Realme abre vagas em São Paulo e aumenta rumores sobre chegada ao Brasil

Por Felipe Junqueira | 16 de Outubro de 2020 às 15h50
Divulgação/Realme
Tudo sobre

Realme

Saiba tudo sobre Realme

Ver mais

No fim de semana, descobrimos que há três celulares da Realme em processo de homologação na Anatel, o que levantou suspeitas sobre a possibilidade de a empresa ter planos de operar no Brasil. Agora, há mais um indicativo de que a companhia pretende entrar oficialmente no país.

A informação foi divulgada no Twitter pelo perfil do jornalista Henrique Martin, que disse ter encontrado no LinkedIn vagas de emprego para se trabalhar na Realme em São Paulo. Ambas foram publicadas há duas semanas, sendo uma para gerente de redes sociais e outra para gerente de marketing.

Em uma busca feita pela reportagem do Canaltech, encontramos uma terceira vaga disponível, de designer gráfico, também em São Paulo. Você pode conferir as vagas no LinkedIn.

Concorrência com Xiaomi

A Realme é considerada uma das principais concorrentes da Xiaomi na China, com smartphones de qualidade a preços amigáveis. A questão é se a empresa vai conseguir trazer a boa relação custo benefício para o Brasil, uma vez que os preços oficiais da Xiaomi por aqui são, para dizer o mínimo, decepcionantes.

Caso a companhia realmente entre no mercado brasileiro, seria a terceira chinesa a se arriscar no país desde o ano passado. A Huawei teve um bom início com o lançamento do P30 lite e P30 Pro, em maio de 2019, mas acabou perdendo espaço por problemas externos — o embargo imposto pela administração Donald Trump. A Xiaomi, por sua vez, parece ter conseguido bom êxito, e foca mais nos outros produtos, já que os celulares são bem conhecidos pelo brasileiro.

A Realme surgiu como uma marca dentro da OPPO, que pertence ao grupo BBK Electronics, gigante chinês que tem ainda OnePlus e Vivo sob seu guarda-chuva. Recentemente, ela virou uma companhia à parte, com independência maior do que a que vemos nas marcas POCO e Redmi em relação à Xiaomi, por exemplo.

Outro ponto que reforça a possibilidade de uma operação oficial da Realme por aqui é que, além dos celulares em homologação e das vagas de emprego no LinkedIn, a OPPO entrou recentemente no México, em parceria com as operadoras Claro e Telco, com pretensão de ampliar mercado a outras regiões da América Latina. Apesar de serem empresas diferentes, as duas pertencem ao mesmo grupo, e a experiência administrativa de uma pode ser compartilhada com a outra.

O Canaltech já tentou entrar em contato com a Realme para saber se a empresa tem uma posição oficial sobre os rumores de início da operação no país, mas não houve resposta. Atualizaremos a nota caso ela envie alguma posição oficial.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.