Sony Xperia 1 III: engenheiros da linha Alpha detalham câmeras do celular

Por Renan da Silva Dores | Editado por Wallace Moté | 26 de Abril de 2021 às 18h20
Reprodução/XDA Developers

Uma tendência vista nos últimos lançamentos de smartphones topos de linha é a parceria entre as fabricantes e grandes marcas de câmeras, sendo o exemplo mais recente é o da OnePlus, que trabalhou com a Hasselblad no OnePlus 9 Pro. Outros casos incluem ainda a vivo e a Zeiss, além da Samsung, que pode estabelecer um acordo com a Olympus para a câmera do Galaxy S22.

Frente a esse cenário, a Sony se encontra em uma posição privilegiada, já que sua divisão de câmeras é uma das referências mundiais de fotografia, e fornece sensores de imagem para quase todos os smartphones do mercado. Desde a estreia do primeiro Xperia 1, a empresa tem trabalhado para integrar as divisões de celulares e câmeras, esforço esse retomado com o Xperia 1 II.

Agora, com a chegada do Xperia 1 III, a Sony fortalece essa colaboração com novas tecnologias. Para explicar as novidades integradas ao novo aparelho, a empresa divulgou nesta semana um vídeo no qual os engenheiros da linha Alpha detalham o que foi possível implementar das câmeras da marca no telefone.

Tracking em tempo real

Assim como seu antecessor, o Xperia 1 III conta com três sensores de 12 MP, sendo um principal, um ultra wide e um telefoto. As grandes novidades estão justamente na lente telefoto e no software que os especialistas empregaram. Segundo a equipe, o foco está em oferecer o que a empresa chama de "Cameraness", entregando alta qualidade de imagem, precisão e leveza.

Outro ponto curioso está na decisão de manter a resolução de 12 MP nos três sensores - a ideia seria entregar uma experiência de lentes intercambiáveis das câmeras profissionais, com os componentes sendo tratados como uma câmera única. Além disso, a fabricante manteve o foco em fotografias esportivas, que requerem foco rápido e zoom consistente.

Entre as diversas otimizações feitas para entregar a "Cameraness" e capturas esportivas de qualidade está o tracking em tempo real. O recurso utiliza IA para rastrear objetos, pessoas e animais em movimento, para manter o foco fixo independente de velocidade ou movimento realizado. Os engenheiros destacam, no entanto, que isso não é suficiente.

No caso de uma sessão de fotos em um jogo de futebol, por exemplo, a IA poderia confundir dois jogadores diferentes que estejam utilizando o mesmo uniforme. Dessa maneira, para complementar o recurso, o time Sony Alpha implementou o sensor ToF 3D de profundidade. O algoritmo então soma os dados de profundidade para saber quem ou o que deve ser mantido em foco.

Telefoto com dupla distância focal

A lente telefoto também foi pensada para fotos esportivas, considerando que nem sempre é possível chegar perto do sujeito fotografado. A empresa detalha então o uso de um conjunto de lentes periscópio, que permite zoom de maiores distâncias. Além dos 70 mm tradicionais, a telefoto do Xperia 1 III pode variar para alcançar os 105 mm, oferecendo assim zoom óptico de 2,9x e 4,4x, respectivamente.

A lente telefoto do Xperia 1 III consegue entregar zoom óptico de 2,9x e de 4,4x (Imagem: Reprodução/Sony)

Outros aspectos também destacados pela equipe são a tela do aparelho, que promete entregar cores precisas próximas às de monitores profissionais no Creator Mode, além da interface do usuário, que engloba não apenas o modo Photography Pro, baseado na interface das câmeras Sony Alpha, como também o botão dedicado para capturas na lateral do telefone.

Xperia 1 III tem Snapdragon 888 e tela 4K a 120 Hz

Apesar do grande foco nas câmeras, o Xperia 1 III também se destaca em outros departamentos. O novo topo de linha da Sony vem equipado com chipset Snapdragon 888 5G, 12 GB de RAM, até 512 GB de armazenamento, sistema de áudio estéreo de alta definição, bateria de 4.500 mAh com carregamento rápido de 30 W e recursos voltados para gamers.

Sony Xperia 1 III (Imagem: Divulgação/Sony)

A tela, já citada anteriormente, é a primeira do mercado a contar com resolução 4K e taxa de atualização de 120 Hz. Além disso, sua cobertura de cores supera a gama DCI-P3, tradicional do cinema, e há suporte a HDR. O flagship ainda não possui data definida de lançamento, mas rumores indicam que a novidade deve estrear no final de julho por um preço premium.

Fonte: GSMArena, Android Headlines

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.