Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Fiat Titano | Conheça o interior da nova rival da Toyota Hilux

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 28 de Junho de 2023 às 11h05

Link copiado!

Divulgação/Stellantis
Divulgação/Stellantis

A Fiat Titano será a aposta da montadora italiana para bagunçar de vez o mercado de picapes médias no Brasil. Confirmada para chegar no segundo semestre de 2023, a caminhonete começa ter alguns dos seus detalhes revelados e, após mostrar parte do seu design há algumas semanas, a empresa soltou algumas imagens do interior.

Pelo que pudemos ver, a Fiat Titano terá praticamente a mesma cabine vista na Peugeot Landrek, picape média da montadora francesa vendida em outros mercados e que é, sim, a base para a Titano. Itens como os botões do painel, cluster digital e a central multimídia flutuante "entregam" a semelhança.

Além disso, a Fiat Titano, a menos nas versões mais equipadas, terá como equipamento de série a câmera 360º para manobras, um recurso muito útil em se tratando de picapes médias. Além disso, foi possível ver o seletor de tração e o câmbio automático, que deve ser o de 9 marchas já utilizado em outros modelos do grupo, como a RAM Rampage e o Jeep Commander.

Continua após a publicidade

Qual será o motor da Fiat Titano?

A expectativa é de que a Fiat Titano receba uma versão atualizada do já conhecido motor 2.0 turbodiesel Multijet, que rende 170cv e 38,7 kgf/m de torque. Em uma versão nova, esse propulsor poderia ultrapassar os 200cv, potência comum entre as picapes médias. Uma unidade 2.2 turbodiesel ainda mais potente não está descartada.

Posicionada acima da Fiat Toro, a Titano será uma picape feita sobre chassi, com muita capacidade de carga e valências para enfrentar o trabalho pesado em fazendas, sobretudo com apelo off-road.

A missão dessa picape será a de encarar modelos já bem estabelecidos no mercado nacional, como a Toyota Hilux, líder absoluta entre as médias e a Ford Ranger, que acabou de ganhar nova geração. A seu favor, a Fiat tem como aliado o sucesso enorme de suas caminhonetes no mercado nacional, como a própria Toro e a Fiat Strada, o carro mais vendido do Brasil.