Publicidade

AMD anuncia Ryzen 9 7945HX3D, primeira CPU com 3D V-Cache para notebooks

Por| Editado por Jones Oliveira | 27 de Julho de 2023 às 22h00

Link copiado!

Divulgação: AMD / Montagem: Felipe Vidal/Canaltech
Divulgação: AMD / Montagem: Felipe Vidal/Canaltech
Tudo sobre AMD

Após lançar a segunda geração de processadores com o 3D V-Cache nos Ryzen 7000 no início de 2023, a AMD resolveu trazer a tecnologia de empilhamento vertical de cache para outro segmento: o de notebooks. A estreia ficou a cargo do Ryzen 9 7945HX3D, com incríveis 128 MB de cache L3, e encerra uma leva de rumores recentes sobre o processador.

O modelo mantém as características da versão padrão: são 16 núcleos baseados na arquitetura Zen 4, 32 threads, frequência de 5,4 Ghz em boost e TDP (Thermal Design Power) de 55W.

O que muda? O empacotamento em 3D criado pelo time vermelho finalmente está disponível no segmento mobile. Na teoria, o funcionamento desse recurso não deve ser tão diferente quanto nos computadores de mesa.

Continua após a publicidade

A AMD está inserindo mais uma estrutura de cache L3 na parte superior do CCD (Core Complex Die). Essa estrutura funciona como um "segundo andar" do processador, já que o espaço físico no horizontal já está comprometido por outros componentes. Assim, a solução foi inserir um segundo nível por cima da base do Zen 4.

A execução desse projeto surgiu da necessidade de o processador receber instruções de forma mais veloz. O cache é uma memória intermediária entre a CPU e a memória RAM e armazena dados temporários, que precisam ser resgatados rapidamente. O nível 3 (L3) é que tem mais capacidade de armazenamento, chegando a 64 MB na versão original do Ryzen 7945HX.

Ao inserir mais um nível dessa memória com 64 MB, o Ryzen 9 7945HX3D soma 128 MB de cache L3 e até 144 MB de cache total — reunindo todos os três níveis. Logo, o processador tem acesso mais rápido para buscar dados cruciais em certas aplicações complexas, como games.

Continua após a publicidade

Desempenho do Ryzen 9 7945HX3D

Por falar nisso, a intenção da AMD desde a introdução do Ryzen 7 5800X3D em 2022 sempre foi focar em criar CPUs parrudas para jogos. Donny Wallowski, gerente sênior do marketing de processamento da companhia, explica o motivo:

"Se [a CPU] não encontrar a informação em cache quando tentar uma instrução, ela terá que ir para a memória do sistema e se tiver que ir para a memória do sistema, levará cerca de 10 vezes mais tempo do que se estivesse no cache. E assim, com taxas de quadros cada vez mais altas, como 60 FPS, você precisa de um quadro a cada 16 milissegundos, mas com monitores de taxa de atualização alta, em 240 Hz, cai para cerca de quatro milissegundos para cada quadro [ser feito]. Portanto, cada milissegundo conta quando você está executando instruções e está executando taxas de quadros muito altas [...] Por isso, o 3D V-Cache é muito efetivo em aumentar a taxa de quadros, pois diminui o tempo necessário para buscar dados e completar as instruções".
Continua após a publicidade

Infelizmente, a AMD realizou uma apresentação tímida para a imprensa, revelando poucos detalhes adicionais do estreante. Em termos de performance, a companhia afirma um salto de mais de 15%, em média, do 7945HX para o Ryzen 9 7945HX3D. Alguns games fogem dessa curva, como é o caso de Cyberpunk 2077, com um aumento de 44% contra o processador padrão.

No entanto, é preciso esperar o lançamento oficial para ter uma visão mais aprofundada sobre esse processador. A chegada do 3D V-Cache aos notebooks pode ser a resposta da AMD contra os futuros Intel Core Raptor Lake Refresh-HX ou os Meteor Lake, mas só o tempo confirmará essa expectativa. Por enquanto, o modelo ainda deve competir com a 13ª geração do time azul.

Ryzen 9 7945HX3D x Core i9-13900HX

Ao colocar o topo de linha da Intel contra o novato da AMD, a arquitetura híbrida do processador azul se sobressai, assim como a frequência levemente superior. Isso deve fazer diferença em certas aplicações, como renderização — que a Intel vem dominando desde a 12ª geração.

Continua após a publicidade

Em contrapartida, a diferença monstruosa na quantidade de memória cache pode ser um ponto a favor da AMD em games. Claro, isso não significa que o Core i9-13980HX será derrotado facilmente, mas é um indicativo de um duelo de gigantes.

Ryzen 3D V-Cache vs Intel Raptor Lake em notebooks
ModeloRyzen 9 7945HX3DCore i9-13900HX
Núcleos1624 (8P+16E)
Threads3232
Frequência (boost)5,4 Ghz5,6 Ghz
Cache (Total)144 MB36 MB
TDP 55W55W

Aquecimento e overclock

Em entrevista ao Canaltech em 2022, a AMD revelou que incorporar o 3D V-Cache em notebooks seria um desafio por conta do aquecimento. A preocupação era justa, visto que sistemas compactos como esses têm menos estruturas e espaço para dissipar o calor.

Continua após a publicidade

Todavia, a recente apresentação da gigante não revelou como esse problema foi solucionado. Isso deixa uma pulga atrás da orelha sobre quão quente o Ryzen 9 7945HX3D poderá ficar em situações de muito estresse.

A questão do overclock também não foi abordada, mas se nem mesmos os Ryzen 7000X3D podem ser alterados, dificilmente o modelo para notebooks terá essa opção habilitada.

Vale salientar que a implementação máxima do 3D V-Cache nos desktops, o Ryzen 9 7950X3D, usa o empilhamento de cache somente em oito dos seus 16 núcleos. Como o 7945HX3D tem a mesma contagem de cores e a tecnologia só permite o funcionamento em modelos octa-cores, fica implícito que a estratégia se repete nesse SKU.

Continua após a publicidade

Disponibilidade

Por fim, o Ryzen 9 7945HX3D estará disponível a partir do dia 22 de agosto em apenas um modelo de notebook. Somente o ASUS ROG Strix SCAR 17 será equipado com o processador.

O portátil tem tela de 17 polegadas na resolução Quad HD a 240Hz, uma GeForce RTX 4090, 32 GB de RAM DDR5 e 1 TB de SSD M.2 NVMe. O preço oficial ainda não foi revelado.