Quais são as diferenças entre Google Pay, Apple Pay e Samsung Pay

Quais são as diferenças entre Google Pay, Apple Pay e Samsung Pay

Por Lucas Wetten | Editado por Guadalupe Carniel | 09 de Outubro de 2021 às 18h00
Foto: Jonas Leupe (Unsplash)

A tecnologia NFC — Near Field Communication, ou Comunicação de Campo Próximo, em tradução livre — popularizou-se na última década no campo de pagamentos por aproximação, mais precisamente dos cartões de crédito e débito.

Mas não foram apenas os bancos que pensaram nisso: as empresas de tecnologia do ramo da telefonia também começaram a incluir componentes com a tecnologia NFC em celulares, permitindo assim o pagamento por aproximação de um dispositivo móvel a uma maquininha de cartão, por exemplo.

Hoje em dia, são inúmeros os estabelecimentos que possuem compatibilidade com o pagamento via NFC, seja pelo Apple Pay (no iPhone e Apple Watch), pelo Google Pay (em aparelhos Android), ou pelo Samsung Pay (no Galaxy e Galaxy Watch).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Entenda melhor abaixo as principais diferenças entre os serviços de pagamento digital Google Pay, Apple Pay e Samsung Pay.

Google Pay

O serviço de pagamento por aproximação do Google consiste em adicionar um cartão de crédito ou débito que seja compatível com o sistema no aplicativo do seu Android, aproximando o smartphone ao leitor da maquininha de cartão quando desejar realizar um pagamento.

Os icônicos e famosos gift cards (cartões de presente físicos que adicionam um crédito virtual) vinculados ao Google também podem ser adicionados e utilizados por meio do aplicativo do Google Pay em seu smartphone Android.

Pagamento por aproximação do celular via Google Pay. Foto: Clay Banks (Unsplash)

Apple Pay

Já o sistema de pagamento digital da Apple opera a partir do aplicativo Wallet — ou Carteira, como foi traduzido na atualização do iOS 15. Você pode adicionar o seu cartão de crédito já cadastrado na sua conta do iCloud — contanto que este seja compatível com o sistema, naturalmente — ou algum outro, caso prefira, para contar com o serviço de pagamento por aproximação.

O Apple Pay funciona nos modelos de smartphone da Apple a partir da geração do iPhone 6, além de também poder ser ativado no Apple Watch (modelo Series 1 e gerações posteriores), o que permite que você simplesmente aproxime o seu smartwatch ao leitor da maquininha de cartão para efetuar um pagamento.

Pagamento por aproximação do celular via Apple Pay. Foto: Nathan Dumlao (Unsplash)

Samsung Pay

Diferentemente de seus concorrentes, o Samsung Pay disponibiliza uma série de recursos a mais — além do pagamento por aproximação via NFC em um Samsung Galaxy —, funcionando como uma verdadeira conta digital dentro do aplicativo, onde é possível realizar transferências, enviar boletos, sacar dinheiro, realizar depósitos, e muito mais.

Além disso, o Samsung Pay também oferece um programa de recompensas, através do qual você pode resgatar prêmios e descontos da Samsung — um serviço de pagamento digital muito mais completo do que os oferecidos por seus concorrentes no meio de pagamento digital via NFC. Assim como acontece na Apple, o sistema também funciona nos smartwatches da empresa, o Galaxy Watch (todas as gerações) e o Gear (Sport, S3 Classic e S3 Frontier).

Para finalizar, a Samsung também oferece o serviço Samsung Pay Mini, uma alternativa para aparelhos mais antigos, que funciona como um sistema de pagamento apenas por leitura de QR Code.

Pagamento por aproximação do celular via Samsung Pay. Foto: Samsung (Divulgação)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.