Criador do Bomba Patch aconselha EA e Konami: “jogador quer liberdade”

Criador do Bomba Patch aconselha EA e Konami: “jogador quer liberdade”

Por Lucas Arraz | Editado por Bruna Penilhas | 29 de Outubro de 2021 às 17h08
Reprodução/Twitter/Bomba Patch

O mundo dos jogos que simulam partidas de futebol está agitado. Enquanto a Electronic Arts (EA) pode perder o direito de explorar a marca FIFA, a Konami, que por anos investiu no Pro Evolution Soccer, enfrenta problemas em lançar uma versão estável do novo eFootball no mercado.

No meio desse campo, Allan Jefferson, o criador da modificação Bomba Patch, acompanha de perto as mudanças no gênero de jogos esportivos. O game designer conversou com o Canaltech e aconselhou os desenvolvedores a ouvirem mais os consumidores na nova fase dos títulos de futebol.

“O jogador quer liberdade para criar seu time, nomear um jogador, alterar um uniforme e que o jogo acompanhe as novidades do futebol. Tanto a Konami, quanto a EA precisam dar atenção para o público nesta fase e trabalhar em atualizações mais recorrentes”, disse Allan Jefferson.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O Bomba Patch é uma série de modificações feitas ao Pro Evolution Soccer, a partir do menu de edição do jogo, disponibilizado pela Konami. O título se orgulha de se manter 100% atualizado, com as últimas mudanças no mercado da bola e com times inspirados em competições brasileiras, muitas vezes preteridas dos simuladores esportivos.

“São 14 anos de dedicação ao Bomba Patch. Sempre tenho um monitor ligado para monitorar o Twitter e as novidades do futebol. Se o Neymar mudar o cabelo agora, eu trabalho na atualização do Bomba Patch na hora. A EA e Konami poderiam montar uma equipe para ficar nesta função, com três pessoas focadas em atualizações constantes do universo do futebol”, relatou Allan Jefferson.

Durante pandemia de covid-19, Bomba Patch lançou atualização com jogadores de máscara e estádios sem público (Imagem: Divulgação/Bomba Patch)

Na opinião do criador do Bomba Patch, a EA pode reverter a perda da marca FIFA, adotando o menu editável pela Konami. “Com a retirada do nome FIFA, muita gente vai estranhar no começo. Quem não acompanha o mercado de games, vai sempre procurar o nome FIFA, mas a real briga da EA com a Konami acontece por conta dos times licenciados. Acredito que a solução para os próximos jogos da EA seja criar um menu editar, como do PES, que permita que os jogadores criem seus próprios times”, contou.

Após décadas de parceria, a EA parece estar disposta a seguir com seus jogos de futebol sem a marca FIFA. O motivo seria o valor cobrado pela organização mundial do esporte. Uma reportagem do The New York Times revelou que a FIFA pede mais de US$ 1 bilhão, cerca de R$ 5,5 bilhões em conversão direta, para continuar o contrato de licenciamento da marca e concessão de direitos para a desenvolvedora usar a Copa do Mundo.

É a partir do menu de edição do Pro Evolution Soccer, que Allan agora pede nos jogos da EA, que o Bomba Patch oferece aos jogadores novidades e times desejados. “O cara no Acre vai querer jogar o campeonato acriano. É importante permitir que esse jogador consiga criar e jogar com o time do coração”, argumentou Allan Jefferson.

Ao longo dos anos, o Bomba Patch investiu não só em trazer times brasileiros reais ao jogo, como também repercutir memes na internet. Entre os sucessos mais recentes estão o time de presidiários paraguaios com Ronaldinho Gaúcho, pensado após a prisão do atleta em 2020, e o time da Ursal com o Cabo Daciolo, inspirado na fala do candidato durante um debate nas eleições presidenciais de 2018.

Bomba Patch lançou time da URSAL, com base no meme do presidenciável Cabo Daciolo (Imagem: Divulgação/Bomba Patch)

Futuro do Bomba Patch

O futuro do Bomba Patch agora depende dos próximos passos da Konami. A empresa aposentou a marca Pro Evolution Soccer e lançou eFootball, um simulador gratuito de futebol que será atualizado com o passar dos anos.

O jogo terá novamente um menu editar, que permitirá a equipe de Allan Jefferson trabalhar em novas atualizações para consoles recentes da Sony, como o PlayStation 4 e PlayStation 5. O criador da modificação ainda aguarda a confirmação da presença do menu nos consoles da família Xbox.

“Estamos aguardando a versão completa do eFootball para analisar e ver o que conseguimos fazer para a nova geração. No PS4 e PS5, o Bomba Patch está garantido. Agora é aguardar a liberação do menu editar pela Microsoft”, relatou.

Mesmo após a liberação total, a equipe do Bomba Patch deve enfrentar problemas para lidar com o eFootball. O novo simulador esportivo da Konami tem a pior avaliação de um jogo no Steam. Dentre uma das principais reclamações dos jogadores e fãs da franquia PES, são os vários bugs em gameplay e a falta de capricho na modelagem dos personagens. Messi, que é um dos embaixadores do jogo, ganhou uma versão bem peculiar em eFootball.

“Vamos ter muito trabalho com esse”, opinou Allan Jefferson sobre a situação do jogo.

Bugs e problemas gráficos chamaram atenção negativa para eFootball (Imagem: Reprodução/Twitter/Konami/@TheFIFAInfo)

Rei do Bomba Patch Recife

O sucesso 100% atualizado do Bomba Patch ganhará um campeonato presencial neste fim de semana. O torneio para decidir quem é o “Rei do Bomba Patch” ocorrerá presencialmente no sábado (30) e domingo (31), durante o Anima Recife 2021, evento de cultura pop sediado na capital pernambucana.

Ao todo, 32 competidores irão se enfrentar em partidas mata-mata de 10 minutos em cada dia de evento. Os confrontos serão feitos na versão mais atualizada do Bomba Patch no PlayStation 2. Além de brindes e camisas, o grande ganhador da competição, decidido por uma partida entre o campeão de sábado e do domingo, irá levar para casa um console da família Xbox.

As regras oficiais e os detalhes do campeonato de Bomba Patch podem ser consultadas no site oficial do evento.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.