Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Lenovo Legion Go | Rival do ROG Ally pode estrear já nesta semana

Por| Editado por Wallace Moté | 29 de Agosto de 2023 às 19h16

Link copiado!

(Imagem: Reprodução/Lenovo)
(Imagem: Reprodução/Lenovo)
Lenovo Legion Go

Seguindo a sequência de vazamentos detalhados dos últimos dias, o portal Windows Report e o renomado leakerEvan Blass divulgaram os últimos detalhes que faltavam sobre o Lenovo Legion Go, aposta da gigante chinesa para combater o Steam Deck e o ASUS ROG Ally. Embarcando uma tela QHD+ massiva, processador da AMD e controles removíveis aos moldes do switch, o aparelho pode estrear já nesta semana com um preço bastante competitivo considerando as especificações.

O Windows Report teria conseguido acesso a documentos internos da Lenovo, que praticamente confirmariam a ficha técnica vazada na semana passada, e revelariam possíveis preço e data de anúncio do portátil. Mirando nas soluções da Valve e ASUS, o Legion Go embarcaria uma ficha técnica robusta, tentando se diferenciar pelo tamanho avantajado e alguns recursos adicionais para tornar a jogatina mais agradável.

Continua após a publicidade

A novidade contaria com versões equipadas com processadores AMD Ryzen Z1 e Z1 Extreme — mesmos chips usados no ROG Ally — acompanhados de 16 GB de RAM LPDDR5X, trabalhando a uma velocidade elevada de 7.500 MT/s. Em comparação, o rival da ASUS utiliza memórias a 6.400 MT/s, enquanto o Steam Deck chega a modestos 5.500 MT/s. A taxa mais alta deve ser uma grande vantagem do console da Lenovo, por garantir que a CPU e a GPU tenham acesso a dados mais rapidamente, oferecendo melhor desempenho.

Outro destaque de peso seria a tela, com enormes 8,8 polegadas e resolução Quad HD+, de 2560 x 1600 pixels em proporção 16:10, além de taxa de aatualização de 144 Hz. O painel seria sensível ao toque, ofereceria brilho razoável de 500 nits e apresentaria uma alta precisão de cores, com 97% de cobertura da gama DCI-P3. A combinação poderia fazer do aparelho uma opção interessante para consumo de conteúdo, ainda que seja pouco provável que a linha Ryzen Z1 entregue potência para jogos na resolução nativa.

Os controles seriam os maiores diferenciais, sendo removíveis de forma similar ao Switch. Mais do que isso, teríamos analógicos de efeito hall (ativação magnética, sem risco de drift e outras falhas), giroscópio para uso de gestos nos games e até botões dedicados de mouse com a roda de rolagem embutida.

Apesar da ficha empolgar, nem todas as novidades são positivas: além do tamanho, o Legion Go pesaria quase 200 g a mais que os concorrentes(854 g com os controles vs 605 g do Ally) , sendo mais interessante usá-lo apoiado na mesa com o suporte integrado ao estilo do Switch OLED.

Fora isso, a bateria seria pequena, com apenas 49,2 Wh — o ROG Ally possui 40 Wh e costuma oferecer cerca de duas horas de uso em jogos intensos, o que indica que a situação poderia ser igual ou mesmo pior para o aparelho da Lenovo. Por outro lado, há suporte a carregamento de 65 W, reduzindo o tempo de recarga.

Fechando a lista de especificações, temos um conjunto esperado de um portátil premium, incluindo som estéreo, Wi-Fi 6E, Bluetooth 5.2, até 1 TB de armazenamento SSD M.2 NVMe PCIe 4.0, duas portas USB 4, leitor de cartões MicroSD, Windows 11 Home e três meses de Xbox Game Pass — outro indício de uma possível estratégia da Microsfot em apostar nos PCs de mão em vez de um Xbox portátil. Todos os detalhes são reforçados por um novo vídeo vazado por Evan Blass, com as principais funções do lançamento.

Continua após a publicidade

De acordo com as informações, o Legion Go não seria exatamente acessível, mas traria um preço competitivo de US$ 799 (~R$ 3.890), mesmo valor cobrado pelo ROG Ally. Isso deve acirrar a disputa no segmento e, com sorte, incentivar promoções. Mantendo essa lógica, caso o portátil da Lenovo chegue ao Brasil, é possível que o vejamos ser vendido por R$ 6.999, preço do aparelho da ASUS por aqui.

Lenovo deve lançar acessórios gamer na IFA

O Legion Go não seria a única novidade da Lenovo para o público gamer — a marca estaria preparando uma seleção de acessórios, começando pelo Lenovo Legion Glasses, par de óculos de Realidade Aumentada (AR) que tenta equilibrar recursos avançados com o preço um tanto salgado de US$ 499 (~R$ 2.430).

Continua após a publicidade

Munido de som de alta definição, duas telas Micro OLED com resolução de 1920 x 1080 pixels por olho e taxa de atualização de 60 Hz, os Legion Glasses seriam feitom sob medida para acompanhar o console da gigante, mas mantendo a compatibilidade com qualquer aparelho, de smartphones a computadores, que suporte sinal de vídeo DisplayPort pelo USB-C.

Quem prefere uma experiência sonora superior pode aproveitar a segunda novidade: o fone in-ear Legion E510. Equipado com pares de drivers dinâmicos e de armadura balanceada de 10 mm, o dispositivo chamaria atenção pela ampla resposta de frequência de 20 Hz a 40 kHz, beirando a alta definição, e pela capacidade de reproduzir um som surround de 7.1 canais ao estilo de headphones maiores, também usando conexão USB-C. Interessados teriam de desembolsar US$ 49.99 (~R$ 240).

A notícia mais positiva dos vazamentos é que não teríamos de aguardar muito mais pelo Legion Go e os acessórios, levando em conta que todos devem ser lançados durante apresentação da Lenovo na IFA 2023, que começa nesta sexta-feira (1). Apesar disso, a disponibilidade estaria prevista para outubro. Mesmo assim, caso consigam oferecer uma experiência sólida, os dispositivos estreantes devem valer a espera.

Continua após a publicidade

Fonte: Windows Report