima da resolução padrão do monitor usado no setup, o resultado do teste não é alterado.

Cinebench R23

O Cinebench R23 mede o desempenho do processador especificamente, tanto em singlecore quanto em multi-core. Esses dados são interessantes para que o usuário possa comparar o desempenho de vários chips, ou do mesmo chip em diferentes setups.

O Alienware Aurora R15 fez 2.220 pontos em single-core e 32.627 pontos em multicore. Essa pontuação está abaixo da média para um processador como o i9-13900K, pois o mais comum é que essa CPU atinja mais de 36 mil pontos em multicore. Eu já testei o chip em outra ocasião e cheguei perto dos 36 mil pontos, mesmo com perda de desempenho devido à alta temperatura. Nesse caso, eu havia utilizado um watercooler de 360 mm.

PCMark 10

O PCMark 10 é um software da UL Solutions, a mesma desenvolvedora do pacote 3DMark. Esse aplicativo faz uma série de testes sintéticos, que simulam o uso real do computador em diversas situações, como videoconferências, abertura de apps, navegação web, criação de conteúdo digital, edição de vídeos e imagens, e até em jogos.

Nesse teste, o Alienware Aurora R15 mostra que tem poder de processamento comparado ao de estações de trabalho adequadas para realizar tarefas pesadas. O PC fez mais de 12 mil pontos no geral. Em categorias distintas, ele apresentou pontuação parecida com a de um setup equipado com um Ryzen 9 7950X e uma RTX 3090, que oferece desempenho semelhante.

Fire Strike Ultra

O Fire Strike Ultra mede o desempenho da máquina em jogos baseados no DirectX 11, executados na resolução 4K (2160p). O Alienware Aurora R15 fez 13.573 pontos no geral, sendo 13.230 pontos no teste gráfico e 41.247 no teste de física.

Nesse teste, o i9-13900 fez uma pontuação relativamente baixa, já que setups com o mesmo processador podem ultrapassar a marca dos 46 mil pontos no teste de física.

Time Spy

O Time Spy mede o desempenho da máquina em jogos baseados no DirectX 12, executados na resolução 2K (1440p). O Alienware Aurora R15 fez 21.679 pontos no geral, sendo 22.942 pontos no teste gráfico e 16.528 no teste de CPU.

Nesse teste, a RTX 4070 Ti repetiu o bom resultado, mas o i9-13900K também ficou abaixo do esperado. Geralmente, o processador faz mais de 20 mil pontos no teste de CPU.

Time Spy Extreme

O Time Spy Extreme repete o mesmo teste que o Time Spy, mas na resolução 4K (2160p). Nesse teste, o Alienware Aurora R15 fez 11.047 pontos no geral, sendo 10.928 pontos no teste gráfico e 11.780 no teste de CPU.

Nesse teste, a RTX 4070 Ti também pontuou como esperado, de acordo com os dados que coletei pela internet. Já o i9-13900K, apesar de ter marcado a mesma pontuação observada em outros setups, poderia ter ido além dos 13 mil pontos. Essa variação de desempenho do processador – no mesmo teste – tem relação com o esquema de energia adotado para a máquina testada. Isso será explicado com mais detalhes mais adiante.

CrystalDiskMark

Já o CrystalDiskMark mede o desempenho do SSD da máquina, indicando as velocidades de leitura e escrita, assim como as de acesso randômico. Os resultados obtidos comprovam que o SSD do Alienware Aurora R15 tem performance compatível com drives NVMe do padrão PCIe 4.0. As velocidades de leitura e escrita sequenciais são as mais altas que eu já observei durante um teste de SSD.

Counter-Strike: Global Offensive

Para testar o CS:GO, eu usei um dos mapas de benchmarking mais populares. O jogo foi executado na resolução Full HD e na qualidade gráfica alta padrão do jogo. Os outros parâmetros não foram alterados.

O resultado foi muito bom, com fps médio, 1% low e 0,1% low muito próximos dos números alcançados pelo setup equipado com um Ryzen 9 7950X e uma RTX 3090 que eu testei.

Shadow of the Tomb Raider

Para testar o Shadow of the Tomb Raider, eu usei a ferramenta de benchmarking integrada ao game. O título rodou em Full HD e com o Nvidia DLSS, Intel XeSS e VSync desligados. Os gráficos ficaram na qualidade “alta” e os outros parâmetros não foram alterados.

Aqui, o Alienware Aurora R15 apresentou um desempenho semelhante ao do setup equipado com um Ryzen 9 7950X e uma RTX 3090 que eu testei, mas destacando a diferença na qualidade gráfica. O outro PC foi testado com os gráficos no “médio”. É válido ressaltar que o Shadow of the Tomb Raider é um jogo antigo, e não vai apresentar ganhos significativos de FPS com hardware mais poderoso que esse.

Horizon Zero Dawn

Eu também testei o Horizon Zero Dawn em Full HD, com qualidade gráfica extrema, e o desempenho ficou dentro do esperado para o setup analisado.

Teste de stress no AIDA64

Para estressar o Alienware Aurora R15, eu usei o AIDA64. O teste foi realizado por 10 minutos, e em uma sala com a temperatura ambiente em 22º C (ar-condicionado desligado).

O teste de estresse tem o objetivo de fazer o hardware do PC trabalhar com carga máxima, para que possamos observar as temperaturas dos componentes e verificar se houve ou não perda de desempenho. Nesse caso, eu usei o AIDA64 para poder estressar a CPU, a GPU e as memórias simultaneamente.

Com isso, é possível fazer o PC gerar mais calor, simulando o uso real da máquina, como se ela estivesse rodando um jogo que faz uso intenso dos componentes principais do setup.

Neste teste houve um resultado peculiar, pois, segundo o AIDA64, o i9-13900K não apresentou perda de desempenho por causa do thermal throttling, ou seja, queda de frequência devido à alta temperatura. A CPU atingiu a temperatura máxima de 90 °C, com pico de consumo de 257 W.

Quando testei o i9-13900K em outra ocasião, o processador atingiu o pico de consumo de 320 W, com temperatura máxima de 100 °C. O interessante é que, mesmo tendo esquentado mais no primeiro teste, o chip entregou mais desempenho em multitarefa.

Outro dado interessante é que, no primeiro teste, eu usei um watercooler com radiador de 360 mm e, mesmo assim, a CPU teve ligeira queda de desempenho. Desta vez, o chip mostrou desempenho inferior, mas consistente (sem quedas), sendo que o Alienware Aurora R15 possui um watercooler de 240 mm.

Com isso, o que eu concluí é que o Alienware Aurora R15 parece sair de fábrica com uma configuração personalizada de potência para o processador. Isso implica em níveis de consumo, temperatura máxima e desempenho diferentes dos valores padrão do componente.

Isso justifica o fato de o processador não ter apresentado thermal throttling no AIDA64, mesmo usando um watercooler com radiador de apenas 240 mm. Essa estratégia permitiu à Alienware usar uma solução de refrigeração mais simples – e mais adaptável ao design do gabinete.

A respeito do sistema de regulagem de tensão com 12 fases presente na placa-mãe, e da capacidade para overclocking citado pela marca, imagino que dificilmente será possível ultrapassar as frequências padrão do i9-13900K. Isso considerando um setup com a potência máxima de operação do chip desbloqueada.

No caso do Alienware Aurora R15, o overclocking faria o chip trabalhar com frequências mais altas, mas em relação às alcançadas na própria máquina. É claro que, nessa situação, o processo de overclocking não poderia fazer o chip ultrapassar a potência configurada pelo fabricante.

Ainda assim, devo destacar que não é comum a realização de overclocking em um chip como o i9-13900K. O processador já consome bastante energia, e é um dos mais exigentes do mercado quanto à refrigeração.

Usabilidade

O Alienware Aurora R15 sai de fábrica com o Windows 11 Home pré-instalado, o que é padrão para qualquer computador novo. Além disso, há aplicativos da Alienware que permitem ajustar diversos recursos da máquina.

O principal deles é o Alienware Command Center, uma central de informações sobre o funcionamento do hardware do PC que permite realizar vários tipos de ajustes para otimizar o desempenho da máquina. É por meio desse software que o usuário pode personalizar a iluminação RGB do computador e de todos os periféricos da Alienware.

Fora isso, o que me chamou a atenção foi o número de aplicativos de terceiros que vieram instalados no computador. O Alienware Aurora R15 é de longe o PC com o maior número de software desnecessário pré-instalado que eu já testei. A boa notícia é que eles não impactam negativamente no desempenho do sistema, ao menos na configuração que eu testei.

Mesmo assim, não posso deixar de dizer que isso representa um ponto negativo na usabilidade do computador. Enquanto o usuário não desabilitar a inicialização automática – ou desinstalar – desses apps, terá que lidar com muitas notificações e janelas pop-up que atrapalham o uso adequado do equipamento.

Concorrentes diretos

A princípio, o Alienware Aurora R15 está disponível em quatro combos pré-configurados, que trazem as seguintes configurações:

  • Core i5-13400F | 16 GB RAM | 512 GB SSD | RTX 3060 | gabinete com lateral sólida + mouse AW320M e teclado AW510K = R$ 9.999;
  • Core i7-13700 | 16 GB RAM | 512 GB SSD | RTX 3060 | gabinete com lateral sólida + mouse AW320M e teclado AW510K = R$ 12.199;
  • Core i7-13700K | 32 GB RAM | 512 GB SSD | RTX 3070 | gabinete com lateral transparente + monitor AW2523HF = R$ 15.799;
  • Core i9-13900K | 32 GB RAM | 1 TB SSD | RTX 4070 Ti | gabinete com lateral transparente + monitor AW2523HF = R$ 19.799.

Esses preços são válidos até o dia 30 de maio deste ano. A empresa informou que, posteriormente, vai permitir a personalização das configurações no ato da compra.

Como a configuração que eu testei é a topo de linha, um bom PC gamer para concorrer com a máquina é o Tertz Cave. Esse computador é equipado com um AMD Ryzen 7 7700X e uma RTX 4080. O R7 7700X oferece desempenho em jogos semelhante ao i9-13900K, mas é bem inferior quanto ao desempenho bruto em multitarefa. Já a RTX 4080 é mais poderosa que a RTX 4070 Ti que vem no Aurora R15.

O PC gamer Tertz Cave usa um gabinete comum, que poderá oferecer muito mais possibilidades de upgrades. Com isso, o usuário perde o design exclusivo do Aurora R15 e, claro, o monitor AW2523HF, que tem taxa de atualização de 360 Hz. O PC gamer Tertz Cave custa cerca de R$ 24,5 mil no Kabum.

🛒Compre o PC gamer Tertz Cave no Kabum

Vale a pena comprar o Alienware Aurora R15?

O Alienware Aurora R15 é um PC gamer premium que, não apenas é equipado com hardware de ponta, mas também oferece um design único e construção robusta, assinados pela Alienware.

Falando especificamente da variante que eu testei, eu recomendo a máquina, apesar das limitações de desempenho encontradas no i9-13900K e da limitação de upgrade devido ao gabinete personalizado. O computador é muito bem construído e surge como uma opção robusta para gamers que buscam desempenho de alto nível na resolução Full HD, com taxa de atualização de 360 Hz. Isso considerando o monitor que acompanha o combo.

O usuário ainda pode adquirir a máquina pensando em vender o monitor Full HD e comprar um modelo 4K, pois o Alienware Aurora R15 também oferece desempenho para jogos nessa resolução. Além do alto desempenho em jogos, o PC também é extremamente potente para outras tarefas pesadas, como edição de vídeos e imagens, programação, modelagem 3D e produtividade em geral.

De fato, o Alienware Aurora R15 não é o tipo de computador ideal para usuários avançados, que precisam de uma experiência totalmente personalizada de hardware. Ele é uma alternativa para usuários que querem um PC montado com garantia de boa qualidade e assistência técnica decente, fornecidos por uma marca renomada.

A respeito do valor, que é alto para os padrões brasileiros, o PC não chega a extrapolar os valores dos componentes comprados individualmente. Além disso, o setup vem montado em um gabinete muito bonito, que chama a atenção de qualquer usuário. A empresa ainda oferece 1 ano de garantia básica via Correios, além do serviço Complete Care (seguro contra acidentes), que pode ser adquirido à parte.

🛒 Você encontra PCs e notebooks gamer com o melhor preço no Canaltech Ofertas!