Galaxy S20+ com chip Exynos perde para Redmi Note 8 Pro em comparativo de jogos

Por Diego Sousa | 04 de Maio de 2020 às 21h30
Reprodução/TechRadar
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Galaxy S20+

Ficha técnica

A inferioridade do processador Exynos 990, da Samsung, em relação ao Snapdragon 865, da Qualcomm, já foi confirmada por diversos veículos especializados, mas, se o comparássemos com chipsets intermediários, a história seria diferente? Um canal no YouTube resolveu testar o desempenho em jogos de um Galaxy S20+ equipado com Exynos 990 contra um Redmi Note 8 Pro, modelo intermediário lançado em 2019.

Antes de detalharmos o teste, vale lembrar que o Exynos 990 é atualmente o processador mais potente da Samsung. Ele é desenvolvido com a tecnologia de processamento extrema ultravioleta (EUV) de 7 nm — que na teoria garante mais desempenho gráfico em jogos — e traz oito núcleos de até 2.73 GHz.

Já o Redmi Note 8 Pro é equipado com um processador intermediário da MediaTek de 12 nm, o Helio G90T, que traz oito núcleos de até 2.05 GHz. Ambos os smartphones foram testados nas versões com 128 GB de memória interna, mas o modelo da Xiaomi conta com “apenas” 6 GB de RAM, enquanto o S20+ possui 8 GB. Além disso, os jogos exibidos foram rodados em 60 Hz na resolução Full HD+.

Resultados

Como podemos notar no vídeo abaixo, tanto o Galaxy S20+ quanto o Redmi Note 8 Pro conseguiram rodar PUBG Mobile em 60 fps em qualidade máxima, embora o Helio G90T (MediaTek) tenha mantido a taxa de quadros por segundo mais estável que o Exynos 990 (Samsung).

Redmi Note 8 Pro (gráfico superior) obteve taxas de quadros mais estáveis que o Galaxy S20+ (gráfico inferior) (Foto: Reprodução/Chong Liu)

Após 30 minutos de jogatina, o Galaxy S20+ começou a perder fluidez, variando de 40 a 50 fps, enquanto o Redmi Note 8 Pro se manteve o desempenho entre 57 e 60 fps. Essa instabilidade do Exynos 990 pode estar relacionada ao aumento de temperatura em jogos e aplicativos mais pesados — como já foi reportado por usuários há algumas semanas.

Em relação ao consumo de energia, a diferença não foi tão gritante, uma vez que os processadores da MediaTek também têm o histórico de serem bastante “gastões”. Ou seja, o Redmi Note 8 Pro consumiu 10% de bateria, enquanto o S20+ gastou 13%.

Embora saibamos que o Exynos 990 seja bastante superior ao Helio G90T no papel, os resultados são surpreendentes, ainda mais considerando que o Redmi Note 8 Pro é cerca de US$ 800 mais barato que o Galaxy S20+, que chegou ao mercado custando US$ 1 mil (R$ 5.542 na conversão direta). Este é só mais um dos inúmeros testes de desempenho comprovando o que a Samsung não quer admitir: a variante do Galaxy S20 equipada com processador Exynos 990 é menos potentes e consome mais energia do que a versão com Snapdragon 865.

Review Galaxy S20 Ultra

Fonte:  Chong Liu  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Ofertas Galaxy S20+

  • Fast Shop
    Samsung Galaxy S20+ Preto, com Tela Infinita de 6,7", 4G, 128GB e Câmera Quádrupla 64MP+12MP+12MP+ToF - SM-G985FZKJZTO
    R$ 4.048,36
  • Fast Shop
    Samsung Galaxy S20+ Azul, com Tela Infinita de 6,7", 4G, 128GB e Câmera Quádrupla 64MP+12MP+12MP+ToF - SM-G985FLBJZTO
    R$ 4.048,36
  • Fast Shop
    Samsung Galaxy S20+ Cinza, com Tela Infinita de 6,7", 4G, 128GB e Câmera Quádrupla 64MP+12MP+12MP+ToF - SM-G985FZAJZTO
    R$ 4.048,36