Publicidade

AMD confirma vinda dos chips Ryzen PRO 6000 ao Brasil e expansão no país

Por| Editado por Wallace Moté | 11 de Março de 2022 às 07h45

Link copiado!

AMD/Divulgação
AMD/Divulgação
Tudo sobre AMD

Em evento realizado à imprensa nesta semana, a AMD Brasil revelou detalhes de como pretende atuar no segmento profissional e empresarial em 2022. Além de confirmar a vinda dos recém-anunciados processadores Ryzen PRO 6000 ao país, a companhia também revelou estar investindo fortemente no setor, revelando planos de expandir as operações em solo nacional visando atender a novas áreas de atuação.

Linha Ryzen PRO 6000 chega ao Brasil ainda em 2022

Oficializados durante a CES 2022, em janeiro, os novos chips Ryzen 6000 são focados em notebooks e têm como principais destaques a nova CPU com microarquitetura Zen 3+, bem como a estreia das GPUs integradas Radeon 600M, baseadas na microarquitetura RDNA 2 presente nas placas de vídeo da empresa. O conjunto promete aumentar a eficiência energética de maneira significativa, ao mesmo tempo em que turbina o poder de processamento gráfico.

Continua após a publicidade

Segundo a AMD, mais de 50 otimizações foram feitas nos núcleos Zen 3+, incluindo fabricação com a litografia N6 de 6 nm da TSMC, gerenciamento mais inteligente dos estados dos núcleos, acesso do sistema operacional ao uso de cada thread, gerenciamento granular de cada área do chip, uso de telas com menos de 1 W de consumo, atualização de áreas específicas do display e mais — as melhorias prometem até 21 horas de autonomia, dependendo do laptop.

Em GPU, as novas Radeon 600M aumentam significativamente o poder de processamento gráfico da linha Ryzen, prometendo até 100% mais performance em comparação às antigas soluções integradas baseadas na arquitetura Vega, utilizadas nos chips Ryzen 5000. A topo de linha, a Radeon 680M, teria desempenho quase próximo ao de uma Nvidia GeForce GTX 1650 Max-Q dedicada, tendo fôlego para jogos em Full HD ou trabalhos profissionais mais avançados.

A linha também receberá as variantes Ryzen PRO 6000, que englobam recursos dedicados a profissionais e empresas, como integração mais encorpada de software e hardware para impedir ataques, funções de gerenciamento de múltiplas máquinas à distância e suporte prolongado por parte da AMD para garantir a estabilidade e o desempenho dos dispositivos.

Continua após a publicidade

Todos os modelos também contam com o chip de segurança Microsoft Pluton, desenvolvido em um esforço coletivo de AMD, Intel e Qualcomm para turbinar a segurança dos PCs Windows com criptografia mais robusta e outras funcionalidades. De acordo com a empresa, apesar de ainda não haver um prazo preciso para a chegada da linha Ryzen PRO 6000 ao Brasil, já há planos para a estreia dos componentes no segundo semestre de 2022.

Os processadores seriam equipados em máquinas de parceiras como HP e Lenovo, que já oferecem laptops com a família Ryzen PRO 5000, todos com fabricação nacional.

AMD investe em expansão no mercado brasileiro

Continua após a publicidade

Ainda durante a apresentação, a AMD Brasil destacou como tem dedicado esforços para conquistar mais espaço nos segmentos de servidores, computação em nuvem e de B2B (Business to Business), sendo este um dos maiores focos da marca no país.

A companhia afirmou possuir um número considerável de clientes no setor, e destacou a parceria que possui com Dell, Lenovo e Supermicro para oferecer soluções baseadas na família EPYC 7003 Milan.

Os bons resultados incentivaram a gigante a aumentar os investimentos no Brasil, com uma grande expansão planejada para 2022. Além de aumentar o número de funcionários, a AMD também deve expandir suas áreas de atuação, ainda que não tenha revelado quais seriam essas áreas. Considerando a ênfase dada ao mercado empresarial, este deve ser o foco inicial, mesmo que um crescimento no setor para consumidores não possa ser descartado.