Publicidade

CPUs Intel Meteor Lake devem ser integrados com novas placas Xe-LPG

Por| Editado por Jones Oliveira | 12 de Julho de 2023 às 09h52

Link copiado!

Intel
Intel
Tudo sobre Intel

Além de apresentar uma nova nomenclatura, os próximos processadores Meteor Lake da Intel devem ser lançados com uma nova linha de GPUs integradas com base na microarquitetura Xe-LPG. As novas informações, que chegam através de vazamentos, ainda indicam que os vindouros Core Ultra 9 podem ter clocks na casa dos 5,0 Ghz graças ao novo processo de fabricação.

As informações foram veiculadas pelo popular insider Golden Pig Upgrade através da rede social chinesa Bilibili. Lá, o informante comenta que conseguiu acesso a unidades das CPUs ainda em desenvolvimento e revela que os produtos chegarão com a placa gráfica integrada Xe-LPG, que vai fazer parte da linha Arc Battlemage, esperada para os próximos meses.

Essa mudança carrega uma série de novas especificações, já que a agora os chips das GPUs presentes nos Meteor Lake serão equipados com um total de 128 UEs (Unidades de Execução), 8 Xe Cores e 1024 núcleos FP32. O resultado de tudo isso é um poder de fogo de 4,5 teraflops, colocando essa iGPU em uma posição próxima ao de um Xbox Series S.

Continua após a publicidade

Claro, as métricas para uma placa integrada e um videogame de altíssima performance são diferentes. Todavia, a grande disputa deve ficar entre a Xe-LPG e a AMD Radeon 700M. A linha do lado vermelho está disponível desde o início de 2023 e apresenta a microarquitetura RDNA3, integração com o FidelityFx Super Resolution e poder máximo de 4,3 teraflops em FP32 — NVIDIA e AMD possuem processos de contagem distintos e a diferença não deve ser levada ao pé da letra em todas as ocasiões. A diferença, teoricamente, deve ficar em torno de 5% entre ambas.

No entanto, a carta na manga da Intel pode ser justamente o processo de fabricação. Neste caso, a TSMC trabalha no desenvolvimento do chip da GPU com uma litografia de apenas 5nm.

Em comparação com a linha dos processadores Raptor Lake-H da Intel, parece haver um aumento de performance de aproximademente duas vezes. Ademais, vale destacar que os próprios incrementos de eficiência energética já prometidos pelos Meteor Lake também podem indicar mais melhorias de desempenho para o usuário final.

Continua após a publicidade

Meteor Lake pode chegar em frequências de até 5,0 Ghz

Fora os vazamentos sobre a nova iGPU dos Meteor Lake, o insider ainda revelou detalhes sobre as frequências de operação da futura linha Core Ultra 9, ou seja, os SKUs máximos para o mercado doméstico. O chip tem formato 6+8+2LPE, e isso significa que há 6 núcleos de performance (Redwood Crove), 8 núcleos de eficiência (Crestmont) e mais dois 2 núcleos Crestmont residindo diretamente no SoC.

Sobre esses dois últimos “núcleos extras”, ainda há poucas informações sobre como eles devem funcionar, mas parece se tratar de um sistema LPE (Low Profile Energy) para quando o computador está ocioso ou em estado de hibernação. Se for esse o caso, esses cores continuarão rodando determinadas aplicações em segundo plano consumindo pouquíssima energia.

Continua após a publicidade

Tudo isso corrobora com o que inúmeros veículos conseguiram acompanhar durante a Computex 2023, em que um dos estandes mostrava exatamente essa mesma configuração em uma das máquinas no evento. Além do clock interessante de 5,0 Ghz do possível Core Ultra 9, os Meteor Lake devem operar com um TDP (Thermal Design Power) entre 20 e 65W. Já as configurações dos níveis de cache podem ser 1,6 MB em L1; 18 MB para L2; e 24 MB para L3.

Lançamento dos novos processadores

Por enquanto, é importante entender todas essas informações como apenas rumores. Porém, outras especulações indicam que os processadores Meteor Lake para dispositivos mobile chegam ao mercado entre outubro e novembro, com uma possível data de anúncio para meados de setembro, quando é realizado o Intel Innovation. Informações de preço são escassas até o momento.

Fonte: Golden Pig Upgrade (Bilibili) via Wccftech