Publicidade

Barbenheimer: como a rivalidade entre Barbie e Oppenheimer virou meme

Por| Editado por Jones Oliveira | 12 de Julho de 2023 às 18h41

Link copiado!

Reprodução/Warner Bros, Universal Pictures
Reprodução/Warner Bros, Universal Pictures

Em um ano com lançamentos bastante aguardados nos cinemas, o combate direto entre os improváveis oponentes Barbie e Oppenheimer acabou gerando uma revolução de memes na internet como há muito tempo não se via. O Barbenheimer é real e é tão bizarro que se tornou genial.

De gêneros completamente diferentes, os filmes dos diretores Greta Gerwig e Christopher Nolan acabaram balançando não somente os fãs, mas envolveram nomes da própria indústria, como Tom Cruise. O que começou com uma piada boba na internet evoluiu para se tornar uma rivalidade inesperada que está prestes a chegar ao seu ápice com a estreia dos dois longas no próximo dia 20 de julho.

Continua após a publicidade

O início do Barbenheimer

Há anos, a Mattel tentava levar aos cinemas uma versão com atores baseada na sua boneca Barbie. Após algumas tentativas frustradas, o filme iniciou a sua produção pela Warner Bros, dirigida por Greta Gerwig (Lady Bird: A Hora de Voar) e estrelada por Margot Robbie (O Esquadrão Suicida) e Ryan Gosling (La La Land: Cantando Estações).

Em paralelo, Christopher Nolan, após ter deixado a Warner Bros devido à sua política de lançamentos de 2021, com filmes chegando ao streaming no mesmo dia que nos cinemas, levou à Universal Pictures o projeto de uma cinebiografia do físico americano J. Robert Oppenheimer, responsável pelo Projeto Manhattan e a criação da bomba atômica.

O filme conta com um elenco impressionante, com Cillian Murphy (Peaky Blinders), Emily Blunt (Um Lugar Silencioso), Robert Downey Jr (Homem de Ferro) e Matt Damon (Gênio Indomável) e é um dos possíveis candidatos ao Oscar de 2024 — muito embora a campanha por Barbie já tenha começado.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

de um lado, um filme que é uma adaptação de um brinquedo, colorido e feito para agradar as massas de fãs e quem só querem se divertir nos cinemas. Do outro, um drama histórico pesado e que espera ser bem recebido pela crítica. O que eles têm em comum? A data da estreia.

Quando a Universal e a Warner escolheram a mesma data, o público achou engraçado. Memes que mostravam pessoas que não eram o público-alvo do filme pedindo para comprar ingressos para Barbie começaram a surgir no momento em que as primeiras imagens foram divulgadas. Ao mesmo tempo, muita gente lembrava que Oppenheimer era algo mais sério e deslocado dentro do período de estreias durante as férias do meio do ano.

Continua após a publicidade

Todos pensaram que a Universal, priorizando a bilheteria do seu filme, moveria o seu lançamento para outra época, talvez mais próxima do final do ano, em que longas com pretensões a prêmios geralmente estreiam. Só que o estúdio não arredou o pé. Oppenheimer estrearia exatamente no mesmo dia de Barbie.

A internet viu ali uma batalha. Entre escolher um dos lados, a internet escolheu o mais óbvio: o da zoeira.

Explosão cor de rosa

Considerando que o sucesso de um filme depende muito de sua bilheteria de estreia, o embate entre os dois longas fez todo mundo começar a prestar mais atenção neles. A cada novo trailer ou imagem liberados, a internet inventava uma piadinha nova.

Continua após a publicidade

Nesse momento, a zoeira já tinha tomado conta e fugido do controle. Assim, artistas começaram a criar pôsteres que colocavam os dois filmes juntos, dando o nome ao fenômeno de Barbenheimer ou até mesmo Oppenbarbie.

Camisetas cor de rosa com uma logo especial foram criadas e comercializadas internet afora. Um reflexo interessante disso é que, enquanto a Warner Bros segue forte na sua campanha de marketing para o filme da Barbie, lançando produtos e vídeos, a Universal não fala tanto sobre Oppenheimer.

Continua após a publicidade

De uma forma que pode ou não ter sido planejada, a cinebiografia teve poucos trailers, seu elenco quase não foi mostrado em imagens e pôsteres, mas mesmo assim, o longa de Christopher Nolan se tornou um dos filmes mais falados de 2023 até o seu lançamento.

Tudo porque alguém achou que colocar a história da criação da arma mais poderosa do mundo contra o lançamento de um mundo cor de rosa seria uma boa ideia.

Tom Cruise e sua mensagem de paz

Continua após a publicidade

No meio disso tudo, um improvável mediador surgiu para unir os dois lados de vez. Alguém capaz de unir todas as tribos — ou pelo menos tentar. Há anos, Tom Cruise vem tentando mostrar a importância da experiência de ir ao cinema e como isso é vital para a indústria, cada vez mais tomada por serviços de streaming.

Com o lançamento de Missão Impossível: Acerto de Contas - Parte 1 bem próximo ao dos dois filmes, o astro e o diretor Christopher McQuarrie resolveram apoiar todas as produções que estão tentando levar o público para as salas de cinema. Até Indiana Jones e a Relíquia do Destino entrou no embalo.

Não demorou muito para que a diretora Greta Gerwig e a estrela Margot Robbie fizessem o mesmo, comprando ingressos para todos os filmes, apoiando esse retorno aos cinemas pós-pandemia.

Continua após a publicidade

Em entrevista ao jornal espanhol La Vanguardia, Cillian Murphy, estrela de Oppenheimer, apoiou a iniciativa e disse o seguinte:

"Estou ansioso para ver Barbie. Adoro a Margot Robbie e Ryan Gosling e quero assistir agora! Meu conselho é que você assista aos dois filmes no mesmo dia. São bons filmes e quem ganha é o cinema."

No fim das contas, não importa qual dos dois filmes você queira mais ver. Barbenheimer é uma realidade e todo mundo pode sair ganhando. Principalmente a experiência de ir ao cinema.

Continua após a publicidade

Barbie e Oppenheimer estreiam nos cinemas no dia 20 de julho.