Como foi o crescimento das empresas de tecnologia na última década?

Por Felipe Ribeiro | 01 de Janeiro de 2020 às 16h00
Alex Tai/SOPA Images/LightRocket/ Getty Images

A última década foi importantíssima para o mercado de tecnologia. Foram muitas mudanças e evoluções, com gigantes se tornando cada vez maiores e dominantes e empresas que cresceram absurdamente de lá para cá.

O pessoal do Business Insider separou as dez principais empresas tecnológicas do mercado com seus respectivos valores de mercado em 2010 e 2019. Os dados são da Morningstar Direct.

Microsoft

A Microsoft já era uma potência no início da década, mas deixou a Apple chegar junto quando o iPhone ganhou popularidade. Com a chegada do novo CEO, Satya Nadella, o grande investimento da empresa em computação na nuvem ajudou a gigante de Redmond a recuperar espaço e a liderança geral.

Valor de mercado em 2010: US$ 268,56 bilhões

Valor de mercado em 2019: US$ 1,19 trilhão

Apple

A Apple revolucionou a indústria quando lançou o iPhone em 2007, e as vendas dispararam a cada nova atualização do telefone. Mais de uma década depois, o sucesso contínuo do aparelho manteve a empresa no topo da indústria ou perto disso.

Valor de mercado em 2010: US$ 190,99 bilhões

Valor de mercado em 2019: US$ 1,15 trilhão

IBM

A IBM começou a década como uma potência emTI corporativo mas, na década passada, seu crescimento parou quando empresas como Microsoft, Amazon e Google assumiram a liderança na computação em nuvem.

Valor de mercado em 2010: US$ 170,87 bilhões

Valor de mercado em 2019: US$ 119,07 bilhões

Cisco

A Cisco também foi afetada pelo surgimento da computação em nuvem. À medida que as empresas mudavam para nuvens como a da Amazon, elas precisavam menos dos equipamentos de rede, carro-chefe da Cisco. Ainda assim, a empresa resistiu e conseguiu capitalizar mais.

Valor de mercado em 2010: US$ 137,72 bilhões

Valor de mercado em 2019: US$ 192,22 bilhões

Oracle

A Oracle começou a década como líder do setor no fornecimento de bancos de dados e outros softwares corporativos, mas sua lenta entrada na computação em nuvem permitiu que concorrentes como Salesforce, Amazon e Microsoft progredissem.

Valor de mercado em 2010: US$ 122,93 bilhões

Valor de mercado em 2019: US$ 184,28 bilhões

HP

A Hewlett-Packard começou a década lidando com conflitos internos e problemas de ordem estratégica. Por fim, dividiu-se em duas empresas menores para facilitar o trabalho: Hewlett-Packard e Hewlett Packard Enterprise.

Valor de mercado em 2010: U$ 121,78 bilhões

Valor de mercado em 2019: US$ 29,76 bilhões

Intel

A Intel, que há muito dominava o setor de chips para computadores pessoais e servidores, foi pega de surpresa (ou não) com o aumento da popularidade dos smartphones - levando a grandes oportunidades para empresas como a Qualcomm. Agora, a companhia está apostando muito em inteligência artificial, mas precisa ficar bem atenta com o crescimento da arquirrival AMD.

Valor de mercado em 2010: US $ 112,67 bilhões

Valor de mercado em 2019: US$ 252,52 bilhões

Qualcomm

A Qualcomm cresceu muito ao fabricar chips poderosos para smartphones e ao licenciar seus projetos para outras fabricantes.

Valor de mercado em 2010: US$ 77,44 bilhões

Valor de mercado em 2019: US$ 95,4 bilhões

Visa

A Visa conseguiu surfar na onda dos pagamentos online e expandiu - e muito - seu valor de mercado.

Capitalização de mercado de 2010: US $ 60,91 bilhões

Capitalização de mercado de 2019: $ 410,05 bilhões

SAP

A SAP entrou na década como um participante dominante na TI corporativa, graças a seus principais produtos de banco de dados e outras peças de software comercial. Mais recentemente, passou a adotar a computação em nuvem com parceiros como Amazon e Microsoft.

Valor de mercado em 2010: US$ 56,21 bilhões

Valor de mercadi em 2019: US$ 167,03 bilhões

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.