Oppo supera Apple e Xiaomi na venda de celulares com ajuda de Realme e OnePlus

Por Victor Carvalho | Editado por Wallace Moté | 20 de Julho de 2021 às 10h58
Andrew Griswold/Unsplash

Um novo estudo realizado pela companhia de análise de mercado Counterpoint revelou detalhes interessantes no segmento de celulares nos últimos meses: com a ajuda de suas subsidiárias, o Grupo OPPO já supera a Apple e a Xiaomi na venda mundial de celulares.

A publicação da consultoria de mercado surge alguns dias depois da Canalys, outra empresa do segmento, anunciar que a Xiaomi superou a Apple como segunda maior fabricante de smartphones do mundo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Neste estudo da Counterpoint a Xiaomi não supera a Apple e é o Grupo OPPO, composto pela própria Oppo e as subsidiárias Realme e OnePlus, que deixa a fabricante dos iPhones em terceiro lugar nas vendas do mercado global, ambas atrás da Samsung que segue como líder.

Gráfico detalha Grupo OPPO superando Apple de março para abril (Imagem: Counterpoint Research)

É importante frisar que a Counterpoint está considerando todo o Grupo OPPO como apenas uma grande fabricante para que a marca possa superar a Apple. Caso contrário, com apenas as vendas da OPPO e separando a marca da Realme e da OnePlus, a empresa não chegaria perto do pódio. Isso fica ainda mais confuso quando lembramos que a própria OPPO faz parte de um grupo maior, a BBK Electronics, que é dona de outras marcas como Vivo e IQOO.

Vale lembrar ainda que a diferença da consultoria de mercado da Counterpoint (onde o Grupo OPPO supera a Apple) para a Canalys (onde a Xiaomi supera a Apple) está não apenas no método de pesquisa e análise como, ainda mais importante, na data: a Canalys analisou todo o segundo trimestre de 2021, enquanto a Counterpoint analisou apenas os meses entre fevereiro e maio.

Apple se prepara para voltar ao segundo lugar com iPhone 13

iPhones de 2021 devem oferecer mudanças importantes para e alavancar vendas (Imagem: Reprodução/EverythingApplePro)

A diminuição nas vendas de iPhone já era esperada, especialmente faltando poucos meses para o anúncio dos modelos de nova geração.

Rumores e vazamentos já indicam que a Apple não deve ficar muito tempo na terceira posição em venda global de celulares. O quarteto de iPhone 13 deve apresentar grandes melhorias como a tela Pro Motion de 120 Hz em modelos mais caros, entalhe mais estreito em todos os modelos, destaque para os novos e maiores conjuntos de câmeras, além de uma maior capacidade de bateria, levando a Apple novamente ao segundo lugar.

Fonte: Counterpoint via PhoneArena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.