GPU AMD do Exynos 2200 supera com folga gráficos do Galaxy S21

GPU AMD do Exynos 2200 supera com folga gráficos do Galaxy S21

Por Eduardo Moncken | Editado por Wallace Moté | 10 de Novembro de 2021 às 09h38
LetsGoDigital

Todo ano a Samsung gera expectativa e aflição ao desenvolver um novo SoC para seus tops de linha. Isso porque é esperado que eles possam competir com o Snapdragon flagship do ano, mas, por histórico, a marca tem dificuldades de alcançar isso, especialmente em desempenho gráfico.

Com o Exynos 990 a frustração foi maior, pelos problemas de aquecimento e desempenho notadamente inferior ao Snapdragon 865. Com o Exynos 2100 a coisa melhorou, e a companhia mostrou grandes avanços ao colocar a família Galaxy S21 no mercado. Mas, pelo visto, os fãs só vão realmente ter suas expectativas alcançadas com o novo Exynos 2200 produzido em parceria com a AMD.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O insider Front Tron teria obtido acesso a um novo benchmark preliminar do chipset — usado com software e hardware de teste. A plataforma usará GPU baseada na arquitetura RDNA 2 da AMD, e isso parece estar fazendo toda a diferença.

Em comparação ao processador do Galaxy S21, o componente do Galaxy S22 estaria registrando picos de desempenho 34% superiores. Mas, como sabemos que o Exynos tem uma tendência a enfrentar problemas térmicos, de forma sustentada o ganho seria entre 17% e 20% — ainda assim um bom resultado.

Os números não foram divulgados, mas o insider defende que mesmo o Snapdragon 888 ficou para trás em estresse de GPU no 3DMark. Números maiores, aqui, devem se traduzir em mais quadros estáveis em jogos pesados graficamente.

Vale lembrar, o Exynos 2200 deve trazer uma estrutura de GPU baseada em seis núcleos para vídeo — o que pode ser suficiente para ele alcançar o Apple 14 Bionic ou até ultrapassá-lo em gráficos.

Nada de CPU

Apesar dos bons resultados em relação à GPU, o vazamento não contemplou a CPU — importante para desempenho de apps, navegação no sistema, e outros processos em geral.

Dificilmente o Exynos 2200 não conseguirá lidar com basicamente qualquer app ou jogo na Play Store, pela sua proposta de flagship. A ausência de números sobre seu desempenho pode ser fruto da nova política do Geekbench de coibir a publicação de testes para produtos ainda não anunciados.

Fonte: WCCFTECH, Twitter

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.