Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

10 coisas que o ChatGPT faz melhor que o Bard

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 30 de Setembro de 2023 às 17h00

Link copiado!

Alveni Lisboa/Canaltech
Alveni Lisboa/Canaltech

ChatGPT e Bard travam uma batalha para o domínio dos chatbots de IA generativa. A ferramenta da OpenAI é mais antiga, mas o Google lançou sua própria versão com algumas vantagens que o rival não tinha.

De qualquer forma, o ChatGPT ainda é uma opção muito interessante para produzir textos, gerar códigos e manter conversas. Inclusive, supera o rival de Mountain View em alguns aspectos.

O que o ChatGPT faz melhor que o Bard?

Continua após a publicidade

Confira os pontos a favor da ferramenta da OpenAI em comparação com a IA do Google.

10. Parte criativa

O ChatGPT é uma opção melhor para textos em formatos mais criativos, como roteiros, e-mails, cartas e poemas. Quem diz isso é o próprio Bard, ao ser perguntado sobre o que o rivalI tem de melhor — contrapartida, a IA do Google revela que é melhor em respostas mais diretas.

Continua após a publicidade

De fato, o chatbot da OpenAI é muito versátil para diferentes formatos: é possível ver pessoas que usam a ferramenta para escrever roteiros completos ou gerar letras de músicas no estilo de outros artistas famosos. Além disso, também gera códigos e tabelas prontas.

9. API em diversas plataformas

O ChatGPT libera o uso da própria API em assinaturas pagas para que diversas plataformas integrem a inteligência artificial a seus respectivos sistemas. Por isso, é possível encontrar extensões, aplicativos e sites que fornecem acesso ao chatbot sem a necessidade de abrir o site original.

Continua após a publicidade

A ferramenta ainda oferece suporte a diversos plugins em sites de terceiros. O Shortwave, aplicativo de gerenciamento de e-mails, e a Kayak, empresa de aluguel de carros, são exemplos que usam a IA.

8. Instruções personalizadas

Adicionar contexto aos prompts ajuda a receber respostas mais refinadas e adaptadas à necessidade de cada usuário. Para isso, o ChatGPT permite personalizar as instruções para a IA: é possível informar um conhecimento prévio que você julga necessário e como você deseja que o bot responda.

Continua após a publicidade

O recurso é muito útil para segmentar a plataforma para uso em escolas ou para adaptar as respostas a uma rotina familiar, por exemplo. Por enquanto, o Bard ainda não possui essa funcionalidade.

7. Conversas em áudio

O chatbot do Google aceita receber comandos em áudio, mas a resposta é sempre entregue em texto. O concorrente da OpenAI introduziu uma função para criar conversas inteiras por voz no aplicativo para celulares, com cinco modelos disponíveis.

Continua após a publicidade

A função usa a tecnologia da Whisper, que também é da mesma empresa detentora do ChatGPT. A distribuição da novidade ainda é limitada a assinantes.

6. Suporte a múltiplos arquivos na versão paga

Como o Bard é gratuito, é justo compará-lo com a versão sem custos do ChatGPT. No entanto, é importante ressaltar que a versão Plus deixa a ferramenta ainda mais poderosa e com recursos que não chegaram à alternativa do Google.

Um exemplo é o suporte ao envio de mais de um arquivo por prompt: no caso do Bard, só é possível enviar um por vez.

Continua após a publicidade

5. Pode ser acessado com qualquer e-mail

Como é padrão em qualquer ferramenta do Google, o Bard só pode ser acessado a partir de uma conta na plataforma. Isso pode ser um problema para quem usa outros serviços de e-mail, como iCloud, Outlook e Yahoo, por exemplo.

O ChatGPT permite o cadastro com qualquer provedor e ainda oferece a opção de Single Sign-On (o login com credenciais de outras plataformas) para as contas de Apple e Microsoft.

Continua após a publicidade

4. Mais seguro contra prompts maliciosos

O ChatGPT pode ser mais resistente contra pedidos para gerar malwares e textos para phishing. Uma análise da empresa Check Point Software comparou a eficiência da plataforma e do Bard para os mesmos pedidos em julho: como resultado, o chatbot do Google era mais suscetível a gerar conteúdo malicioso após alguns pedidos.

A IA da OpenAI recusava e informava os motivos pelos quais não podia atender àquele pedido. No entanto, o teste foi realizado no momento da primeira expansão do Bard para mais países, então é possível que a ferramenta tenha recebido correções nesse sentido.

3. Aplicativo para celulares

Continua após a publicidade

O ChatGPT já possui um aplicativo móvel para Android e iOS, dispensando o uso pelo navegador. O Bard, por enquanto, ainda limita o acesso pelo browser.

Isso não necessariamente pode ser um ponto negativo, mas deixa a IA atrás de outros concorrentes que ampliam o acesso em apps. O Bing Chat, por exemplo, está presente no Android em aplicativos do Microsoft Launcher, Microsoft Edge e SwiftKey.

2. Modelo de linguagem mais potente

Continua após a publicidade

Cada chatbot é abastecido por um Large Language Model, ou LLM, no qual o modelo de linguagem é treinado em bases de dados muito extensas para gerar o conteúdo das respostas. O GPT-4, modelo da versão Plus do ChatGPT, é considerado o mais avançado entre as opções disponíveis do mercado.

Enquanto o Bard consegue bater de frente com o GPT-3.5, usado na versão gratuita da OpenAI, ele fica muito atrás do modelo mais novo. Rumores apontam que o Google desenvolve uma nova IA, chamada Gemini, com o objetivo de se equivaler ao GPT-4.

1. Entende comandos com maior facilidade

É comum que o Bard fique “confuso” com perguntas ambíguas ou mais complicadas. Essa é uma grande vantagem do ChatGPT, capaz de interpretar melhor a linguagem natural para criar respostas diretas.

Continua após a publicidade

A IA do Google pode pedir por mais informações de contexto e levar alguns prompts a mais para oferecer uma solução mais aprimorada, enquanto o serviço da OpenAI tem mais facilidade para compreender perguntas complexas e longas.

O outro lado

A disputa entre as IAs não é uma goleada do ChatGPT. O Bard também leva vantagem em muitos aspectos de usabilidade e contexto das respostas — saiba quais são os pontos favoráveis.