O que são memes?

O que são memes?

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 03 de Junho de 2022 às 11h05
Reprodução

Memes de internet são, em geral, imagens, vídeos ou GIFs bem humorados que se espalham pela internet através de mensagens e redes sociais. O termo “meme”, na verdade, é uma referência a um conceito criado pelo biólogo e professor Richard Dawkins no livro O Gene Egoísta que descreve uma teoria ampla de informações culturais.

Assim como a própria internet, os memes que a compõem passam por constantes e evidentes transformações ao longo do tempo. Esse fenômeno ganhou tração no início da década passada com caricaturas bastante estilizadas de expressões populares na web, utilizadas principalmente para ilustrar tirinhas de situações corriqueiras de forma irônica.

No início da década passada, memes eram majoritariamente composto por caricaturas em preto e branco (Imagem: Reprodução)

Ao longo dos anos, o formato se transformou e deixou de ser composto majoritariamente por caricaturas e deu espaço para figuras principalmente relacionadas à cultura pop ou figuras marcantes. A partir disso, vários outros estilos de meme começaram a surgir, bem como a criação de nichos de comunidades específicas vinculadas a jogos, filmes, música, animais, artistas, estilos e muito mais.

A origem do conceito

O conceito de memes data antes mesmo da popularização da internet — mais precisamente, em 1970. Atualmente, o termo é amplamente utilizado para definir conteúdo ou linguagem midiática, mas o termo é utilizado como objeto de estudo das ciências sociais há bastante tempo.

A palavra "meme" vem da mistura entre as palavras mimesis ("imitação", em grego) e "gene". O meme, segundo o biólogo Dawkins, é uma "unidade de informação cultural" que, muito além da internet, seriam ideias, bordões, modos de se vestir, de cozinhar, de construir, disseminados em uma comunidade.

É por meio da memética que se estudam os memes e as conexões desse fenômeno com os humanos — em termos gerais, memes estão para memética, assim como genes estão para genética. O meme tem potencial de disseminação entre pessoas de forma parecida com a seleção natural: quanto mais "adaptado" às condições do ambiente, maior a chance dessa característica social se perpetuar.

Os memes de internet

É difícil cravar quando figuras da internet começaram a ser definidas como meme, mas o termo levou um bom tempo durante sua ressignificação. Foi na década de 1990 que o processo começou — primeiro, com a adoção do termo pela web como sinônimo para piadas e trocadilhos.

A confusão sobre o nome "meme", inclusive, foi combatida por estudiosos ao longo dos anos: alguns deles tentavam reforçar a diferença entre o "meme" e o "viral", por exemplo, para preservar o sentido original do termo.

Virais da web

Os memes podem se espalhar por todo meio de comunicação da web. A viralização dessas figuras acontece por mensagens, sites inteiros e por e-mail, porém, o formato tem maior destaque nas redes sociais.

Várias redes são movimentadas por publicações virais — e é geralmente delas que surgem novos memes. Twitter, Reddit, Facebook e recentemente TikTok são fortemente alimentados por essas referências satíricas com o propósito de viralizar.

Acervos de memes

Para preservar os memes por mais tempo, existem acervos online inteiramente dedicados ao formato. Uma das plataformas mais famosas no mundo é a Know Your Meme, que desde 2008 armazena as mais diversas mídias, uma noção sobre seus respectivos significados e algumas das adaptações que circulam pela internet.

No Brasil, o projeto #MUSEUdeMemes desenvolvido por pesquisadores busca catalogar e preservar memes populares no país (Imagem: Reprodução/Museu de Memes)

No Brasil, existe o projeto #MUSEUdeMEMES, desenvolvido por pesquisadores do Laboratório de Pesquisa em Comunicação, Culturas Políticas e Economia da Colaboração (coLAB) e vinculado à Universidade Federal Fluminense (UFF). A iniciativa tem como proposito catalogar e “preservar a memória concernente aos memes de internet”.

A pesquisa acerca do tema é coisa séria: os membros do museu de memes brasileiro observam as tendências que circulam entre brasileiros na internet, apuram origens e significados sobre as figuras e realizam eventos e exposições (físicas e virtuais) para mostrar ao público geral as transformações culturais que envolvem a web.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.