Publicidade

Entenda por que a OpenAI bloqueou novas assinaturas do ChatGPT Plus

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 21 de Novembro de 2023 às 14h12

Link copiado!

Mojahid Mottakin/Unsplash
Mojahid Mottakin/Unsplash

Há mais de uma semana, as assinaturas do ChatGPT Plus estão bloqueadas e sem previsão de retorno. Quando se leva em conta que essa suspensão aconteceu dias depois do anúncio de uma série de novos recursos para o modelo de inteligência artificial, a história começa a ganhar forma: o grande interesse por parte do público causou uma sobrecarga no lado da OpenAI, que suspendeu a chegada de novos assinantes.

A assinatura do ChatGPT Plus custa US$ 20 por mês, aproximadamente R$ 100 em conversão direta pela cotação de hoje (21). Porém, quem deseja pagar para ter acesso a recursos extras deve entrar em uma lista de espera que não tem data prevista para começar a andar.

Não tem sido um novembro muito fácil para a OpenAI. Após chamar a atenção pelas novidades e capacidades adicionais de suas IAs, ela dominou o noticiário de tecnologia no último fim de semana por conta das mudanças drásticas em sua diretoria, com a demissão do então CEO Sam Altman sendo apenas o estopim para uma série de alterações bruscas e até um motim de trabalhadores.

Continua após a publicidade

Novos recursos para o ChatGPT causaram efeito contrário

Foi o próprio Sam Altman, aliás, que anunciou a suspensão das assinaturas no dia 15 de novembro. O então CEO da OpenAI citou como razão para a medida o interesse adicional dos usuários pelos recursos extras da plataforma e o grande volume de utilização, ambos consequências dos anúncios feitos pela organização na semana anterior.

Durante a primeira edição do DevDay, evento voltado a desenvolvedores em inteligência artificial, a maior atualização do ChatGPT foi anunciada ao mundo. O modelo de linguagem GPT-4 agora pode ser usado para a criação de robôs alimentados por dados específicos, que após o treinamento podem ser usados para finalidades que vão além de suas capacidades iniciais.

Continua após a publicidade

Entre os exemplos exibidos pela OpenAI estão um chatbot de terapia, um modelo específico para uso da plataforma de edição de imagens Canva, robôs capazes de escrever livros, gerar QR Codes ou até auxiliar na formulação de receitas.

A OpenAI também anunciou a capacidade de acesso à web pelo GPT-4 para gerar resultados atualizados em tempo real, uma loja de chatbots e integrações com outros modelos de inteligência artificial. Todos recursos pagos, é claro, o que explica a empolgação das pessoas para se tornarem assinantes.

"Estamos pausando novas assinaturas do ChatGPT Plus por um tempo :( O alto volume de uso após o Devday excedeu nossa capacidade e queremos garantir que todos tenham uma ótima experiência. Você ainda pode se cadastrar para ser notificado no app quando as assinaturas forem reabertas."

Continua após a publicidade

O que deveria ser uma chuva de dinheiro, porém, acabou lembrando dos primeiros dias do ChatGPT, quando a ferramenta apresentava instabilidades e momentos fora do ar devido à sobrecarga de usuários. O pacote Plus, aliás, surgiu como uma alternativa também para manter a plataforma funcionando mesmo nesses casos.

O uso da versão paga segue ativo e parece ter suportado o alto fluxo de pessoas após os anúncios, mas o mesmo não pode ser dito da plataforma de pagamentos em si. Durante o DevDay, a OpenAI anunciou que 100 milhões de pessoas acessam o ChatGPT semanalmente e, apesar de ainda não ser possível saber qual o aumento registrado após os anúncios, ele parece significativo e capaz de afetar as operações da empresa.

Mercado paralelo de contas

Um problema antigo de cibersegurança ganhou ainda mais força com a interrupção das assinaturas, com aplicativos falsos e o interesse de criminosos em perfis inseguros da plataforma de IA. Enquanto não é possível se tornar um novo usuário pagante, os antigos seguem com acesso à plataforma sem problemas, incluindo seus novos recursos, o que levou à ampliação da venda de perfis por terceiros.

Continua após a publicidade
"As assinaturas do ChatGPT Plus foram pausadas pela Open AI. Rapidamente, explodiu um mercado paralelo de assinaturas à venda no eBay. Algumas pessoas estão pagando até três vezes mais, em relação à venda direta. Vivemos em tempos interessantes."

Esse mercado paralelo envolve desde o “aluguel” de contas por valores mais baixos, de forma temporária, até contas compartilhadas ou acesso permanente. Em alguns casos, os preços podem chegar a representar o triplo do que é cobrado oficialmente pela OpenAI, que proíbe esse tipo de comércio em seus termos de uso. Assim, os perfis que fizeram isso podem ser bloqueados a qualquer momento, sem falar no risco que se corre com a possível exposição a golpes.

Quando o ChatGPT Plus volta ao normal?

Continua após a publicidade

Ainda não há uma previsão para retorno da opção para assinar o ChatGPT Plus. Acima disso, porém, está o risco à reputação, com uma possível quebra de confiança na OpenAI causada pelos eventos deste novembro extremamente difícil.