SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Apple Vision Pro é o produto mais "Black Mirror" já anunciado pela empresa

Por| Editado por Wallace Moté | 05 de Junho de 2023 às 18h40

Link copiado!

Divulgação/Apple
Divulgação/Apple

A Apple apresentou nesta segunda-feira (5) durante a maior WWDC dos últimos anos o Apple Vision Pro, seu "primeiro computador espacial" em forma de óculos de realidade mista com interface visionOS em três dimensões, controle por mãos, olhos e voz, um par de telas de alta qualidade e equipado com processadores Apple M2 e novo chip R1. Sim, é um produto bem futurista, ao estilo do que nos acostumamos a ver sem séries e filmes de ficção científica, como Black Mirror.

"Hoje marca o início de uma nova era para a computação", afirma Tim Cook, CEO da Apple. "Assim como o Mac nos apresentou a computação pessoal e o iPhone nos introduziu à computação móvel, o Apple Vision Pro nos apresenta à computação espacial."

"Construído sobre décadas de inovação da Apple, o Vision Pro está anos à frente e é diferente de tudo que foi criado até agora — com um novo sistema de comando revolucionário e milhares de inovações. Ele desbloqueia incríveis experiências para nossos usuários e empolgantes novas oportunidades para nossos desenvolvedores." — Tim Cook, CEO da Apple
Continua após a publicidade

O Vision Pro chega com design muito diferente de todos os seus competidores. Em vez de plástico, o modelo adota um painel externo coberto por vidro 3D e acabamento de liga de alumínio para maior durabilidade e resistência, com uma faixa flexível com sistema de som integrado, ainda oferecendo materiais leves o suficiente para evitar fadiga com horas de uso.

Apresentando duas telas de alta densidade com 23 milhões de pixels (mais que uma TV 4K por olho) e avançada tecnologia micro-OLED, a empresa introduz lentes catadióptricas customizadas para maior definição e clareza de imagem. Usuários com diferentes problemas de visão terão que utilizar ZEISS Optical Inserts para garantir melhor usabilidade.

Os óculos de realidade mista estrearão com várias câmeras e sensores para detecção precisão do ambiente ao redor e de gestos com as mãos, permitindo que usuários possam comandar o sistema operacional com o braço em repouso no sofá ou no corpo.

Continua após a publicidade

Use seus olhos, mãos e voz

Duas câmeras infravermelhas e um anel de LEDs para cada olho oferecem uma série de novas funcionalidades, incluindo o reconhecimento de íris chamado de Optic ID para pagamento, senhas e outros recursos de software, e rastreamento ocular para navegação no sistema.

Além dos olhos, usuários utilizam as mãos para dar zoom em fotos, aumentar ou diminuir janelas do sistema operacional visionOS, aproximar ou afastar elementos no espaço 3D e muito mais.

Continua após a publicidade

E com a voz, consumidores podem simplesmente olhar para a caixa de texto e ditar o que deseja, sem necessidade para lidar com acessórios externos.

Mas ainda será possível utilizar teclado, mouse e trackpad com o Vision Pro quando desejado. Basta estar próximo de um computador ou notebook Mac com a mesma conta pareada para trocar de método de navegação sem dores de cabeça.

Desempenho de Mac

Continua após a publicidade

O Vision Pro é equipado pelo mesmo processador Apple M2 encontrado em modelos de MacBook Air e Mac Mini, oferecendo alto desempenho com baixo consumo energético para lidar com as tarefas mais exigentes.

Um novo chipset desenvolvido pela Apple, chamado de R1, foi desenhado especificamente para os óculos de realidade mista com foco em reduzir ao máximo o atraso das 12 câmeras, 5 sensores e 6 microfones para uma experiência mais natural e sem desconforto de movimento.

Com o chip R1, a Apple afirma reduzir a latência dos sensores para as telas em apenas 12 milissegundos. Suficiente para "virtualmente eliminar o atraso" neste caso.

Tela 3D externa

Continua após a publicidade

Outra característica diferenciada — e, também, exótica — do Vision Pro está na sua tela externa capaz de exibir os olhos dos usuários como tentativa de eliminar a barreira física do produto no rosto de uma pessoa.

A tela se molda ao que está sendo exibido nos óculos sem prejudicar a privacidade do consumidor, exibindo borrões em movimentos aleatórios.

No modo de realidade virtual, a pessoa com o Vision Pro é capaz de enxergar alguém que vem na sua direção uma vez que o sistema operacional identifica o corpo e o isola, posicionando-o dentro do ambiente virtual. Ao mesmo tempo, a pessoa que estiver do lado de fora deixa de ver um borrão na tela externa para enxergar os olhos de quem usa o headset.

Continua após a publicidade

Novas experiências

O Vision Pro utiliza aplicativos em uma interface tridimensional, permitindo que consumidores tenham liberdade de posicionar e redimensionar aplicativos como bem entenderem, oferecendo também a possibilidade de transmitir a tela do Mac para a realidade aumentada.

Usuários também podem assistir conteúdo em telas de até 30 metros de largura, filmes em 3D para ainda maior imersão e transformarem o ambiente ao redor ao mudar do modo de realidade aumentada para realidade virtual, apagando o mundo real para focar no conteúdo que importa.

Continua após a publicidade

Com a Digital Crown, usuários podem controlar o quão imersivos podem estar nos Ambientes (Environments) imersivos.

Outra característica do Vision Pro está na capacidade de capturar fotos e vídeos em 3D para reviver momentos de formas nunca antes vistas. Também é possível preencher a visão com fotografias panoramas feitas com o iPhone — não que pareça muito normal usar o dispositivo em ambientes com outras pessoas, como festas de aniversário e reuniões em geral.

O FaceTime no Vision Pro também foi redesenhado. Em chamadas de vídeo, usuários podem visualizar cada pessoa individualmente em janelas flutuantes que simulam o tamanho real de cada indivíduo, além de distribuir e organizar apresentações como bem entender.

Continua após a publicidade

Aplicativos de iPhone e iPad podem ser utilizados no Vision Pro, que conta com uma App Store totalmente nova e pensada para a realidade mista.

Jogos do Apple Arcade também poderão ser utilizados com controles sem fio.

Um ponto curioso e que pode desapontar muita gente é a bateria. Além de uma autonomia anunciada de "até duas horas de uso" quando desconectada de uma fonte de energia, a célula possui conexão externa por meio de fio, limitando a movimentação dos usuários.

Preço e disponibilidade

Continua após a publicidade

O Apple Vision Pro tem preço sugerido de US$ 3.499, ou cerca de R$ 17 mil.

O produto será vendido apenas nos Estados Unidos no começo de 2024, com outros países e regiões recebendo o headset de realidade mista nos meses seguintes.

O lançamento do Vision Pro no Brasil é desconhecido.