Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

TruthGPT | Elon Musk quer criar IA para "buscar a verdade absoluta"

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 18 de Abril de 2023 às 14h39

Link copiado!

Pixabay/Tumisu
Pixabay/Tumisu
Elon Musk

Elon Musk também quer competir na corrida das inteligências artificiais: em entrevista publicada na última segunda-feira (17), o bilionário disse que vai lançar o "TruthGPT" ("GPT da Verdade", em tradução livre), uma IA que "busque a verdade absoluta e tente entender a natureza do universo". As informações são do canal Fox News.

"Vou começar algo que chamo de 'TruthGPT' ou uma IA que busque a verdade ao máximo e tente entender a natureza do universo", disse Musk. "[O TruthGPT] pode ser o melhor caminho para a segurança, no sentido de que uma IA que se preocupa em entender o universo. [Assim] é improvável que a IA aniquile os humanos porque somos parte interessante do universo", acrescentou.

Continua após a publicidade

A ideia de desenvolver uma IA contraria a carta aberta do Instituto Future of Life, assinada por especialistas e pelo próprio Elon Musk, que defendia a paralisação do desenvolvimento de modelos avançados. Segundo o documento, o principal problema seria que ninguém, nem mesmo os criadores, poderiam entender, prever ou controlar a tecnologia de maneira confiável. A pausa, segundo a solicitação do grupo, seria de seis meses.

Musk segue preocupado com avanço de IAs

Para Elon Musk, a inteligência artificial tem o potencial de "destruir a civilização". Durante o papo, o bilionário afirma que uma IA descontrolada poderia manipular pessoas com informações falsas usando redes sociais, por exemplo.

Contudo, não é de hoje que o executivo se preocupa com avanço desenfreado de modelos: em 2014, ele já dizia que o aprimoramento de IAs poderia representar algo nocivo para os humanos. No ano seguinte, ele ajudou a fundar a OpenAI, embora atualmente ele e a empresa não tenham um bom relacionamento atualmente. Nos últimos anos ele voltou a externar alertas relacionados a IAs dominando a humanidade em algumas ocasiões.

O que Elon Musk vai fazer?

Apesar de ser uma revelação, a declaração de Musk é muito vaga. Ele não descreve o produto, tampouco diz quais seriam suas aplicações na vida real além de "buscar a verdade absoluta". Hoje, os chatbots como ChatGPT, Bing Chat e Bard são apenas aplicações comerciais de modelos de linguagem de nível linguístico (LLMs), uma técnica de processamento de linguagem natural, e não uma plataforma autoconsciente.

Obviamente, nem todos os modelos são idênticos e cada um deles têm limitações e travas próprias — o GPT-4 presente no Bing pode gerar códigos de programação, enquanto o Bard do Google fala apenas inglês. Então, restariam perguntas como: o que seria de fato o TruthGPT? Por qual razão ele existiria e quais necessidades atenderia? Se a IA realmente estiver nos planos de Musk, essas perguntas devem ser respondidas no futuro.