CES 2022: Intel apresenta CPUs Alder Lake mainstream com novos coolers para PCs

CES 2022: Intel apresenta CPUs Alder Lake mainstream com novos coolers para PCs

Por Jones Oliveira | 04 de Janeiro de 2022 às 15h30
Divulgação/Intel

Pouco mais de dois meses depois de oficializar sua 12ª geração de CPUs para desktops e de muitos rumores e vazamentos, nesta terça-feira (04) a Intel expandiu sua linha de processadores Alder Lake para PCs apresentando nada menos que 22 novos modelos na CES 2022.

As novas CPUs se unem aos Alder Lake-K anunciados em outubro e voltados para heavy users e entusiastas. A grande diferença é que elas chegam com uma abordagem mainstream e totalmente focada no custo-benefício. Por isso, alguns modelos abrem mão da tão falada arquitetura híbrida da 12ª geração para serem mais acessíveis.

Novos processadores apresentados pela Intel na CES 2022 completam família Alder Lake focando em custo-benefício (Imagem: Divulgação/Intel)

Alder Lake do povão

Os processadores apresentados nesta terça chegam para completar a família Alder Lake-S para PCs e abranger uma variedade muito maior de público. Eles abraçam desde aqueles que querem uma CPU de alto desempenho, mas não estão dispostos a investir em uma opção desbloqueada para overclocking, até os que buscam apenas um componente barateza para as necessidades mais básicas do dia a dia.

Por isso, a Intel destacou a escalabilidade das novas opções e que elas operam no faixa dos 35W a 65W de consumo base — metade do TDP nominal de 125W dos Alder Lake-K. Os novos processadores compensam o menor consumo energético empregando mais núcleos (até 16) e mais threads (até 24), o suficiente para a marca garantir que eles atendem muito bem não só às tarefas de produtividade, mas também de criação e jogos, além de poderem ser empregados em aplicações de Internet das Coisas (IoT).

Desempenho em jogos e mais

Para demonstrar toda essa versatilidade, a companhia destacou dois processadores: o Core i9-12900, topo de linha nesse segmento; e o Core i5-12600, que já vinha sendo apontado por rumores como um dos melhores custos-benefício da categoria e capaz de rivalizar com o Ryzen 5 5600X, posicionado na gama superior da AMD. Porém, nos testes apresentados pela Intel, ambos os modelos foram postos à prova com o Ryzen 7 5700G, a principal APU da rival atualmente no mercado.

Em benchmarks de produtividade, o Core i9-12900 chegou a apresentar desempenho até 44% superior em relação ao rival, ao passo que o Core i5-12600 o superou em até 30%. Já em testes relacionados à produção de conteúdo, os processadores da Intel superaram seu principal rival em até 43% e 31%, respectivamente.

Curiosamente, as comparações com a concorrente ficaram restritas a essas duas categorias, e a Intel optou por mostrar apenas a evolução intergeração nos benchmarks de workload e desempenho em jogos. Em ambos, o comparativo foi feito entre o Core i9-12900 e o Core i9-11900, os dois sem o auxílio de uma GPU dedicada: em matéria de workload, os ganhos de performance foram de até 55%, enquanto nos jogos esse valor foi de até 21%.

Aplicação em IoT

Embora não tenha entrado em muitos detalhes, a Intel também destacou a aplicação desses novos processadores de 12ª geração em aplicações de IoT. Aqui a comparação foi feita com os Comet Lake de 10ª geração, lançados em 2020 e que atingiam até 5,3 GHz de clock.

Nesse PvP geracional, os novos componentes são até 1,36x mais rápidos em desempenho single-thread e até 1,35x mais rápidos em multithread. Destaque também para a placa de vídeo UHD Graphics 770, que é 1,94x mais rápida em processamento gráfico e 2,81x mais rápida em inferência de classificação de imagens em relação à UHD Graphics 630.

Todo esse incremento de desempenho, segundo a Intel, gera diversos benefícios para diferentes segmentos da indústria e do mercado. Graças à maior capacidade para lidar com cargas de trabalho mais pesadas, os novos componentes podem ser empregados no varejo, manufatura, saúde e segurança para analisar dados, fornecer imagens e melhorar as experiências de exibições interativas.

Ficha técnica: Intel Alder Lake-S mainstream

Processador Cores (P+E) Threads Cache L3 Clock base (P-Core) Clock base (E-Core) Clock máx (Turbo) Clock máx (P-Core) Clock máx (E-Core) GPU RAM Máx memória RAM TDP TDP máx
i9-12900 16 (8P + 8E) 24 30MB 2,4 GHz 1,8 GHz Até 5,1 GHz Até 5,0 GHz Até 3,8 GHz UHD Graphics 770

DDR5 4800 / DDR4 3200

128 GB 65W 202W
i9-12900F 16 (8P + 8E) 24 30MB 2,4 GHz 1,8 GHz Até 5,1 GHz Até 5,0 GHz Até 3,8 GHz N/A DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 65W 202W
i7-12700 12 (8P + 8E) 20 25MB 2,1 GHz 1,6 GHz Até 4,9 GHz Até 4,8 GHz Até 3,6 GHz UHD Graphics 770 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 65W 180W
i7-12700F 12 (8P + 8E) 20 25MB 2,1 GHz 1,6 GHz Até 4,9 GHz Até 4,8 GHz Até 3,6 GHz N/A DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 65W 180W
i5-12600 6 (6P + 0E) 12 18MB 3,3 GHz N/A N/A Até 4,8 GHz N/A UHD Graphics 770 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 65W 117W
i5-12500 6 (6P + 0E) 12 18MB 3,0 GHz N/A N/A Até 4,6 GHz N/A UHD Graphics 770 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 65W 117W
i5-12400 6 (6P + 0E) 12 18MB 2,5 GHz N/A N/A Até 4,4 GHz N/A UHD Graphics 730 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 65W 117W
i5-12400F 6 (6P + 0E) 12 18MB 2,5 GHz N/A N/A Até 4,4 GHz N/A N/A DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 65W 117W
i3-12300 4 (4P + 0E) 8 12MB 3,5 GHz N/A N/A Até 4,4 GHz N/A UHD Graphics 730 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 60W 89W
i3-12100 4 (4P + 0E) 8 12MB 3,3 GHz N/A N/A Até 4,3 GHz N/A UHD Graphics 730 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 60W 89W
i3-12100F 4 (4P + 0E) 8 12MB 3,3 GHz N/A N/A Até 4,3 GHz N/A N/A DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 58W 89W
Petium Gold G7400 2 (2P + 0E) 4 6MB 3,7 GHz N/A N/A N/A N/A UHD Graphics 710 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 46W N/A
Celeron G6900 2 (2P + 0E) 2 4MB 3,4 GHz N/A N/A N/A N/A UHD Graphics 710 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 46W N/A
i9-12900T 16 (8P + 8E) 24 30MB 1,4 GHz 1,0 GHz Até 4,9 GHz Até 4,8 GHz Até 3,6 UHD Graphics 770 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 35W 106W
i7-12700T 16 (8P + 8E) 20 25MB 1,4 GHz 1,0 GHz Até 4,7 GHz Até 4,6 GHz Até 3,4 UHD Graphics 770 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 35W 99W
i5-12600T 6 (6P + 0E) 12 18MB 2,1 GHz N/A N/A Até 4,6 GHz N/A UHD Graphics 770 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 35W 74W
i5-12500T 6 (6P + 0E) 12 18MB 2,0 GHz N/A N/A Até 4,4 GHz N/A UHD Graphics 770 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 35W 74W
i5-12400T 6 (6P + 0E) 12 18MB 1,8 GHz N/A N/A Até 4,2 GHz N/A UHD Graphics 730 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 35W 74W
i3-12300T 4 (4P + 0E) 8 12MB 2,3 GHz N/A N/A Até 4,2 GHz N/A UHD Graphics 730 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 35W 69W
i3-12100T 4 (4P + 0E) 8 12MB 2,2 GHz N/A N/A Até 4,1 GHz N/A UHD Graphics 730 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 35W 69W
Pentium Gold G7400T 2 (2P + 0E) 4 6MB 3,1 GHz N/A N/A N/A N/A UHD Graphics 710 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 35W N/A
Celeron G6900T 2 (2P + 0E) 2 4MB 2,8 GHz N/A N/A N/A N/A UHD Graphics 710 DDR5 4800 / DDR4 3200 128 GB 35W N/A

Novos coolers Intel Laminar

Os processadores mainstream anunciados nesta terça-feira vieram acompanhados de uma grande novidade da Intel: os 3 novos coolers Laminar. Eles virão na caixinha com os processadores de 65W e representam uma importante evolução na linha de refrigeração da marca.

O Laminar RS1 é o mais básico dos três coolers e acompanhará os processadores das linhas Pentium Gold e Celeron de 65W de 12ª geração. Embora a companhia não tenha especificado, o corpo do acessório parece ser construído em plástico e as ventoinhas são mais altas que às dos modelos comercializados anteriormente, o que deve gerar um fluxo de ar maior para a CPU.

O Laminar RM1 é a solução intermediária que irá acompanhar os Core i3, i5 e i7. O visual do componente é mais bem trabalhado, com um corpo mais alto e uma região maior para dissipação do calor. Além disso, o RM1 trará um anel de LED em azul para dar um charme a mais no setup.

Por fim, o Laminar RH1 é a principal solução de refrigeração da Intel e acompanhará os Core i9 de 65W da 12ª geração. Aqui a estrutura do componente é bem maior e mais alta, cortesia da coluna de cobre incluída na estrutura para favorecer ainda mais a dissipação de calor. A ventoinha em si é a mais silenciosa da linha e o visual o mais agressivo de todos, contando com iluminação aRGB endereçável.

Novos soluções de refrigeração stock da Intel acompanharão CPUs de 65W de 12ª geração na caixinha (Imagem: Reprodução/Intel)

Embora essas soluções não pareçam tão atraentes para quem está acostumado com coolers e watercoolers de terceiros, é importante destacar a importância delas para o público-alvo que procura esse tipo de processador: o mainstream. Na caixinha, além da CPU, ele leva para casa uma GPU integrada e uma solução de refrigeração com três anos de garantia — um 3 em 1 muito bem-vindo, sobretudo para quem não quer gastar tanto assim.

Novos chipsets da série 600

Até agora a Intel nos tinha apresentado apenas aos processadores Alder Lake-K de alto desempenho, que demandam por uma placa-mãe de ponta com um chipset top de linha. Agora, com a introdução dessas opções mainstream, não faz sentido economizar no processador e investir em uma placa cara, certo?

Para solucionar esse impasse, a companhia também aproveitou a CES 2022 para anunciar três novos chipsets da série 600 para as CPUs de 12ª geração: H670, B660 e H610. Nessa ordem, eles se posicionam logo abaixo do Z690 anunciado anteriormente como alternativas intermediária superior, intermediária e de entrada.

Os novos chipsets compartilham de muitos dos recursos do Z690, incluindo PCIe 4.0, DMI 4.0, Intel VMD e Wi-Fi 6E integrado. Mas é importante estar atento à ausência de suporte ao principal atratativo da 12ª geração: a arquitetura híbrida de núcleos. Portanto, se você optar pelo Core i9-12900 ou qualquer outro modelo que tenha núcleos de desempenho e de eficiência, eles só funcionarão em uma placa-mãe com chipset Z690.

Novos chipsets chegam para flexibilizar e baratear setup de 12ª geração da Intel, mas não trazem compatibilidade com arquitetura híbrida (Imagem: Reprodução/Intel)

No fim das contas, isso é um fator limitante e que acaba por minar completamente a flexibilidade que esses novos chipsets deveriam trazer a esta nova geração.

Disponibilidade

A Intel não confirmou quando exatamente os novos processadores Alder Lake de 12ª geração para PCs estarão disponíveis no mercado para compra, tampouco revelou a tabela de preços para cada um dos componentes.

Contudo, sabemos que o foco da companhia é o custo-benefício e boatos dão conta que as CPUs poderão ser encontradas na gringa por valores abaixo dos US$ 150. Se isso se confirmar, veremos não só a Intel retornar a uma faixa de preços em que ela não atuava há algum tempo, como também subir a barra de competição com a AMD, sua principal concorrente nesse segmento.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.