Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Intel Core i9 13900KS estreia como 1ª CPU a atingir 6,0 GHz de fábrica

Por| Editado por Wallace Moté | 16 de Janeiro de 2023 às 10h08

Link copiado!

Intel'
Intel'
Tudo sobre Intel

Conforme havia confirmado durante o lançamento da 13ª geração Raptor Lake, a Intel apresentou nesta semana o Core i9 13900KS, primeira CPU do mundo a quebrar a barreira dos 6,0 GHz de fábrica. Edição especial do i9 13900K tradicional, a novidade utiliza hardware cuidadosamente selecionado pela empresa (processo conhecido como binning) para atingir recordes de velocidade, ainda que os reviews apresentem ganhos bastante modestos de desempenho.

O Core i9 13900KS é obtido através do processo de binning, em que a Intel testa cada um dos chips fabricados e reserva os modelos perfeitos, com maior capacidade de atingir clocks mais altos, para se tornarem o 13900KS. Como uma edição especial do 13900K tradicional, as especificações são quase idênticas, havendo 24 núcleos e 32 threads (8 P-Cores de alto desempenho + 16 E-Cores de alta eficiência), 36 MB de cache total (L2 + L3) e avanços como o suporte nativo a memórias DDR5-5600.

A principal diferença está nas frequências de operação: enquanto o modelo padrão atinge 5,8 GHz, o novo 13900KS pode chegar aos 6,0 GHz, ganho significativo de 200 MHz — é importante reforçar, no entanto, que os valores se referem a um único núcleo. Quando todos os núcleos são ativados, a velocidade é mantida em 5,4 GHz, seguindo os passos da CPU mais antiga. Em contrapartida, o clock base é mais alto: 3,2 GHz, contra 3,0 GHz.

Continua após a publicidade

O aumento das velocidades se refletiu no consumo, que saltou da base de 125 W para 150 W, enquanto o boost máximo pode chegar aos 253 W nos dois processadores. Conforme indica a ficha técnica, os ganhos de desempenho são modestos, situação confirmada pelos reviews. Em média, o lançamento entrega até 5% mais performance, que pode chegar a até 10% usando kits mais avançados de RAM DDR5, com taxas de transferência mais altas.

Como é costume nesse tipo de hardware extremo, a mídia especializada acredita que apenas entusiastas e, principalmente, overclockers terão benefícios nítidos com o i9 13900KS — graças à sua natureza selecionada, o componente tem maior facilidade de atingir clocks altíssimos com menor voltagem e melhor estabilidade, aspecto que lhe conferiu o recorde de 8 GHz em testes feitos pela própria Intel.

De toda forma, o lançamento assume o posto de CPU mais poderosa da Intel para desktops, já tendo um grande desafio para o próximo mês: os novos Ryzen 7000X3D, com tecnologia3D V-Cache de cache empilhado. A linha rival é liderada pelo Ryzen 9 7950X3D, de 16 núcleos e 32 threads, e deve dar trabalho para o Core i9 estreante consumindo menos energia, mas segue sem preços definidos ou prazo mais específico de lançamento, sendo aguardada para fevereiro.

Preço e disponibilidade

O Intel Core i9 13900KS já está à venda mundialmente, com preço sugerido de US$ 699 (~R$ 3.570). A novidade também está disponível no Brasil nas principais varejistas de hardware do país, com preço sugerido de R$ 5.399,99.

Fonte: PCWorld