Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Montana x Oroch | Quem leva a melhor no duelo de picapes intermediárias?

Por| Editado por Jones Oliveira | 20 de Maio de 2023 às 11h30

Link copiado!

Divulgação/Renault, Chevrolet
Divulgação/Renault, Chevrolet

O mercado de picapes no Brasil está cada vez mais quente, e uma briga particular no segmento das intermediárias promete colocar ainda mais “fogo no parquinho”: Chevrolet Montana x Renault Oroch.

A reportagem do Canaltech passou um tempo ao volante das duas desafiantes da Fiat Toro, hoje a mais vendida do Brasil em sua categoria, até com uma certa folga em relação às rivais.

Testamos a fundo a remodelada picape da General Motors e também rodamos bons quilômetros no comando da representante da marca francesa no Brasil. E agora mostramos quem leva a melhor no duelo.

Continua após a publicidade

A disputa entre os modelos foi dividida em 5 “rounds”: Design/Acabamento, Conforto, Tecnologia/Conectividade, Desempenho e Custo-benefício. O vencedor de cada round soma 2 pontos e, se houver empate, cada picape acrescenta um em sua conta.

Confira quem quem levou a melhor no duelo de picapes intermediárias: Chevrolet Montana ou Renault Oroch.

5. Design/Acabamento

A Chevrolet Montana passou por uma verdadeira revolução estética para se recolocar no mercado não apenas como uma picape renovada, mas como um carro bonito. E acertou em cheio, já que as linhas agressivas na dianteira, agora com faróis em LED, as laterais robustas e a traseira redesenhada harmonizaram com perfeição.

O acabamento da cabine, se não é 100% elogiável, é quase. Faltou um pouco mais de material sensível ao toque, mas os detalhes com costuras nas portas, nos painéis e nos confortáveis bancos compensam o uso excessivo de plástico duro em outros pontos. A central multimídia é bem resolvida e o visual mostra que houve cuidado no encaixe dos elementos da Montana.

A Renault Oroch, por sua vez, mostrou ter um acabamento interno bastante simples, com uso excessivo de plástico e elementos sem muita harmonia entre eles. O volante é similar ao que equipava o hoje aposentado Sandero e a central multimídia não chega a encantar. O ponto a destacar é o painel de instrumentos, que conta com um visor central digital com as informações do computador de bordo.

Continua após a publicidade

A pcape francesa também passou por mudanças estéticas no design, mas bem mais leves do que as aplicadas na Montana. A picape da marca francesa mostra desde abril de 2022 um visual diferente, com nova grade dianteira, para-choque remodelado, lanternas escurecidas e o nome “Oroch” grafado na tampa da caçamba isoladamente, indicando a separação definitiva da “irmã” Duster.

Vencedor: Chevrolet Montana

Continua após a publicidade

4. Conforto

O segundo round para definir quem leva a melhor no duelo de picapes intermediárias entre Renault Oroch e Chevrolet Montana diz respeito ao conforto. Desta vez, vamos começar detalhando a experiência a bordo da representante francesa no duelo.

Em termos de espaço, a competidora da Renault acomoda bem o motorista e o acompanhante do banco da frente, mas não tem o mesmo “carinho” com quem eventualmente tiver que se sentar atrás. Culpa do comprimento da picape, de 4,71m, e principalmente do entre-eixos, de 2,82m.

Do outro lado do ringue está a Montana. Por dentro, a picape da GM entrega, como a própria marca fez questão de frisar em sua apresentação, “conforto de SUV”. Ao menos para os ocupantes do banco da frente.

Continua após a publicidade

O espaço traseiro, assim como na Renault Oroch, se mostrou um pouco desconfortável para acomodar as pernas de um adulto de estatura elevada, também por conta das dimensões, que apontam 4,72 metros de comprimento e 2,80 metros de entre-eixos. Por conta desse “esquecimento”, tanto da Renault quanto da GM, em relação aos passageiros dos bancos traseiros, não há vencedor no round.

Resultado do round: Empate

Continua após a publicidade

3. Tecnologia e Conectividade

O terceiro ponto analisado para definir quem leva a melhor no duelo de picapes intermediárias entre Chevrolet Montana e Renault Oroch diz respeito ao pacote Tecnologia e Conectividade.

Ambas as concorrentes oferecem central multimídia com conectividade sem fio para smartphones e compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto. A Montana também disponibiliza (mediante contratação de um pacote de dados) Wi-Fi nativo, com possibilidade de conectar até 7 smartphones diferentes a uma distância de até 15 metros do carro.

A picape da GM ainda conta com o já consagrado sistema OnStar, carregador sem fio para smartphones e entradas USB dos tipos A e C, além do myChevrolet App, aplicativo que permite controlar remotamente diversas funções da Montana, inclusive ligar e desligar o motor à distância.

Continua após a publicidade

A Oroch, por sua vez, não tem muito mais a oferecer em termos de conectividade além do já citado espelhamento sem fio, da central flutuante EasyLink e do carregador wirelles para smartphone.

No campo da tecnologia, destaque para os itens voltados à segurança, como os controles de estabilidade e pressão, o assistente de partida em rampas e o novo sistema anticapotamento. O recurso detecta uma condição de inclinação excessiva da carroceria e atua em conjunto com os controles de estabilidade e tração para evitar o tombamento.

Como a Montana também tem um bom pacote de segurança embarcado, com alerta de ponto cego, alerta de frenagem de emergência e aviso sonoro de cintos de segurança, além de melhores elementos de conectividade, leva vantagem ao final de mais um duelo.

Continua após a publicidade

Vencedor: Chevrolet Montana

2. Desempenho

O desempenho é um ponto extremamente positivo, tanto na Chevrolet Montana quanto na Renault Oroch. E definir quem leva a melhor no duelo de picapes intermediárias nesse quesito específico não foi tarefa fácil.

Continua após a publicidade

As duas picapes têm conjuntos mecânicos de respeito e apresentam motores turbo sob o capô. A da GM é impulsionada pelo propulsor 1.2 que também equipa o Tracker. Ele gera 133cv de potência e 21,4 kgf/m de torque, trabalhando em conjunto com um câmbio automático de 6 velocidades (no caso da unidade utilizada para este comparativo).

A “lutadora” da Renault, por sua vez, contou com a força do propulsor desenvolvido pela Mercedes-Benz neste duelo. Ele é um 1.3 turbo, capaz de gerar 170cv de potência e 27,5 kgf/m de torque. Além disso, apresenta excepcional harmonia com o câmbio automático de 8 velocidades simuladas.

A Oroch se mostrou bem mais “beberrona” que a rival, apresentando médias em torno de 6,3 km/l com etanol no tanque, contra 8,6 km/l da Chevrolet Montana. Como o ponto em discussão neste item específico do comparativo é o desempenho por si só, esse round vai para a picape francesa.

Continua após a publicidade

Vencedor: Renault Oroch

1. Custo-benefício

O último round da briga Oroch x Montana é, talvez, o mais importante para se analisar, pois coloca na balança tudo o que as duas picapes intermediárias oferecem pelo preço que Renault e Chevrolet cobram por elas.

E é justamente por isso que nesse quesito o peso de ser pouco econômica joga contra a Oroch. Apesar de ter apresentado melhor performance, o fato de rodar quase 2,5 quilômetros a menos que a Montana por litro de etanol é bastante relevante.

Continua após a publicidade

O fato de ser mais barata que a versão topo de linha da Montana, portanto, precisa ser analisado por diferentes prismas, e o gasto com combustível está entre eles. Além disso, o pacote de acessórios da Chevrolet também é mais completo, justificando o valor mais alto no mercado.

Segundo os dados da tabela Fipe de maio de 2023, a Oroch Outsider emprestada ao Canaltech para este comparativo custa a partir de R$ 138.880. A Montana, por sua vez, sai por R$ 142.500 na versão topo de linha, mas pode ser encontrada mais barata, por R$ 135.889 na variante LTZ, que se diferencia da "irmã" pelo pacote de acessórios.

Vitória: Chevrolet Montana

Chevrolet Montana x Renault Oroch: qual a melhor picape?

Ao final dos 5 rounds, a constatação, segundo a análise da reportagem do Canaltech é que quem leva a melhor no duelo de picapes intermediárias atualmente no Brasil é a nova geração da Chevrolet Montana.

Isso não significa, porém, que a picape francesa seja uma opção ruim. Ela apenas precisa evoluir em pontos que a representante da Chevrolet já se mostrou mais avançada, especialmente em termos de acabamento e conectividade, pois ainda está atrasada nesses quesitos.

No entanto, ambas são ótimas escolhas para quem está à procura de um carro que pode servir tanto para uso no dia a dia quanto para encarar uma viagem com uma bagagenzinha extra. Afinal, as caçambas se modernizaram e, hoje, são praticamente um porta-malas convencional, com direito a divisórias e até iluminação.

Resultado final

  • Vencedora: Chevrolet Montana - 7 pontos
  • Segunda colocada: Renault Oroch - 3 pontos

A decisão final, independentemente do placar da nossa disputa, continua sendo totalmente sua. Afinal de contas, para você, qual a melhor picape intermediária entre a Chevrolet Montana e a Renault Oroch? Interaja conosco em nossas redes sociais e deixe sua opinião.