10 jogos com viagem no tempo

10 jogos com viagem no tempo

Por Lucas Arraz | Editado por Bruna Penilhas | 16 de Junho de 2022 às 21h00
Divulgação/Nintendo

Viagens no tempo são um tema recorrente, não apenas no cinema, como também nos videogames. Ao longo dos anos, diversos jogos imaginaram como funcionaria o controle sobre uma das grandezas do universo, criando diferentes interpretações sobre o assunto.

Seja com um vislumbre do futuro ou o que aconteceria no presente se mudássemos o passado, o Canaltech listou uma série de aventuras que permitem o jogador embarcar na ideia de viajar pelo tempo. Confira a seguir (a lista não segue uma ordem de preferência):

10. Fobia - St. Dinfna Hotel

Aguardado jogo brasileiro de terror psicológico em primeira pessoa, Fobia - St. Dinfna Hotel terá uma mecânica interessante de manipulação do tempo. Focado na exploração de um hotel amaldiçoado, a aventura permitirá que o jogador utilize a câmera para enxergar o passado, presente e futuro na resolução dos quebra-cabeças.

Viajando pelo tempo através das lentes, o jogador decidirá qual melhor ação a tomar no controle de Roberto, um jornalista inexperiente que está investigando o local que dá nome ao jogo.

Fobia - St. Dinfna Hotel será lançado em 28 de junho para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S e PC.

9. Prince Of Persia: The Sands of Time

Clássica aventura quando falamos de viagem no tempo, Prince of Persia: The Sands of Time faz o jogador controlar o príncipe do título enquanto ele tenta reverter o erro de libertar as areias do tempo, que distorceram as pessoas e a paisagem.

No processo, o protagonista utiliza uma variedade de habilidades que congelam, param e até voltam no tempo. A jogabilidade, focada em aventuras de plataforma, ainda fica mais satisfatória com a possibilidade de reverter erros de cálculo em um pulo, voltando para um passado constantemente.

Atualmente, a Ubisoft trabalha em um remake para o jogo, ainda sem previsão de lançamento.

8. Braid

Braid não só apresenta mecânica de viagem no tempo para resolver quebra-cabeças em um mundo 2D de plataforma, como também subverte o que esperamos do uso dessas habilidades. A aventura desenvolvida por Jonathan Blow (The Witness), é capaz de impressionar jogadores com a variedade de soluções que devem ser encontradas utilizando manipulação do tempo.

O game original foi lançado para PlayStation 3, Xbox 360, PC e Android. Uma versão de aniversário da aventura, com visuais repaginados, será lançada no futuro para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S, Nintendo Switch e PC.

7. The Gardens Between

Em The Gardens Between, viajamos pelas memórias dos melhores amigos Arina e Frendt, até descobrir qual mistério coloca em risco a amizade de infância. Pelas lembranças, o jogador irá explorar jardins surreais que remontam momentos que a dupla passou brincando no quintal de casa.

No controle dos dois personagens, o desafio é manipular o tempo para que a dupla chegue ao topo dos cenários de memórias construídas, separando o que vale a pena ser lembrado e o que deve permanecer no passado.

The Gardens Between está disponível para PS4, Xbox One, Nintendo Switch e PC.

6. Pokémon Legends: Arceus

Pokémon chegou a brincar com o tempo durante a geração de Diamond e Pearl, mas foi com Legends: Arceus que a franquia abraçou de vez o conceito. No jogo de Nintendo Switch, o jogador não manipula o tempo, mas sim deve utilizar conhecimentos adquiridos no presente para ajudar o passado de Sinnoh, a região de Hisui, a criar laços com os Pokémon. O protagonista controlado pelo jogador é enviado ao passado por Arceus com a missão de ajudar a construir a primeira Pokédex da região.

Pokémon Legends: Arceus está disponível para Nintendo Switch.

5. Timespinner

Timespinner é um metroidvania que mostra a guardiã do tempo Lunais em busca de vingança contra o império que matou sua família. A melhor parte nesse jogo é a possibilidade de voltar para o passado para mudar a trama contada no futuro.

A narrativa de Timespinner é relativa às decisões que o jogador toma durante as viagens no tempo, apresentando diferentes opções de finais. Na parte de mecânicas, Lunais pode parar o tempo para desviar de inimigos e até usá-los como plataformas para solucionar quebra-cabeças.

O jogo está disponível para Nintendo Switch, PS4, Xbox One e PC.

4. Quantum Break

Antes de trabalhar em Control, a desenvolvedora Remedy lançou Alan Wake, Max Payne e o incrível Quantum Break. Nessa aventura, o jogador controla Jack Joyce, um homem que quer parar o apocalipse com poderes baseados no tempo. As mecânicas de viagem temporal do shooter de ação são muito bem feitas e bonitas, transformando a experiência em algo bastante explosivo.

Quantum Break está disponível para Xbox One e PC.

3. Life Is Strange

Life is Strange une narrativa emocional com poderes sobrenaturais dos protagonistas. Toda a jornada de consolidação da franquia começou com o primeiro jogo, publicado pela Square Enix e desenvolvido pela Dontnod Studios. O primeiro capítulo foi aclamado graças a representatividade LGBTQ+, atmosfera hipster e o curioso desenvolvimento da trama.

No jogo, a protagonista Max Caulfield descobre que tem a capacidade de viajar no tempo e passa a usar os poderes para resolver questões cotidianas e o relacionamento com Chloe. No entanto, a personagem descobre as consequências de mexer com as linhas temporais, escalando a história em tensão.

Life is Strange está disponível para PC, Nintendo Switch, PS4 e Xbox One. Uma versão remasterizada, chamada Life is Strange Remastered Collection, foi lançada para PC, Nintendo Switch, PS5, PS4, Xbox One e Xbox Series X|S.

2. Chrono Trigger

Chrono Trigger é uma obra-prima dos RPGs lançados nos anos 90. Com uma equipe de desenvolvimento dos sonhos, que inclui Akira Toriyama de Dragon Ball Z e Yūji Horii de Dragon Quest, esta é uma das histórias de salto no tempo mais divertidas já inventadas.

Na aventura, membros de um eclético grupo, que inclui um robô gigante e um cavaleiro sapo, saltam para diferentes períodos de tempo para salvar o mundo inteiro. A trama não é o único destaque do jogo, que ainda apresenta um sistema de combate muito divertido.

Chrono Trigger foi lançado para Super Nintendo e, atualmente, pode ser jogado no PC via Steam e também nos dispositivos móveis com iOS ou Android.

1. The Legend of Zelda: Ocarina of Time

É impossível falar de jogos com viagem no tempo sem citar o mais clássico entre eles. Ocarina of Time não é o único game da franquia The Legend Of Zelda que conta com mecânicas que mexem com o tempo, mas certamente é o melhor. Ocarina of Time se passa em dois períodos de tempo, com o jogador alternando entre os controles do Link adulto e criança.

A história lida com a manipulação do tempo de maneiras inventivas, com diversos quebra-cabeças envolvendo visitas aos mesmos lugares, em diferentes épocas. As concequências de Ocarina Of Time ainda originaram linhas do tempo distintas para os jogos de Zelda, e influenciaram mecânicas semelhantes nos jogos Majora's Mask, Oracle of Seasons e Oracle of Ages.

The Legend Of Zelda: Ocarina Of Time foi originalmente lançado para Nintendo 64. Atualmente, está disponível no Nintendo Switch como benefício de assinatura do serviço Nintendo Switch Online + Pacote Adicional.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.