Motorola Razr mostra desgaste prematuro em teste de abertura e fechamento

Por Rubens Eishima | 08 de Fevereiro de 2020 às 10h00
Montagem/Canaltech
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Motorola Razr 2019

Ficha técnica

Como toda tecnologia nova, as telas dobráveis chegaram ao mercado cercadas de dúvidas com relação à sua durabilidade. O pré-lançamento desastroso do Samsung Galaxy Fold e seu adiamento após falhas de projeto não ajudaram muito a tirar essa desconfiança. Agora, um teste em vídeo do mecanismo no Motorola Razr 2019 dá uma sensação de déjà vu.

Colocado em uma máquina que realiza o movimento de abrir e fechar do aparelho, o Razr 2019 começou a apresentar problemas na “dobradiça” por volta da quarta hora do teste, após cerca de 27 mil aberturas/fechamentos.

O mesmo site já havia testado o Galaxy Fold e o aparelho da Samsung resistiu a aproximadamente 120.000 movimentos antes de apresentar danos ao mecanismo ou tela.

O vídeo disponibilizado no YouTube mostra que algo no Razr dificultava o movimento, além de fazer ruídos e rangidos que não parecem normais. Importante destacar que o aparelho usado no teste foi comprado pelo próprio site, e que não dá para descartar a possibilidade da unidade em questão ter saído de fábrica com algum defeito.

Em todo caso, se usarmos a estatística da Apple de que um usuário médio confere seu celular 80 vezes ao dia, as 27.000 aberturas e fechamentos seriam atingidas em menos de um ano. Ou seja, a durabilidade do Razr, definitivamente, não seria o seu ponto forte, algo grave para um aparelho que custa quase R$ 9 mil no Brasil.

Por via das dúvidas, interaja com as notificações da tela exterior, use um fone de ouvido bluetooth para chamadas e não perca a nota fiscal do produto. Ah sim, e descubra qual a assistência técnica mais próxima.

Fonte: Cnet via The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.