Linha Intel Arc equipará mais de 50 PCs e tem upscaling com XeSS demonstrado

Linha Intel Arc equipará mais de 50 PCs e tem upscaling com XeSS demonstrado

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 05 de Janeiro de 2022 às 11h30
Reprodução/Intel

Além de revelar os processadores Alder Lake para notebooks, a Intel também trouxe novidades sobre suas primeiras placas de vídeo gamer Arc durante conferência na CES 2022. Apesar de ainda não ter anunciado oficialmente a família de chips gráficos, mesmo com a suposta proximidade do lançamento, a gigante trouxe mais detalhes dos recursos das GPUs e confirmou diversos games que contarão com o upscaling por IA da marca.

Intel Arc equipará mais de 50 PCs e notebooks

O primeiro destaque entre as informações já divulgadas é a de que mais de 50 desktops e notebooks chegarão ao mercado nos próximos meses equipados com placas de vídeo Intel Arc Alchemist. Entre as marcas confirmadas estão Acer, ASUS, Samsung, Lenovo, Dell, HP, MSI e Gigabyte, e até mesmo modelos customizados de companhias como a Clevo.

Acer, ASUS, Dell, Gigabyte e Samsung estão entre as gigantes que trabalharão na adoção das GPUs Intel Arc (Imagem: Reprodução/Intel)

Alguns dos laptops confirmados que trarão gráficos Arc incluem o Lenovo Yoga 7i, que combinará os processadores Alder Lake de 12ª geração com gráficos Arc, além da nova família de laptops Swift X da Acer, em específico a versão de 16 polegadas. A linha Alienware X, de notebooks gamer ultrafinos da Dell, é outro dos destaques entre os aparelhos anunciados.

Deep Link com processadores Intel

A Intel também aproveitou a apresentação para demonstrar novamente algumas das tecnologias embarcadas na família Arc, como a Deep Link, que permitirá o trabalho conjunto das GPUs integradas Iris Xe com os novos gráficos dedicados da companhia em cargas de trabalho intensas. Entre os recursos destacados está o Hyper Encode, que utilizará ambas para a renderização de vídeos.

Em vez de processar os frames apenas na GPU dedicada, o Hyper Encode destina diferentes quadros para cada solução, acelerando o processamento em até 40%, segundo a Intel. A técnica não é exatamente nova, e já foi implementada pela empresa durante o lançamento da Iris Xe MAX, mas deve ganhar destaque com a potência proporcionada pelos chips Arc Alchemist.

XeSS é utilizado por mais de 10 desenvolvedoras

O anúncio foi concluído com uma nova demonstração do Intel Xe Super Sampling (XeSS), upscaling temporal com IA e rival direto do DLSS da Nvidia, em uma parceria com a Kojima Productions, que implementará a tecnologia com a chegada de Death Stranding: Director's Cut Edition ao PC. O estúdio, junto à distribuidora 505 Games, também utilizará o recurso em futuros games, combinado a otimizações específicas para a 12ª geração Alder Lake.

Codemasters, Ubisoft, PUBG Studios, IO Interactive e a brasileira Massive Work Studio são algumas das desenvolvedoras que implementarão o XeSS (Imagem: Reprodução/Intel)

A Intel confirmou que ao menos outros 10 estúdios de renome estabelecerão parcerias com a marca para adoção do XeSS, incluindo Codemasters (série DiRT), Ubisoft, Techland (Dying Light), IO Interactive (saga Hitman), PUBG Studios, Illfonic (Friday The 13th: The Game) e o brasileiro Massive Work Studio (Dolmen).

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.