Review VAIO FH15 | Um notebook gamer com design discreto

Por| Editado por Léo Müller | 17 de Novembro de 2023 às 17h02

Link copiado!

Review VAIO FH15 | Um notebook gamer com design discreto
Review VAIO FH15 | Um notebook gamer com design discreto

A VAIO já foi uma marca muito popular de notebooks. Hoje, a empresa pertence a um grupo de investidores japoneses e, no Brasil, é representada pela Positivo. Buscando ampliar sua participação de mercado, a marca se lança no segmento gamer com o VAIO FH15, que traz um processador Intel de última geração.

Eu testei o VAIO FH15 por alguns dias e dou detalhes do funcionamento deste notebook gamer que tem design semelhante ao de modelos corporativos. O dispositivo foi lançado justamente com o objetivo de atrair profissionais que também são fãs de jogos eletrônicos.

Continua após a publicidade

Design

Como mencionado anteriormente, o VAIO FH15 foi lançado com o objetivo de atrair profissionais que também são fãs de jogos. No mínimo, o dispositivo visa agradar os gamers que preferem notebooks mais discretos, ou, simplesmente, os profissionais que precisam de um notebook de alto desempenho.

Por isso, o notebook tem visual sóbrio e elegante, inteiramente na cor chumbo, sem detalhes coloridos ou protuberâncias que chamem a atenção. Na parte externa da tampa, há apenas o logo da VAIO em fonte espelhada. Embaixo do notebook, há cinco pés de borracha, as aberturas para ventilação e as saídas dos alto-falantes.

Continua após a publicidade

O chassi do notebook é rígido e não apresenta detalhes possivelmente frágeis, com exceção das frestas para ventilação que ficam na parte de baixo. A tela tem bordas relativamente finas, menos junto à base, onde é mais espessa. O display também não enverga com facilidade. A tampa tem apenas uma dobradiça, que se estende por quase toda a base.

Continua após a publicidade

Desempenho

O VAIO FH15 é equipado com um processador Intel Core i7-13700H, um dos chips móveis mais rápidos do mercado. Ele ainda conta com uma RTX 3050, 16 GB de memória RAM e SSD NVMe de 1 TB. O modelo enviado para testes veio com 32 GB de memória RAM.

O alto desempenho do processador foi comprovado em alguns benchmarks. Contudo, nos testes práticos com jogos, a configuração do notebook não rendeu como esperado. Um ponto positivo do notebook é que ele conta com boa capacidade de upgrade. O dispositivo suporta até 64 GB de memória RAM e tem um slot vazio para SSDs NVMe.

Continua após a publicidade

PCMark 10

O PCMark 10 possui vários testes que simulam o desempenho do notebook quanto à produtividade, aplicações de escritório, criação de conteúdo digital e jogos. Neste software, o VAIO FH15 teve desempenho abaixo do esperado, alcançando números semelhantes aos de notebooks inferiores já testados por mim.

Veja o comparativo entre o VAIO FH15, o Avell A72 ION, que é equipado com um Core i7-13700H e uma RTX 4070, e o ROG Strix G16, equipado com um Core i9-13980HX e uma RTX 4060:

Continua após a publicidade

Outros benchmarks

Agora, confira como o VAIO FH15 se sai em outros benchmarks populares, além de jogos. Eu testei o notebook com o Shadow of The Tomb Raider.

Infelizmente, eu não consegui rodar o Forza Horizon 5 no dispositivo, pois os menus do jogo ficaram com o texto apagado, me impedindo de configurá-lo corretamente. O problema persistiu mesmo após a reinstalação do game.

Continua após a publicidade

Teste de temperatura

O VAIO FH15 esquentou bastante no teste de temperatura, onde eu medi o desempenho do notebook usando o HWiNFO64, enquanto rodava o benchmark do Shadow of The Tomb Raider.

O processador do dispositivo chegou na temperatura máxima de 97° C, enquanto estabilizou nos 81° C. Já a placa de vídeo chegou na temperatura pico de 76,6° C, estabilizando nos 73,3° C. O HWiNFO64 acusou thermal throttling, que é a perda de desempenho causada por superaquecimento.

Continua após a publicidade

O notebook é um pouco barulhento, mas o ruído não chega a ser um ponto negativo. Acho que fica na média. Ele só demora a retornar para um estado menos ruidoso após o fechamento do jogo. Além disso, a base do VAIO FH15 ficou bem quente próximo à tela, enquanto que o teclado manteve uma temperatura confortável o bastante para permitir o seu uso. A sensação térmica na cidade era de 14° C.

Tela

O VAIO FH 15 tem tela com painel WVA, com resolução Full HD e taxa de atualização de 144 Hz, o que é um diferencial para fãs de jogos competitivos. Esse display tem boa qualidade de imagem, bem superior aos painéis do tipo TN.

Continua após a publicidade

A tela do notebook tem cores vivas, boa taxa de contraste e bom nível de brilho. Além disso, o ângulo de visão também é decente. Isso significa que a tela não apresenta distorção de cores quando visualizada de uma posição inclinada. Por isso, posso dizer que o VAIO FH15 tem uma tela muito boa para jogos, filmes, séries e trabalhos relacionados à edição de vídeos e imagens.

Teclado e touchpad

O VAIO FH15 tem um teclado do tipo chiclete, de perfil não muito baixo. Esse teclado é bem organizado e tem as teclas posicionadas da mesma maneira como em um teclado convencional. Ele é confortável de usar e conta com o pad numérico, que é muito útil para determinados tipos de profissionais.

Continua após a publicidade

Um ponto positivo, no caso dos gamers, é que esse teclado tem retroiluminação RGB configurável via software. Mas ele também tem um ponto negativo: as teclas ficam suspensas demais, o que causa um espaço por onde pode entrar pó e sujeira.

Já o touchpad não tem características de destaque, nem boas, nem ruins. O acessório funciona bem, mas não é dos maiores. Em relação à precisão, ele é bem satisfatório.

Bateria e carregamento

Continua após a publicidade

O VAIO FH15 tem bateria de 55 Wh e sua fonte de energia tem potência de 150 W. Durante o teste de bateria, o notebook ficou na média. Ele funcionou por 5 horas e 16 minutos no benchmark de bateria do PCMark 10, no modo Modern Office.

No teste de carregamento, ele levou 2 horas e 30 minutos para carregar por completo.

Ficha técnica do VAIO FH15

  • Processador: Intel Core i7-13700H (14 núcleos e 20 threads);
  • Placa de vídeo: GeForce RTX 3050 (4 GB de VRAM GDDR6);
  • Memória RAM: 16 GB DDR5 (expansível até 64 GB);
  • Armazenamento: 1 TB SSD NVMe (slot extra para SSD NVMe);
  • Tela: 15,6 polegadas, resolução Full HD (1920 x 1080 pixels) WVA 16:9, taxa de atualização de 144 Hz;
  • Áudio: alto-falantes estéreo com tecnologia SoundBlaster Studio;
  • Conectividade: 1x HDMI 1.4, 1x Mini DisplayPort 1.4, 1x USB-A 2.0, 1x USB-A 3.0/3.2 Gen 1, 2x USB-C 3.2, 1x leitor de cartão microSD, 1x conector de 3,5 mm para fone/microfone, 1x trava Kensington, 1x RJ45, Wi-Fi 6E e Bluetooth 5.2;
  • Bateria e carregador: 55 Wh e adaptador AC de 150 W;
  • Dimensões: 35,9 x 1,98 x 24 mm;
  • Peso: 2 kg.

Concorrentes

O G15 5525 é um bom concorrente para o VAIO FH15. O dispositivo é equipado com o processador AMD Ryzen 7 6800H e uma RTX 3060. Considerando o bom desempenho do chip, aliado à superioridade da RTX 3060, posso afirmar que o notebook da Dell consegue rodar jogos com mais qualidade que o modelo da VAIO.

O VAIO FH15 custa a partir de R$ 7.500, enquanto que o Dell Inspiron G15 5525 custa a partir de R$ 7.750.

Vale a pena comprar o VAIO FH15?

O VAIO FH15 é um notebook gamer com processador poderoso, mas placa de vídeo não tão forte. O dispositivo é bom para quem vai focar em atividades que fazem uso intenso da CPU ou pretende jogar casualmente. Ele não é tão bom para gamers entusiastas, que jogam os títulos mais pesados e recentes do mercado.

Se você pretende comprar o VAIO FH15 para trabalhar com tarefas pesadas que utilizam mais o processador que a GPU, ele é uma compra a ser considerada. Agora, se você é um jogador assíduo, opte por um modelo com configuração mais equilibrada, como o concorrente sugerido, que é equipado com uma RTX 3060.