Publicidade

Novo Snapdragon 7 pode levar poder similar ao 8 Gen 3 a intermediários

Por| Editado por Wallace Moté | 16 de Janeiro de 2024 às 13h21

Link copiado!

(Imagem: Divulgação/Qualcomm)
(Imagem: Divulgação/Qualcomm)
Tudo sobre Qualcomm

Um novo rumor indica que o suposto Snapdragon 7 Plus Gen 3 pode ser o chip mais poderoso da série, trazendo aspectos do "irmão" mais poderoso Snapdragon 8 Gen 3 a smartphones mais acessíveis. A plataforma teria duas versões em testes no momento, e estrearia ainda neste ano seguindo os passos da geração anterior, elogiada pela potência — ponto que também pode levantar dúvidas em torno dos preços.

Segundo publicação do leaker Digital Chat Station, que mostrou boa precisão em rumores passados, o próximo Snapdragon 7 Plus seria o "Snapdragon 7 mais poderoso já lançado". Identificado pelo número de modelo SM7675 — o Snapdragon 7 Plus Gen 2 possui número SM7475 —, a solução estaria sendo testada em duas versões, com diferenças nas frequências de operação da CPU.

Continua após a publicidade

O que realmente chama a atenção é que a plataforma adotaria uma arquitetura similar ao Snapdragon 8 Gen 3, mais recente processador premium da Qualcomm. Não é possível dizer quais seriam exatamente as semelhanças, mas é provável que tenhamos uma estratégia similar à da geração passada, em que tínhamos os mesmos núcleos, apenas rodando a velocidades mais baixas. Curiosamente, o novo rumor reforça especulações recentes relacionadas ao uso do 8 Gen 3 em intermediários.

Quando foi lançado em março de 2023, o Snapdragon 7 Plus Gen 2 surpreendeu por oferecer quase o mesmo nível de performance que o Snapdragon 8 Plus Gen 1, chip premium no qual foi inspirado. A solução trouxe recursos avançados aos celulares intermediários, deixando a desejar apenas nos gráficos, ainda que a GPU embarcada conseguisse ser bastante competitiva para o segmento.

Com isso em mente, repetir a fórmula com o suposto Snapdragon 7 Plus Gen 3 tem potencial de ser uma receita de sucesso para a Qualcomm, e fornecer acesso a alta potência para quem não pode ou mesmo não quer desembolsar os valores extremos cobrados em celulares topo de linha equipados com o 8 Gen 3. Apesar das boas notícias, há um ponto delicado que abre brechas para que a novidade não decole: o preço para as fabricantes de telefones.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Mesmo com a boa recepção entre entusiastas, o 7 Plus Gen 2 praticamente não foi utilizado. Até o momento, apenas o POCO F5 (vendido como Redmi Note 12 Turbo na China) e o Realme GT Neo 5 SE chegaram às lojas embarcados com a plataforma. Rumores indicaram que a baixa adoção estaria associado a um custo muito elevado para as companhias, cenário que teria levado a ao lançamento do Snapdragon 7s Gen 2, e à estreia antecipada do Snapdragon 7 Gen 3.

É difícil afirmar se este foi mesmo o caso, mas as similaridades com componentes mais avançados são um forte indício dessa possibilidade. Resta saber como a Qualcomm pretende lidar com essa questão com o 7 Plus Gen 3, que não possui uma janela de lançamento, mas pode chegar no início de 2024, se o cronograma da geração anterior for seguido. Até lá, devemos ter novidades através de rumores e, com sorte, vazamentos.

Fonte: Digital Chat Station (em chinês)