Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Só 20% dos processadores Intel Core i9-14900K são estáveis

Por| Editado por Jones Oliveira | 02 de Maio de 2024 às 17h25

Link copiado!

Jones Oliveira/Canaltech
Jones Oliveira/Canaltech
Tudo sobre Intel

O tester kmdkai, da comunidade Chiphell, realizou uma série de testes nos processadores Intel Core i9-14900K e i9-13900K, apontando que apenas 2 entre 10 processadores i9-14900K são estáveis. A estatística é um pouco melhor para os CPUs de 13⁠ª geração, com índice de estabilidade chegando a 50%, mas tanto Intel quanto fabricantes parceiras de placas-mãe já estão investigando possíveis causas do problema.

O usuário comprou e testou centenas de CPUs Core i9-13900K e i9-14900K em placas ASUS com chipsets de diferentes segmentos, entre Z790, B760, Z690 e B660.

Segundo kmdkai, as placas série B apresentam menos problemas de instabilidade que as topo de linha Z790 e Z690, possivelmente por não trazer embarcados perfis agressivos de overclock

Continua após a publicidade

Correções de BIOS podem amenizar problema

Ao que tudo indica, os perfis padrão de overclock programados nos chipsets série ZX90 estariam configurando frequências em boost para níveis extremos de energia, acima do limite de tensão seguro delimitado pela Intel.

Dessa forma, atualizações de BIOS das placas-mãe ou de firmware do CPU podem solucionar, ou pelo menos amenizar, o problema, não necessariamente se tratando de uma questão com o silício em si dos chips Raptor Lake e Raptor Lake Refresh. 

Vale mencionar que na review do Canaltech do notebook Dell G15 5530, com CPU Intel Core i7-13650HX, tivemos problemas frequentes de instabilidade no Cinebench, sugerindo que a instabilidade pode se estender a mais produtos além dos topo de linha.

Fonte: Chiphell