5 coisas para saber sobre pagar com cartão por aproximação

5 coisas para saber sobre pagar com cartão por aproximação

Por André Lourenti Magalhães | Editado por Bruno Salutes | 17 de Maio de 2022 às 11h00
Reprodução/Towfiqu Barbhuiya/Unsplash

O uso de cartão por aproximação é uma medida muito comum para agilizar pagamentos. Dispensando a tradicional conexão por chip inserido na máquina, o formato “contactless” torna o processo de pagar cada vez mais rápido pelo cartão ou até mesmo com seus dispositivos pessoais, como o celular ou smartwatch.

Por outro lado, esse uso do cartão ainda pode gerar muitas dúvidas entre clientes: afinal, tem como desativar o pagamento por aproximação? Precisa usar a senha? O Canaltech separou respostas para algumas das principais perguntas sobre o pagamento sem contato. Confira a seguir!

1. Como funciona o pagamento por aproximação?

O pagamento por aproximação é um recurso que permite concluir uma transação feita por máquina de cartão sem inserir o objeto no leitor. Com a tecnologia de Near Field Communication (NFC), é possível confirmar o pagamento apenas ao aproximar ou encostar o chip do seu cartão da máquina.

Em comparação com o pagamento a partir da inserção do chip, a aproximação proporciona uma experiência muito mais rápida. Além de poupar o tempo para fazer a leitura do chip, o uso do cartão sem contato não precisa de senha em muitos casos: apenas em operações com valores altos, determinados pelo próprio banco ou instituição financeira, é necessário digitar a sua combinação.

2. Como desativar o pagamento por aproximação?

Por motivos de segurança, é possível desativar o pagamento por aproximação do seu cartão ou do celular. Nesse caso, é necessário acessar o aplicativo do respectivo banco, abrir a tela de cartões e desabilitar a opção “Contactless” nas configurações.

No aplicativo do Nubank, é possível desativar as compras por aproximação (Captura de tela: Caio Carvalho)

Quando você desativa o pagamento por aproximação, ainda é possível utilizar o cartão para compras com o uso da senha numérica. Em alguns casos, como o PicPay Card, a aproximação é desbloqueada apenas a partir do primeiro uso com senha, mas não há a opção de bloquear o uso pelo app.

3. Como pagar por aproximação com o celular?

Esqueceu o cartão em casa? Não tem problema: também é possível ativar a compra por aproximação no seu celular. Para isso, certifique-se de que o seu aparelho possui a tecnologia NFC e ative essa configuração por aproximação no seu aparelho.

Em seguida, é necessário cadastrar o seu cartão na carteira virtual do seu aparelho, como a Apple Pay, Google Pay ou Samsung Pay. No caso do Apple Pay, você ainda pode registrar o cartão para uso com o Apple Watch, por exemplo. Na hora de pagar, basta abrir a carteira pelo celular, selecionar o cartão e aproximar seu aparelho da máquina.

4. Como saber se meu cartão é de aproximação?

Os cartões com a função de pagamento por aproximação são identificados com um ícone de antena, representado por três arcos, parecido com o símbolo de Wi-Fi. Esse símbolo costuma estar presente na parte frontal do cartão, próximo ao chip ou em uma das extremidades.

Procure pelo ícone de antena para saber se o cartão tem suporte para aproximação (Foto: Marcus Winkler/Unsplash)

Além disso, também é necessário consultar se a máquina de cartão também possui essa funcionalidade. O ícone de antena também é exibido nos leitores, frequentemente acima do display. Há, também, a possibilidade de consultar com o estabelecimento se é possível pagar sem contato.

5. O cartão por aproximação precisa de senha?

Depende. O uso de aproximação sem senha é válido apenas para pagamentos com um limite de valor, que costuma variar entre R$ 50 e R$ 200 conforme diferentes instituições financeiras. Para compras em valores maiores, você pode aproximar o cartão para iniciar o processo, mas precisa digitar a senha para confirmar.

Para as compras usando o pagamento por aproximação no celular, o procedimento varia conforme a carteira digital. É comum que, ao abrir a carteira e acessar o cartão, o usuário tenha que validar o acesso com biometria ou Face ID. No entanto, em alguns casos também é necessário digitar a senha na máquina conforme o valor da transação.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.