ZTE Axon 30 com câmera sob o display é adiado e aguarda nova data de estreia

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 15 de Abril de 2021 às 19h00
Divulgação/ZTE

Em evento realizado nesta quinta-feira (15), a ZTE anunciou seus novos smartphones focados no mercado de alto desempenho, o Axon 30 Pro e o Axon 30 Ultra. Ambos contam com especificações potentes, incluindo chipset Snapdragon 888, câmeras de até 64 MP e armazenamento de até 1 TB, suficiente para atender mesmo aqueles que mantém muitos apps instalados no telefone.

Curiosamente, os novos flagships não contam com a tecnologia de câmera frontal sob o display que seu antecessor, o Axon 20 5G, estreou no ano passado. O recurso acabou sendo reservado para o Axon 30 tradicional, que não foi anunciado hoje. Rumores começaram a indicar que o modelo teria sido cancelado, mas esse não é o caso, como confirmou a própria fabricante.

Axon 30 é adiado devido à escassez de chips

Comentando a ausência do modelo padrão, o presidente da divisão de smartphones da ZTE, Ni Fei, confirmou que o Axon 30 será lançado e que contará com a câmera frontal sob o display. Segundo ele, o aparelho precisou ser adiado, em virtude da severa escassez de chips que a indústria está enfrentando. Ainda assim, o executivo garantiu que o celular deve ser lançado "em breve".

Com foco no Axon 30 Ultra, a ZTE adiou o Axon 30 diante da escassez de chips (Imagem: Divulgação/ZTE)

Vale lembrar que a ZTE não foi a única fabricante a mudar seus planos frente à crise de processadores. A Samsung anunciou no início do ano que havia adiado o lançamento de seu próximo Galaxy Note para 2022, visando focar os estoques de chipsets em lançamentos de maior impacto.

A gravidade da situação é reforçada por rumores que indicam, por exemplo, que a Qualcomm tem estabelecido prazos de mais de sete meses para entrega de encomendas, tempo longo demais para a indústria da tecnologia.

O que esperar do Axon 30?

Com os rumores e vazamentos focados no poderoso Axon 30 Ultra, pouco se sabe sobre o Axon 30 tradicional, ainda que ao menos a câmera frontal sob o display está garantida. O componente deve utilizar a segunda geração da tecnologia de tela transparente, oferecendo melhorias significativas: além de aumentar a densidade de pixels, que passa de 200 PPI para 400 PPI, a novidade é agora compatível com taxa de atualização de 120 Hz.

O Axon 30 deve contar com a segunda geração de câmera frontal sob a tela, trazendo suporte a resoluções e taxas de atualização maiores (Imagem: Divulgação/ZTE)

Apesar disso, aprimoramentos na qualidade de fotografia não são esperadas, considerando que a ZTE não comentou sobre isso durante o anúncio, ocorrido no final de fevereiro. No mais, acredita-se que o Axon 30 mantenha o Snapdragon 888 dos irmãos mais potentes, ainda que haja a possibilidade de o aparelho ser voltado para o segmento intermediário, como seu antecessor.

Fonte: Gizmochina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.