Publicidade

Acer lança nova linha Predator com Intel Raptor Lake e GPUs RTX 4000

Por| Editado por Wallace Moté | 21 de Abril de 2023 às 09h07

Link copiado!

Divulgação/Acer
Divulgação/Acer
Tudo sobre Acer

Em evento realizado nesta quinta-feira (20), a Acer atualizou por completo sua linha de PCs gamer Predator com hardware mais poderoso e novas propostas. Além dos processadores Intel Raptor Lake de 13ª geração e GPUs Nvidia GeForce RTX 4000, as máquinas chamam atenção pelo design refinado com construção premium e a presença de algumas tecnologias de ponta da gigante, como a tela 3D SpatialLabs.

Predator Triton 17X traz Core i9 e RTX 4090

O Acer Predator Triton 17X é o mais avançado dos notebooks apresentados, combinando processador Intel Core i9 13900HX, de 24 núcleos e 32 threads rodando a até 5,6 GHz, com uma Nvidia GeForce RTX 4090 Mobile em sua configuração máxima de 175 W (150 W + 25 W via Dynamic Boost). A máquina traz ainda até 64 GB de RAM DDR5-5600 e impressionantes 4 TB de armazenamento SSD M.2 NVMe PCIe 4.0.

Continua após a publicidade

A novidade marca a evolução do design da Acer ao trazer uma construção mais sóbria do que costumamos associar com um "notebook gamer", adotando corpo em alumínio de peça única e apenas um logo discreto da família Predator na tampa. O que entrega o DNA de jogos do laptop é seu teclado com iluminação RGB por tecla, acompanhado de um logo Predator discreto na região do apoio de pulso, que também traz RGB.

O sistema de resfriamento chama atenção por combinar metal líquido no processador com um trio de ventoinhas e enormes saídas de ar, incluindo uma principal que praticamente toma conta de toda a região traseira. Outro dos pontos mais fortes é a tela de 17 polegadas em proporção 16:10 com resolução Quad HD+ de 2560 x 1600 pixels e taxa de atualização curiosa de 250 Hz — a maioria dos painéis modernos da categoria oferece 240 Hz.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

As especificações avançadas do display vão além por haver o uso de um painel AmLED da AUO: trata-se, basicamente, de um display com retroiluminação Mini LED. A fabricante promete cobertura de 100% da gama de cores DCI-P3, contraste intenso e pico de brilho de 1.000 nits, que atingiria a casa dos 800 nits mesmo quando não está reproduzindo conteúdo em HDR, característica bastante respeitável. Fecham o pacote a presença do Nvidia Advanced Optimus e G-Sync, para eliminar quebras de quadros quando o FPS está inconsistente.

Predator Helios Neo 16 é intermediário potente

Membro estreante da família intermediária Helios, o Acer Predator Helios Neo 16 traz o design mais refinado da nova geração em um corpo menos premium, com especificações que buscam equilibrar alto desempenho e preço. A novidade traz processadores Intel Raptor Lake-HX de 13ª geração não especificados — provavelmente os modelos de Core i7 — junto de GPUs até a GeForce RTX 4070 Mobile, com consumo estabelecido em 140 W (115 W + 25 W via Dynamic Boost).

Continua após a publicidade

Também estão inclusos na ficha técnica até 32 GB de RAM DDR5-4800 e até 2 TB de armazenamento SSD M.2 NVMe PCIe 4.0. Tanto as ventoinhas atualizadas mais robustas da companhia, quanto o metal líquido na CPU, estão presentes por aqui para garantir boas temperaturas. Por sua vez, a tela de 16 polegadas em proporção 16:10 é mais simples que a vista no Triton 17X, mas não menos encorpada.

São duas opções: uma IPS LCD com resolução Quad HD+ de 2560 x 1600 pixels, taxa de atualização de 165 Hz e tempo de resposta prometido de 3 ms; e uma IPS LCD Full HD+ de 1920 x 1200 pixels, taxa de 165 Hz e 100% de cobertura da gama de cores sRGB. Ambas são compatíveis com Advanced Optimus e trazem taxa de atualização variável (VRR) com Nvidia G-Sync para eliminar as quebras de quadros.

Seu design é outro destaque, por mesclar plástico com detalhes em azul e metal no deck do teclado e na tampa, onde estão uma série de inscrições misteriosas e o logo Predator com reflexos em roxo. A Acer revelou que essas inscrições representam um código secreto, que "recompensaria aqueles que o decifrarem".

Continua após a publicidade

Predator Helios 3D 15 embarca tela imersiva

A Acer foi uma das primeiras companhias a apostar em uma nova geração de telas 3D com a tecnologia SpatialLabs, que combina camadas especiais no display com câmeras que rastreiam os olhos do usuário para manter o efeito funcionando como deveria independente do ângulo em que o painel é observado. A tecnologia retorna no novo Acer Predator Helios 3D 15, outro membro da família intermediária da companhia que se propõe a oferecer uma experiência de gameplay mais imersiva.

Com corpo que lembra o modelo da geração anterior, o Helios 3D 15 embarca hardware potente com um Core i9 13900HX, GPU Nvidia GeForce RTX 4080 Mobile de potência não detalhada, e até 32 GB de RAM DDR5-5600. Estão presentes ainda conectividade Wi-Fi 6E, o sistema renovado de resfriamento da marca, portas Thunderbolt 4, porta Ethernet para rede com fio e um leitor de cartões MicroSD.

Continua após a publicidade

Como citado, o foco desse modelo é sua tela de 15,6 polegadas com a tecnologia 3D SpatialLabs — a Acer afirma que mais de 70 jogos já foram adaptados para o painel, e anunciou parcerias com mais alguns estúdios, incluindo gigantes como a Square Enix.

Predator Triton 14 foca na portabilidade

Fechando a série de notebooks gamer para 2023 está o Acer Predator Triton 14, nova aposta da companhia para brigar com modelos como o Alienware X14 e o Razer Blade 14 no segmento de laptops gamer ultraportáteis. Mesmo sendo bastante compacto, o lançamento é equipado com hardware potente, liderado pela CPU Intel Core i7 13700H, de 14 núcleos e 20 threads rodando a até 5,0 GHz, e GPUs Nvidia GeForce RTX 4070 ou RTX 4050, bem como até 32 GB de RAM LPDDR5-6000.

Continua após a publicidade

Ainda que não especifique a potência dos componentes, a empresa trouxe o sistema de refrigeração robusto do restante da família, com metal líquido na CPU e as novas ventoinhas, medida que deve fazer ainda mais diferença por aqui, considerando a redução de espaço interno. O Triton 14 chama atenção ainda pela conectividade com Wi-Fi 6E, e o leitor de cartões MicroSD, aspecto importante para profissionais, que parecem ser um dos focos da máquina.

Sua tela de 14 polegadas é mais uma característica a receber cuidado, embarcando um painel Mini LED de 250 Hz e 100% de cobertura da gama DCI-P3, mas brilho mais modesto de "apenas" 600 nits — valor bastante respeitável que está acima de boa parte dos concorrentes.

Continua após a publicidade

Predator Orion X é desktop compacto poderoso

A Acer não é desconhecida entre os desktops, mas sua linha de PCs de mesa sempre deu prioridade à performance, adotando gabinetes de grandes dimensões. A companhia decidiu apostar em uma nova ideia com o Predator Orion X, um PC compacto que combina um gabinete de peso total de 9 kg com as especificações mais avançadas disponíveis no momento. Durante o evento, a fabricante disse ter levado mais tempo que o planejado, tamanho o desafio que se propôs.

A máquina une processador Intel Core i9 13900KS, de 24 núcleos e 32 threads rodando a até 6,0 GHz, e GPU Nvidia GeForce RTX 4090, bem como até 32 GB de RAM DDR5-5600 e até 2 TB de armazenamento SSD M.2 NVMe PCIe 4.0, com uma baia adicional hot-swappable, ou seja, que pode ser trocada a qualquer momento, mesmo com o computador ligado. O lançamento também seria bastante amigável a upgrades, permitindo que o usuário acesse os componentes internos com facilidade.

Continua após a publicidade

Para aliar o design de dimensões reduzidas com o processamento poderoso, a companhia utilizou resfriamento líquido com um water cooler de 240 mm e dividiu a área interna em três zonas — a Zona 3 abriga o water cooler e está posicionada próxima à Zona 1, onde estão o processador, os SSDs e a fonte, enquanto a Zona 2 é dedicada à placa de vídeo e duas baias para HDDs de 2,5 polegadas. Completam sua ficha técnica aspectos premium como conectividade Wi-Fi 6E e portas USB-C 3.2 Gen 2x2, com taxa de transferência de até 20 Gbps.

Novos monitores de até 175 Hz

Concluindo a extensa lista de novidades, a Acer apresentou dois novos monitores gamer, começando pelo Acer Predator X34 V, uma das primeiras apostas da gigante em telas OLED. O painel tem proporção ultrawide 21:9, resolução ultrawide Quad HD de 3440 x 1440 pixels e taxa de atualização de 175 Hz, além de apresentar uma curvatura modesta de 1800R e contar com HDR, atestado pela certificação DisplayHDR TrueBlack 400.

Continua após a publicidade

Por trazer um painel OLED, o usuário pode esperar ainda contraste intenso, tempo de resposta quase inexistente, medido em 0,1 ms pela empresa, e alta precisão de cores com 99% de cobertura da gama DCI-P3. Também estão presentes VRR com AMD FreeSync Premium, as diversas proteções da Acer para reduzir o estresse nos olhos e um design bem curioso, com uma enorme borda inferior que chega a parece com um speaker — um sistema de som não foi confirmado, no entanto.

A outra novidade é o Acer Nitro XZ452CU V, que além do estranho nome, também possui uma ficha técnica bem diferenciada. O painel de tecnologia desconhecida — possivelmente IPS LCD — possui 44,5 polegadas, curvatura bastante acentuada de 1500R e proporção super ultrawide de 32:9, parecendo buscar se posicionar para competir com modelos como o Odyssey Neo G9 da Samsung.

Continua após a publicidade

O periférico apresenta resolução Dual Quad HD de 5120 x 1440 pixels, taxa de atualização de 165 Hz, VRR com AMD FreeSync Premium Pro, cobertura de cores surpreendentemente ampla de 90% da gama DCI-P3, proteções para reduzir o estresse nos olhos e HDR com certificação DisplayHDR 400. Também são pontos fortes o hub USB integrado, a porta Ethernet para transmitir o sinal de rede para o PC e uma KVM switch, que permite controlar mais de um computador com o mesmo conjunto de mouse e teclado.

Preço e disponibilidade

Os novos dispositivos da linha gamer Acer Predator chegam ao mercado nas próximas semanas, com as seguintes datas e preços planejados:

  • Acer Predator Triton 17X — estreia em maio, preços a partir de US$ 3.799 (~R$ 19.200)
  • Acer Predator Helios Neo 16 — estreia em maio, preços a partir de US$ 1.200 (~R$ 6.065)
  • Acer Predator 3D 15 — estreia em junho, preços a partir de US$ 3.499 (~R$ 17.700)
  • Acer Predator Triton 14 — estreia em maio, preços a partir de US$ 1.499 (~R$ 7.600)
  • Acer Predator Orion X — estreia em setembro, preços a partir de US$ 3.999 (~R$ 20.215)
  • Acer Predator X34 V — estreia no último trimestre de 2023, preços a partir de US$ 1.299 (~R$ 6.570)
  • Acer Nitro XZ452CU V — estreia no último trimestre de 2023, preços a partir de US$ 999 (~R$ 5.060)
Continua após a publicidade

A Acer ainda não informou se e quando pretende trazer os dispositivos ao Brasil, mas é quase certo que ao menos alguns deles — como o Helios Neo 16 e os monitores — sejam lançados por aqui.

Fonte: Acer (1, 2)