Apanhadão Google I/O: saiba tudo que foi apresentado no primeiro dia do evento

Por Patrícia Gnipper | 17.05.2017 às 14:24 - atualizado em 17.05.2017 às 17:13

A conferência anual para desenvolvedores da Google já começou! Sundar Pichai, CEO da companhia, começou mostrando os números bilionários de usuários e acessos que os produtos e serviços da companhia já acumularam. E somente o sistema operacional Android já tem 2 bilhões de usuários!

O primeiro destaque apresentado no evento foi o anúncio do recurso Smart Reply para o Gmail, que analisa o e-mail redigido e rapidamente oferece usuários de seus contatos que, provavelmente, receberiam essa mensagem.

No ano passado, o CEO falou sobre a mudança que o mercado está enfrentando a partir da realidade mobile e caminhando para o universo das inteligências artificiais. Agora, a companhia já conseguiu fazer com que a AI que trabalha no comando de voz já tenha reduzido o número de falhas de 8,5% para 4,9%.

Google Lens & Google.ai

O Lens vem com tudo. Seremos capazes de apontar a câmera para um objeto e o dispositivo aprenderá informações sobre ele automaticamente. No palco, foi demonstrada a tecnologia apontando o aparelho para uma flor, e o Lens foi capaz de dizer exatamente qual flor era aquela. Outra demonstração exibiu como o Lens é capaz de se conectar a uma rede pública de Wi-Fi bastando apontar a câmera do aparelho para as informações da conexão.

Outro anúncio em primeira mão foi sobre o

Google.ai

, que visa democratizar as vantagens das pesquisas mais recentes no campo da inteligência artificial. O serviço será um centro de investimento da AI (inteligência artificial) do Google, incluindo pesquisas, novas ferramentas e aprendizagem de máquina aplicada. No site, o público terá acesso a experimentos que mostram o progresso da empresa nesse setor, como o AutoDraw — recurso que permitirá que qualquer pessoa faça desenhos com alguma qualidade, mesmo não sabendo desenhar à mão. Outro experimento que o público poderá acessar por esse site será o Duet, que servirá para que os usuários criem músicas como se fossem um pianista virtual.

Google Assistant

Agora, o Google Assistant está mais inteligente e sempre pronto para ajudar o usuário. A partir de hoje, é possível utilizar o recurso também digitando, e não somente via comandos de voz. Além disso, com o Google Lens, dentro de “alguns meses” também será possível acessar o Assistant para saber como está o mundo ao redor, como as condições climáticas ou as novidades sobre o trânsito.

E outra novidade incrível: agora, o Google Assistant está disponível também para iPhone! E mais: o assistente também será compatível com o nosso idioma.

Google Home

Quanto às novidades do Google Home, desde sua criação, já foram implementados 50 novos recursos no dispositivo, como o suporte para o Google Shopping, além de instruções de culinária e a possibilidade de cantar uma música para que o aparelho a identifique (e dê o “play” para reproduzir a música desejada).

O novo Google Home será lançado no Reino Unido, Canadá, Austrália, França, Alemanha e Japão nos próximos meses, com quatro novidades principais. Entre elas, a possibilidade de fazer ligações telefônicas pelo Google Home totalmente “hands free”. Como o Home identifica a voz do usuário, quando ele pedir “ligue para a minha mãe”, o aparelho automaticamente fará o telefonema para a mãe daquele usuário. Caso sua esposa, por exemplo, fale o mesmo comando, o Home telefonará para a mãe dela, não confundindo os contatos de cada um.

Além disso, o Google Home será compatível com o Spotify, SoundCloud e Deezer, e ganhará suporte para Bluetooth. Com o suporte, será possível reproduzir músicas em seu Android ou iPhone, que serão tocadas no Home. Outra novidade do Home é a compatibilidade com TVs e monitores. Ao perguntar como está sua agenda de compromissos, por exemplo, o sistema poderá exibir seu calendário diretamente em um display.

(Reprodução: TechCrunch)

Google Photos

Já sobre as últimas novidades do Google Photos, a primeira é o “Suggested Sharing”, que reconhecerá os integrantes de uma fotografia e automaticamente mostrará a opção de compartilhar a imagem com aquelas pessoas. E mais: o sistema enviará um SMS para cada pessoa que estiver na foto, caso eles não sejam usuários do Google Photos, para que eles também recebam a imagem automaticamente em seus dispositivos.

A outra novidade são as “Shared Libraries”, que permitirão compartilhar automaticamente a biblioteca de fotos com outros usuários. Funciona assim: ao tirar uma foto de sua família com o seu celular, o recurso compartilhará a imagem com as pessoas presentes na imagem, desde que estejam conectadas com a sua biblioteca.

Além disso, o Google Photos identificará suas melhores fotos e oferecerá a possibilidade de receber aquelas imagens impressas em um álbum físico. O recurso estará disponível para desktops a partir de hoje, e para Android e iOS na próxima semana. E o Photos também oferecerá o álbum impresso quando identificar uma certa quantidade de fotos tiradas em um mesmo evento.

YouTube

A amplitude que o YouTube tem nos dias atuais é gigantesca, fazendo parte da vida desde de pessoas que querem assistir a vídeos por diversão, até as transmissões ao vivo de jogos e eventos, bem como o uso da ferramenta no jornalismo. E o YouTube já passou de 1 bilhão de horas assistidas por dia!

Depois, veio o anúncio de que o YouTube está trazendo a possibilidade de assistir a vídeos em 360 graus no aplicativo para TVs. Sobre o YouTube Live, somente no ano passado o número de transmissões ao vivo cresceu 4 vezes, e a gigante trará o recurso “Superchat”, que permite aos espectadores dar “trocados” em dinheiro para ter seus comentários destacados na transmissão. E mais: será possível acionar objetos por meio de comentários, como por exemplo acender e apagar as luzes, ativar drones, e outras coisas do tipo.

Android e Android O

Os usuários de Android baixaram 82 bilhões de aplicativos em 2016, e agora o Google Assistant chegou também para o Android TV.

Sobre o novíssimo Android O, futuro sistema operacional móvel da gigante que está em desenvolvimento, o evento antecipou duas grandes novidades: o “Fluid Experience” e o “Vitals”. As novidades para deixar a experiência de uso do Android mais fluída permitirão assistir a um vídeo no YouTube enquanto utiliza outros aplicativos (coisa bastante aguardada pelos usuários). Já o “Vitals” visa tornar o smartphone mais seguro e saudável. O Google vem analisando todo e qualquer aplicativo disponível para Android procurando por arquivos maliciosos embutidos neles.

(Reprodução: TechCrunch)

A partir de agora, os desenvolvedores de aplicativos para Android poderão criar um pontinho que será adicionado ao ícone do app no aparelho, para informar o usuário de que há notificações não lidas ali. Outro novo recurso é o “autofill”, que completará automaticamente certas palavras e frases com base em seu contexto. Será possível começar a digitar um nome de usuário, por exemplo, e o sistema o completará automaticamente.

Também ficará mais fácil selecionar endereços e nomes com o Android. O “Smart Text Selection” identificará quando o usuário desejar selecionar mais de uma palavra que compõe um endereço, e automaticamente selecionará o endereço completo para ser copiado. Além disso, o tempo de inicialização do Android O será muito mais rápido do que o do atual Android. O Pixel, por exemplo, inicializará duas vezes mais rapidamente.

E para os desenvolvedores: a partir de agora, o Android passará a suportar a linguagem Kotlin. A primeira versão beta do Android O estará disponível a partir de hoje em android.com/beta.

Android Go

O Android Go será uma versão mais leve do sistema operacional móvel, contando com versões “lite” dos apps da companhia e uma Play Store que foca em aplicativos que são “amigos” dos dispositivos com especificações mais simples, como aqueles que têm menos de 1GB de memória RAM. O mais bacana é que a opção de instalar o Go estará disponível para todos os usuários Android.

O “YouTube Go”, por exemplo, é uma versão muito mais leve do app original que permitirá visualizar uma prévia em baixa resolução dos vídeos desejados, antes de já abrir o vídeo com a resolução máxima. Tudo para consumir menos memória, menos capacidade de processamento e menos dados do aparelho.

(Reprodução: TechCrunch)

Mais novidades: o teclado Gboard agora suporta 191 idiomas, e se você precisar enviar mensagens em uma língua que você não domina a escrita, você pode pode falar em alto e bom som o que você deseja enviar, e o sistema do teclado detectará o que foi dito, mostrando tudo por escrito.

Realidade Virtual e Realidade Aumentada

Sobre VR, o Daydream passará a ser suportado pelos smartphones Samsung Galaxy S8 e S8 Plus, e o próximo flagship da LG também será compatível com o dispositivo de realidade virtual do Google. O headset de realidade virtual passará a funcionar no modo “standalone”, não dependendo mais exclusivamente do smartphone para funcionar. A gigante está trabalhando com a Qualcomm, a HTC e a Lenovo para viabilizar essa tecnologia - e os primeiros Daydream “standalone” serão lançados ainda neste ano.

Já a segunda geração dos dispositivos Tango, que equipa smartphones com sensores especiais para mapear o ambiente em três dimensões a fim de utilizá-lo em aplicações de realidade aumentada, também chegará ao mercado em 2017. Com o Tango, o Google vem trabalhando em uma tecnologia que chamaram de VPS (“Visual Positioning Service”), que mapeia objetos de lojas físicas onde o usuário estiver para facilitar suas compras.

Quanto aos esforços do Google na educação mundial, o Expeditions, que auxilia professores a levar conhecimentos aos alunos por meio da VR, passará a contar também com a realidade aumentada para ampliar ainda mais as possibilidades de ensino às crianças.

Google for Jobs

Sundar Pichai encerrou o primeiro dia de Google I/O anunciando o Google for Jobs, que ajudará os usuários na busca por um novo emprego. Quando estiver procurando por vagas pelo Google Search, o sistema entenderá que o usuário está caçando emprego na web, e destacará os anúncios de vagas que estiverem de acordo com o seu perfil. Para isso, a gigante fez parcerias com o LinkedIn, Facebook, CareerBuilder e “muitos outros” serviços que divulgam oportunidades de trabalho.

A novidade chegará ao mercado norte-americano dentro de algumas semanas, sendo disponibilizada aos poucos para outros países do mundo.

O Google I/O acontece entre hoje (17) e sexta-feira (19). Acompanhe a cobertura do Canaltech para ficar por dentro das novidades quentinhas assim que saírem do forno!